Reator de fusão nuclear cria plasma de hidrogénio pela primeira vez na História

(dr) Max-Planck Institut für Plasmaphysik

O reator de fusão nuclear stellarator Wendelstein 7-X

Cientistas do Instituto Max Planck, na Alemanha, realizaram com sucesso uma revolucionária experiência de fusão nuclear.

Usando o seu reator experimental, o stellarator Wendelstein 7-X (W7X), os físicos conseguiram sustentar um plasma de hidrogénio – um passo fundamental no caminho para a criação de fusão nuclear viável.

A chanceler alemã, Angela Merkel (que é doutora em Física), ligou o aparelho na tarde desta quarta-feira.

A Alemanha tem estado à frente nos avanços da pesquisa sobre energia nuclear: esta é a segunda vez que disparam com sucesso o seu reator experimental de fusão.

Em dezembro do ano passado, a equipa conseguiu suspender um plasma de hélio pela primeira vez na história, e agora alcançou o mesmo feito com hidrogénio.

No entanto, gerar um plasma de hidrogénio – ainda que apenas por alguns milissegundos – é consideravelmente mais difícil do que um de hélio, tratando-se de um feito verdadeiro notável.

Investimento de longo prazo

A fusão de hidrogénio liberta muito mais energia do que a fusão do hélio e é por isso que sustentar um plasma de hidrogénio superaquecido representa um enorme passo para a investigação em fusão nuclear.

John Jelonnek, físico do Instituto de Tecnologia de Karlsruhe, liderou uma equipa que foi responsável pela instalação dos poderosos componentes do aquecimento do reator.

 

“Não estamos a fazer isto para nós, mas sim para os nossos filhos e netos”, afirmou em entrevista ao jornal britânico The Guardian.

Como ressalta o portal I Fucking Love Science, sendo esta uma fonte de energia limpa e quase ilimitada, não é exagerado dizer que a fusão nuclear controlada – replicando o processo que alimenta o sol – mudaria o mundo.

Para iniciar o processo de fusão, temperaturas extremamente altas – cerca de 100 milhões de graus Celsius – precisam ser alcançadas dentro do reator. A estas temperaturas, os átomos de hidrogénio tornam-se energeticamente agitados.

A uma temperatura de ignição suficientemente alta – com o auxílio de um efeito chamado “túnel quântico” – os átomos começam a colidir e fundir-se, libertando energia dentro de uma nuvem de plasma e formando elementos mais pesados.

Para que o plasma se sustente, ele não deve tocar as paredes frias do reator; assim, as 425 toneladas de ímanes supercondutores e super-resfriados do stellarator W7X são usados ​​para mantê-lo suspenso no mesmo lugar.

Entre os gigantes

O reator de fusão experimental Wendelstein 7-X, com 16 metros de comprimento, é um dos maiores do mundo. Demorou 19 anos a ser concluído e custou mil milhões de euros.

Este reator não foi projetado para produzir qualquer energia utilizável, mas sim recriar as condições encontradas no núcleo de nosso sol – ou seja, criar um plasma super-quente e sustentado, a fonte de energia de um reator de fusão viável.

O objetivo final é apenas manter o plasma por 30 minutos, provando que a sua tecnologia pode operar continuamente.

Esta primeira geração de plasma de hélio, no ano passado, também “limpou” o stellarator, removendo as partículas de sujidade que teriam interferido com o mais difícil e mais importante teste de geração de plasma de hidrogénio.

HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois). As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre …

Estudo mostra que sondagens tendenciosas enviesam eleições políticas

Através de experiências práticas, uma investigação recente sugere que as sondagens tendenciosas podem influenciar e enviesar as eleições políticas, até mesmo nas grandes democracias. Enquanto uma eleição se aproxima no Reino Unido e uma votação presidencial …

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …

Irão corta acesso à Internet após protestos contra a subida do preço da gasolina

O Irão cortou o acesso à internet no sábado, após os protestos contra o aumento do preço da gasolina, que provocaram fortes confrontos entre manifestantes e forças de segurança. O Irão cortou o acesso à internet …

A maior parte das Testemunhas de Jeová não apresenta queixa em caso de abuso sexual. Mas uma nova lei pode alterar essa realidade

Em casos de abuso sexual dentro organização religiosa Testemunhas de Jeová, a maior parte das vítimas não acusa os agressores por receio de serem excluídas, revelou um artigo da Vice. Agora, uma nova lei norte-americana, …

Hong Kong. Agente atingido por flecha e operação policial reforçada com canhão de água

Um polícia foi atingido numa perna por uma flecha lançada por manifestantes antigovernamentais e pró-democracia, informaram as forças de segurança, que reforçaram a operação no local com um canhão de água. Um polícia foi atingido …