Queijo fedorento: Produtor multado em 9 mil dólares por cheiro desagradável

Um fabricante de queijos foi multado em mais de 9.000 dólares (cerca de 8.395 euros) porque o seu produto tinha um odor “desagradável” a leite azedo.

Mesmo que seja um grande amante de camembert, pont-l’évêque ou brie de Meaux, não iria querer que o cheiro destes queijos invadisse a sua casa.

Foi precisamente isso que aconteceu aos residentes de Yering, uma pequena aldeia australiana nos subúrbios de Victoria, a cerca de 40 quilómetros de Melbourne.

Segundo o The Guardian, o fabricante local Yarra Valley Dairy é especializado em todo o tipo de queijos, desde feta a queijo de cabra e imitação de Camembert. No entanto, apesar de estas iguarias serem deliciosas, o seu odor está longe de ser agradável.

As autoridades locais receberam queixas de um cheiro fedorento vindo do local de produção. Jeremy Settle, da Agência Australiana de Proteção Ambiental (EPA), disse que o odor era “pouco razoável” e suficientemente forte para causar “desconforto” aos residentes próximos.

Esta não é a primeira vez que as autoridades locais visitam o fabricante devido ao cheiro desagradável. Em maio de 2021, foi emitido um primeiro aviso, “mas quando os oficiais da EPA voltaram em dezembro, o cheiro na Rua St Huberts era suficientemente forte para causar desconforto”, relatou Settle.

Na altura, a EPA descobriu que a Yarra Valley Dairy não tinha feito as melhorias necessárias no seu sistema de tratamento de águas residuais que teriam impedido o cheiro de chegar às propriedades vizinhas.

Como resultado, o fabricante foi multado em 9.000 dólares.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.