Praxe: coma de estudante lançou debate na Bélgica

a@k / Flickr

-

Também a Bélgica foi abalada, em setembro, por um caso de abuso nas praxes académicas. A má conduta levou ao coma uma estudante francesa da Universidade de Liège, originou um processo criminal e lançou um debate sobre tradições universitárias.

No dia 22 de setembro, a jovem estudante de medicina veterinária Fanny Magnin entrou em coma na sequência de um edema cerebral provocado pela absorção de vários litros de água de seguida, tendo acordado dois dias depois.

Fanny foi obrigada a beber litros de água depois de ter recusado a ingestão de bebidas alcoólicas.

Os estudantes responsáveis foram processados por “tratamento degradante e desumano”, a que acrescem ainda “golpes e ferimentos, intencionais ou não”, estando o caso nas mãos do procurador-geral de Liège, Christian De Valkeneer. “Nos batismos académicos, há uma linha vermelha que não pode ser atravessada”, preveniu, citado pela imprensa belga.

O caso, por envolver uma estudante francesa, ganhou dimensão internacional, tendo a ex-candidata à presidência francesa Ségolène Royal apelado publicamente à proibição das praxes na Bélgica, o que lançou um debate que acabou por envolver o primeiro-ministro belga, Elio Di Rupo.

“O batismo de um estudante é uma escolha pessoal. Mas não se pode, em caso algum, atentar contra a integridade física dos estudantes. Temos leis que sancionam os abusos”, respondeu Di Rupo às críticas de Ségolène.

Na Bélgica, há distinção entre duas realidades: o batismo (baptême), ou rito de iniciação, dos estudantes – que é legal e regulamentado – e a praxe abusiva (bizutage), que é proibida por lei.

Também o reitor da Universidade de Liège, Bernard Rentier, sublinhou, em comunicado esta distinção: “o Conselho [órgão da academia], incluindo os representantes dos estudantes, reafirma a sua condenação sem reservas do caráter humilhante e degradante de abusos (“bizutage”) bem como a proibição de quaisquer sevícias psíquicas e/ou físicas”.

As praxes são uma tradição universitária na Bélgica e, adiantou Rentier, “fazem parte do folclore estudantil. Trata-se de uma prova de iniciação perfeitamente codificada” e a que nenhum estudante é obrigado a aderir.

Proibir tais práticas, defendeu o reitor, “seria a melhor maneira de tornar clandestina uma atividade que, normalmente, pode ser adequadamente enquadrada”.

A opinião geral mantém-se no sentido da não proibição das praxes de iniciação tradicionais – enquadradas por regulamentos que ligam os organizadores às autoridades universitárias, nomeadamente as associações de estudantes – e mão pesada nos casos de abuso, previstos na legislação.

Refira-se que os estudantes de veterinária de Liège não integram a associação geral da universidade (AGEL).

Na página online da AGEL pode ler-se que a associação “agrupa as comissões de batismo (à exceção dos veterinários ) e enquadra a sua atividade principal”, ou seja, a praxe. Esta é definida como “uma cerimónia iniciática que permite a um novo estudante (“bleu”/caloiro) de passar do estatuto de caloiro ao de batizado”.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Que giro, só agora aparece esta notícia em Portugal? Procurem bem, talvez encontrem ainda mais casos de praxes no mundo. Ridículo, a forma como toda esta questão está a ser aproveitada para criar um circo mediático. Praxe não é crime e crime não é praxe.

    • Entre os circos mediáticos e os “pactos de silêncio” prefiro de longe os circos mediáticos. Porque a praxe não é crime. Excepto quando é.

RESPONDER

Mais seis mortes e 232 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, nesta segunda-feira, mais seis mortes por covid-19 e mais 232 novos casos, dos quais 195 na região de Lisboa e Vale do Tejo. O boletim epidemiológico desta segunda-feira, divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), …

Quebras no turismo triplicam desemprego no Algarve

O desemprego no Algarve aumentou mais de 200% em maio para quase 28 mil desempregados, atingindo sobretudo o setor da hotelaria, que desespera pela chegada de turistas para atenuar o "golpe" de quase três meses …

Marques Mendes elogia "voz independente" de Medina (e diz que a TAP pode ser um crematório político)

Luís Marques Mendes elogiou neste domingo as críticas que o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, fez ao combate à pandemia, considerando ainda que a resolução da TAP, que culminou na saída de David …

O “Grenadier” já não vai ser português. Fabricante automóvel Ineos desiste de fábrica em Estarreja

A INEOS Automotive, empresa do ramo automóvel, transmitiu à Câmara de Estarreja que vai suspender o investimento de 300 milhões de euros numa fábrica no concelho, revelou este domingo fonte municipal. "A empresa transmitiu à Câmara …

Grécia e Austrália recuam na abertura de fronteiras. Marrocos isola cidade após recorde de casos

Grécia e Austrália anunciaram neste fim-de-semana um recuo na abertura das suas fronteiras, enquanto que Marrocos isolou uma cidade após um número recorde de novas infeções de covid-19 registadas em 24 horas. A Grécia anunciou …

Dinheiro dos pobres usado para "vida de luxo". Presidente, mulher e filha da Mão Amiga acusados

O presidente da Associação Mão Amiga, em Gulpilhares, Vila Nova de Gaia, a mulher e a filha foram acusados pelo Ministério Público (MP) de usarem o dinheiro da instituição para pagarem uma "vida de luxo". …

Fisco tem por cobrar 15 mil milhões de euros em impostos

O Jornal Económico escreve esta segunda-feira que a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) tem por cobrar 14.919 milhões de euros em impostos. De acordo com o diário de economia, mais de metade da dívida dos contribuintes está …

"Armada espanhola" assegura 70% do mercado das obras públicas em Portugal

As empresas espanholas estão a assegurar 70% do mercado das obras públicas em Portugal, escreve esta segunda-feira o jornal Público, citando uma análise ao Portal Base, às obras públicas acima de sete milhões de euros No …

"Oitavos" da Liga dos Campeões não vão ser jogados em Portugal

A UEFA cedeu à pressão dos clubes e decidiu que os encontros da segunda mão dos oitavos-de-final vão ser disputadas nos respetivos estádios dos clubes. Os encontros por jogar relativos aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões …

Turmas repartidas e aulas ao sábado. O que muda no novo normal do Ensino Superior

Para o regresso às aulas do Ensino Superior no próximo ano letivo, as universidades estão a preparar medidas que permitam cumprir as regras sanitárias e zelar pela aprendizagem dos seus alunos. Se tudo correr como planeado, …