Pulmão com mais de 100 anos ajuda cientistas a traçar origens do sarampo

(dr) Navena Widulin / Berlin Museum of Medical History at the Charité

Um pulmão humano, preservado há mais de 100 anos num frasco, ajudou os cientistas a traçar a história do sarampo.

De acordo com o site Live Science, o pulmão em causa estava guardado no Museu de História Médica de Berlim, na Alemanha, e pertencia a uma criança de dois anos que morreu com sarampo em 1912.

Uma equipa de cientistas do Instituto Robert Koch decidiu extrair amostras do vírus do tecido pulmonar e usou o material genético – o mais antigo genoma do sarampo já sequenciado – para aprender mais sobre as origens deste patógeno.

No estudo científico, publicado, na semana passada, na revista Science, os investigadores estimam que o sarampo poderia ter divergido do seu parente mais próximo conhecido, o vírus Rinderpest, em 528 A.C.

Em declarações ao mesmo site, Sébastien Calvignac-Spencer, virologista e um dos autores da pesquisa, afirma que esta nova estimativa sugere que o vírus pode ser “mais de mil anos mais antigo do que qualquer estimativa anterior”.

Estudos anteriores previram que o sarampo e o Rinderpest, que causou a peste bovina, se separaram do seu ancestral comum mais recente entre os séculos XI e XII. No entanto, o médico persa Muhammad ibn Zakariya al-Razi também chegou a escrever uma descrição clínica do sarampo no século X.

Os autores deste novo estudo científico destacam que, antes de terem encontrado a amostra com 108 anos, o genoma mais antigo do sarampo já sequenciado datava de 1954.

Com base em quando a peste bovina e o sarampo divergiram, a “primeira data possível para o estabelecimento do sarampo em populações humanas” ocorreu por volta do século VI A.C., embora a data exata em que o vírus infetou as pessoas, pela primeira vez, continue a ser desconhecida.

Os autores do estudo notaram que, há cerca de 2000 e 2500 anos, os humanos começaram a construir povoações grandes o suficiente para manter um surto de sarampo, oferecendo ao vírus a oportunidade de se estabelecer.

O sarampo tende a desaparecer em comunidades de menos de 250 mil indivíduos, à medida que os moradores rapidamente se tornam imunes ou morrem da doença, de modo que “pequenas populações humanas só poderiam servir como hospedeiros sem saída”, escreveram.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Hospitais da Papua-Nova Guiné recusam atender grávidas. Médico aconselha mulheres a evitar gravidez

Um obstetra da Papua-Nova Guiné aconselhou as mulheres daquele país a não engravidarem nos próximos dois anos, revelando que o medo de transmissão do coronavírus tem levado os hospitais a recusarem atender grávidas. Segundo noticiou esta …

China vai encerrar gradualmente todos os mercados de aves vivas

A China vai fechar gradualmente todos os mercados onde aves vivas são vendidas, visando reduzir os riscos para a saúde pública, informou hoje a imprensa oficial. Chen Xu, alto funcionário da Administração Estatal de Regulação do …

Em 33 anos, Amazónia perdeu 72,4 milhões de hectares de floresta. O equivalente ao território do Chile

A floresta amazónica, presente em nove países da América do Sul, perdeu 72,4 milhões de hectares de cobertura vegetal entre 1985 e 2018, uma área equivalente ao território do Chile, segundo dados divulgados na quinta-feira …

Decisão do Reino Unido é "absurda", "errada" e "desapontante"

O chefe da diplomacia portuguesa considerou hoje a decisão do Reino Unido de excluir Portugal dos “corredores de viagem internacionais” como um “absurdo”, “errada” e que causa “muito desapontamento”, trazendo ainda graves consequências económicas e …

"Peixe racista". Estátua da Pequena Sereia novamente vandalizada

A icónica estátua da "Pequena Sereia" em Copenhaga, um dos monumentos mais famosos da Dinamarca, foi novamente vandalizada, ao ter sido pintada com uma frase antirracismo, divulgou hoje a polícia dinamarquesa. “A Pequena Sereia foi vandalizada …

Itália admite segunda vaga e defende restrições a viagens

Itália abriu esta terça-feira fronteiras aos viajantes de países que não integram o espaço europeu de livre circulação Schengen, mas com restrições. O ministro da Saúde de Itália afirmou, esta quinta-feira, não poder afastar uma segunda …

Menos férias e mais dias de aulas para quem não tem exames no próximo ano letivo

O próximo ano letivo vai ter menos dias de férias e mais dias de aulas para os alunos que não tenham exames. Os alunos terão aulas presenciais e aulas à distância. O ministro da Educação, Tiago …

FC Porto revela camisola para a próxima época (e as opiniões dividem-se)

O FC Porto revelou a camisola oficial do clube para a próxima temporada. Pelas redes sociais, as opiniões dividem-se, havendo quem não esteja satisfeito com a mudança. Os adeptos portistas acordaram esta sexta-feira com a imagem …

Veto da Índia ao TikTok pode custar mais de 5 mil milhões de euros à ByteDance

O executivo indiano anunciou o bloqueio de 59 aplicações móveis chinesas, assegurando que as aplicações roubam dados dos utilizadores e partilham informações com o governo chinês. O grupo chinês de tecnologia ByteDance, que desenvolveu o TikTok, …

Covid-19. “Exemplo de Portugal mostra muito claramente como a situação é frágil”

A comissária europeia da Saúde, Stella Kyriakides, considerou que a situação pandémica é ainda "frágil", dando o exemplo da evolução da covid-19 em Portugal para sustentar que é necessário continuarmos vigilantes. “Penso que o exemplo de …