Quase 2.500 produtos retirados do mercado da UE por serem perigosos

Zellaby / Flickr

Quase 2.500 produtos foram retirados do mercado da União Europeia (UE) em 2014 por serem potencialmente perigosos para os consumidores, tendo brinquedos e peças de vestuário sido os artigos mais apreendidos, revela um relatório divulgado pela Comissão Europeia.

De acordo com o relatório anual do Sistema de Alerta Rápido da UE, o número total de notificações foi de 2.435, o que representa um aumento de 3% face a 2013, continuando a China a ser, de forma destacada, o principal país de origem dos produtos considerados perigosos, sendo responsável por 64% das notificações (percentagem idêntica à do ano anterior).

Em 2014, os brinquedos (28%) e o vestuário, os têxteis e os artigos de moda (23%) foram as principais categorias de produtos objeto de medidas corretivas, apontando o relatório que entre os riscos mais frequentemente notificados causados por estes produtos contam-se o risco de lesões, os riscos químicos e o risco de asfixia.

Os riscos químicos mais frequentes notificados em 2014 referiam-se a produtos como o calçado e os artigos de couro (por exemplo, o crómio VI, uma substância que irrita a pele), os brinquedos e os artigos de puericultura (por exemplo, os amaciadores do plástico, que podem causar problemas de fertilidade), e a bijutaria (por exemplo, metais pesados nocivos).

Já quanto aos Estados-membros da UE onde se registaram mais notificações, a Hungria encabeça a lista (291), seguida de Alemanha (273) e Espanha (272), enquanto Portugal registou 36 notificações (contra 30 em 2013).

“Todos os produtos na Europa têm de ser seguros para os nossos cidadãos. Os produtos potencialmente perigosos devem ser retirados do mercado o mais depressa possível. Foi essa a razão por que se criou o sistema de alerta rápido. Ao longo dos anos, este sistema tem-se revelado muito eficaz para garantir a segurança dos consumidores europeus. Trata-se de um exemplo muito pragmático de cooperação da UE em benefício dos nossos cidadãos”, comentou a comissária responsável pelos Consumidores, Vera Jourova.

A Comissão indicou ainda que o sítio de Internet do sistema de alerta rápido atraiu cerca de 2 milhões de visitantes em 2014, sustentando o executivo comunitário que, “graças às novas ferramentas de pesquisa, os consumidores e as empresas podem informar-se melhor sobre os produtos perigosos notificados e retirados do mercado”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Retomado voo entre Portugal e a China após duas semanas de suspensão

Depois de ter sido suspensa por duas semanas, a ligação aérea entre Portugal e a China foi retomada este fim de semana. A ligação aérea entre Portugal e a China foi retomada este fim de semana, …

Líder do CDS diz que Portugal é uma "república das bananas" que já nem pune os criminosos

O líder do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos, acusou o Governo de "descongestionar as cadeias à boleia de um pretexto sanitário". O regime especial de perdão das penas, aprovado em abril de 2020, continua em vigor, …

Há quatro mestrados portugueses entre os melhores do mundo segundo o Financial Times

Uma lista anual publicada pelo Financial Times ordena as 55 escolas de gestão em todo o mundo que mais se destacam nos 17 indicadores avaliados por esta publicação. O mestrado em Finanças da Nova School of …

Há cada vez mais denúncias de assédio. Motorista de autocarros de Coimbra foi suspenso após importunar jovem

Um motorista de autocarros de Coimbra foi suspenso depois de ter sido filmado enquanto assediava uma jovem num veículo dos SMTUC, a empresa de transportes públicos da cidade. O caso está a dar destaque a …

"A pandemia precipitou uma epidemia." Fungo negro disparou pela Índia desde a segunda vaga

A mucormicose, uma doença fúngica rara e frequentemente mortal, explodiu em toda a Índia durante a pandemia de covid-19. “A pandemia precipitou uma epidemia”, disse Bela Prajapati, otorrinolaringologista no Hospital Civil, na Índia, ao The New …

Governo aponta "soluções" para rever tabela remuneratória da Função Pública (e quer limitar "mandatos" das chefias intermédias)

O Governo está a avaliar “várias soluções” para rever a tabela remuneratória da Função Pública que passam por “alongá-la” ou alterar os momentos de entrada em cada carreira. A informação foi avançada pela ministra Alexandra Leitão, …

Já abriram os primeiros concursos para gastar a bazuca. Costa destaca "orgulho" na boa gestão de fundos europeus

Arranca, nesta segunda-feira, o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), com a abertura dos dois primeiros concursos para obtenção de financiamento da chamada "bazuca" europeia. O primeiro-ministro António Costa destaca a "boa gestão" dos fundos …

Parlamento sueco aprova moção de censura e derruba Governo

O primeiro-ministro sueco foi derrubado, esta segunda-feira, por um voto de desconfiança no Parlamento, situação inédita na história política da Suécia, e tem uma semana para se demitir ou convocar novas eleições. Resultado da reviravolta na …

MAI não revela velocidade a que seguia carro de Cabrita (e culpa a vítima pelo acidente)

Três dias após o acidente mortal na A6, o Ministério empurra as culpas para o trabalhador e continua a ocultar dados relativo à viagem. O Ministério da Administração Interna (MAI) recusa revelar a que velocidade seguia …

Militar de extrema-direita que ameaçou virologista belga encontrado morto

Jürgen Conings foi encontrado morto. O militar de extrema-direita estava em fuga após ameaçar um virologista, na Bélgica. O militar de extrema-direita Jürgen Conings, que estava em fuga após ameaçar um virologista, na Bélgica, “foi encontrado …