Proteína que repara lesões de cancro dá prémio a cientistas portuguesas

Tânia Rego / ABr

-

Cientistas do Instituto de Medicina Molecular identificaram como funciona uma proteína com um papel importante na reparação de lesões do DNA que podem causar cancro, um trabalho que foi premiado pela Sociedade Portuguesa de Genética Humana.

O DNA das células “está constantemente exposto a lesões” que, se não forem reparadas, podem levar a mutações, o que se pretende evitar porque “vão dar origem a doenças”, como o cancro, disse  à agência Lusa Sílvia Carvalho, investigadora do iMM.

As investigadores concluíram que “esta proteína, para além da função já conhecida, é importante e necessária para reparar este tipo de lesões no DNA”, que podem ser provocadas pelo desgaste celular normal, pela exposição a agentes químicos ou a radiação ultravioleta, avançou a cientista, que desenvolveu o trabalho pelo qual é premiada juntamente com Alexandra Vítor.

Se a proteína, chamada de SETD2, estiver mutada e ausente numa célula, “estas lesões não vão ser reparadas tão eficientemente e vamos ficar com quebras no DNA”, explicou Sílvia Carvalho.

Os cientistas já sabiam que a proteína, habitualmente existente no organismo, estava muitas vezes mutada em alguns tipos de cancro, principalmente do rim.

A equipa, liderada por Sérgio de Almeida, tinha como objetivo entender o papel da proteína SETD2 pois, “se está muitas vezes mutada em cancros, é porque dá uma vantagem aos cancros” de se desenvolverem, por isso, estudaram como a SETD2 ajuda a suprimir aquela doença, ou seja, “o seu papel enquanto gene supressor de tumores”.

Assim, a análise dos cientistas centrou-se no papel da proteína no mecanismo normal da célula que ajuda a prevenir a formação e evolução do cancro.

“Como ajuda a prevenir o cancro, se não estiver presente permite que o cancro se desenvolva mais agressivamente”, sintetizou a investigadora.

Este trabalho vem dar mais um contributo para o conhecimento da forma como o cancro se instala no organismo e como se desenvolve, elementos que depois podem ser utilizados por outros especialistas para tentar chegar a modos de prevenção ou a terapias de combate da doença.

A presidente da Sociedade Portuguesa de Genética Humana, Margarida Reis Lima, anunciou hoje a atribuição do prémio da entidade ao projeto intitulado “SETD2 is required for DNA double-strand break repair and activation of the p53-mediated checkpoint”.

O Prémio Nobel da Química 2015 foi este ano atribuído aos estudos dos mecanismos da reparação do DNA e, assim, este trabalho integra-se numa área de investigação científica em destaque a nível internacional.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Mais duas mil detenções na Bielorrússia. Reunião de Riga pede envolvimento urgente da União Europeia

Mais de duas mil pessoas foram detidas na segunda noite de manifestações de protesto na Bielorrússia contra os resultados das eleições presidenciais. A Letónia, Estónia, Finlândia e Polónia concordaram com a marcação de uma reunião …

Humanos podem ter "reciclado" região do cérebro quando aprenderam a ler

Um novo estudo mostra que os seres humanos podem ter "reciclado" uma região-chave do cérebro para os ajudar a dar sentido à palavra escrita. De acordo com o site Science Alert, em testes com macacos-rhesus, os …

Cientistas usam a Lua como espelho gigante para procurar extraterrestres

Os astrónomos ainda não desistiram de procurar vida para lá da Terra e acabam de criar um novo método para encontrar exoplanetas habitáveis, que envolve o uso da Lua como uma espécie de espelho gigante. Especialistas …

Astrónomos descobriram um buraco negro "incapaz" de fazer o seu trabalho

Astrónomos descobriram o que pode acontecer quando um buraco negro gigante não interfere na vida de um enxame de galáxias. Usando o Observatório de raios-X Chandra da NASA e outros telescópios, mostraram que o comportamento passivo …

Homem na casa dos 20 anos morre de peste no Novo México

Um homem na casa dos 20 anos morreu de peste septicémica no estado norte-americano do Novo México, anunciaram as autoridades de saúde deste estado. A vítima, cuja identidade não foi revelada publicamente, viva em Rio …

Cara do pintor italiano Rafael reconstruida para resolver mistério do seu túmulo

Uma equipa de especialistas fez uma reconstrução em 3D da cara do pintor italiano renascentista Rafael. Assim, confirmaram o seu aspeto físico e resolveram o mistério relativamente ao seu túmulo. O rosto do pintor italiano Rafael …

Novo método não-invasivo permite diagnosticar cancro cerebral sem fazer incisões

Diagnosticar tumores cerebrais pode ser difícil e muito invasivo. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu um método para detetar cancro no cérebro sem ser necessária qualquer incisão. Os tumores cerebrais são normalmente diagnosticados através de imagens …

A última plataforma de gelo intacta do Canadá colapsou. Criou um icebergue maior do que o Porto

A plataforma de gelo Milne, no Canadá, fragmentou-se no final do mês de julho, formando vários icebergues, dois dos quais de grandes dimensões. Cientistas ouvidos pela agência noticiosa AP referem que esta era uma plataforma especial, …

Ícones da moda de luto: a indústria fashion nunca mais será a mesma

Muitas são as áreas da economia a ser gravemente afetadas pela pandemia de covid-19. A indústria da moda não foge à tendência e já são muitos os líderes de grandes marcas a "declarar morte" à …

Covid-19: Cigarros eletrónicos aumentam riscos de infeção em cinco a sete vezes para jovens

O risco de contrair covid-19 entre adolescentes e jovens adultos que fumam cigarros eletrónicos é cinco a sete vezes superior, segundo um estudo liderado pela faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. O …