Parlamento Europeu quer acabar com hora de verão

Pietro Naj-Oleari / European Parliament

O Parlamento Europeu quer acabar com o horário de verão na Europa. Os eurodeputados defendem que esta mudança traria benefícios à saúde dos europeus.

Esta quinta-feira, em Estrasburgo, o Parlamento Europeu aprovou uma resolução na qual pedem à Comissão Europeia que proceda a uma “avaliação exaustiva” da diretiva que regula a mudança da hora binual na Europa e, se necessário, apresentar uma proposta para fazer esta alteração.

De acordo com o Observador, os eurodeputados querem que esta questão seja analisada com pormenor. A recomendação do Parlamento Europeu tem por base um estudo, datado de outubro de 2017, que defende que a mudança horária está associada a mudanças no bioritmo dos seres humanos.

A resolução recomenda também a adoção de um regime horário unificado na Europa que evite diferentes práticas que coloquem em causa o mercado dos serviços de transporte, comunicações e comércio.

No mesmo estudo, é defendido que, embora o horário de verão afete o bioritmo dos seres humanos, é benéfico para a indústria dos transportes, aumenta o potencial das atividades de lazer e reduz o consumo de energia.

A reposta da Comissão não foi favorável. Violeta Bulc, comissária dos transportes, defendeu que os benefícios para a saúde humana de uma maior exposição solar também devem ser tidos em conta e que o “apetite” dos Estados-membros para mudar a atual legislação é limitado.

Mesmo que a Comissão avance com uma proposta deste género, ainda seria necessário que a maioria dos parlamentos nacionais dos Estados-membros aprovassem a proposta, e de seguida o Parlamento Europeu, num processo que demorará, pelo menos, um ano.

ZAP //

PARTILHAR

14 COMENTÁRIOS

  1. Finalmente! A mudança de hora só tem impacto visível durante perto de 1 mês. Ficar escuro às 17:30 ou às 18:30 tem pouca diferença. Ficar claro às 7AM ou às 8AM tem pouca diferença. E o custo de fazer essa mudança é muito mais alto do que os benefícios que pode trazer. Eu voto a favor dessa!

    • Errado. Acabar é com a “hora de Verão” (TMG+1), a que está mais afastada da hora solar. Hora de Inverno TMG é a mais próxima da hora solar, e mesmo assim ainda está adiantada mais de 30 minutos. Com hora TMG, em Lisboa, no Inverno, nascente/poente às 7h54/17h14, e no Verão, às 5h11/20h05.

  2. Acabe-se de uma vez por todas com esta mudança, quem vez a mudança não deveria ter filhos nem saber o que isso é? já estamos sujeitos a tanta parvoíce, ainda agora não aprovaram o feriado do Carnaval, mas quantas empresas vão estar fechadas na 2 e 3ª feira? santa ignorância, antes de 1974 já na terça feira do Carnaval, ou não se trabalhava o dia inteiro ou da parte da tarde, passados tantos Anos ainda temos pensantes da pré história? o Carnaval de Loulé começou a ser festejado em formato festivo em 1906 por 3 dias, os pensantes atuais ainda vem de antes 1905 quando este era festejado de forma agressiva?

  3. Então mas não seria mais benéfico acabar com o horário de Inverno?! A exposição solar que se desperdiça de manhã com grande parte da população ainda na cama, seria bem mais útil ao final da tarde… digo eu…

    • É assim tão grande o desperdício? 1 hora de manhã? O sol nascer às 8h00 em vez de nascer às 9h00? Quer dizer, se for hora de Verão no Inverno e se se levantar às 8h00 ainda é de noite. Tem mais sono, tem de acender a luz por toda a casa, está mais frio. Grande parte dos trabalhadores e estudantes sairia para o trabalho e escolas com o sol ainda por nascer… E o sol que sobrasse até às 18h00 era assim tão importante? No Inverno, o sol está baixíssimo, e estando o céu encoberto, o que acontece grande parte do tempo, é indiferente que já se tenha posto ou não. É escuro na mesma. No Verão, a hora de Verão não é precisa para nada, pois tanto de manhã como de tarde há mais 3 horas de luz do que no Inverno, além do sol andar altíssimo, sem haver falta de luz ou de calor, que por vezes pouco abranda de noite…

    • Pois, concordo totalmente contigo. De manhã nem toda a gente aproveita a luz, até porque muitos ainda não se levantaram, já ao final da tarde a esmagadora maioria dos portugueses está acordada e ativa, e muitos ainda irão continuar assim por bastantes horas. Ou seja, aproveita-se muito mais a luz à tarde do que de manhã.
      Se pegarmos no que é natural para o mundo animal, então, mais uma vez, o que faz sentido é a hora de verão. Grande parte dos animais acorda ainda antes do nascer do sol (antes do nascer do sol há, por exemplo, um pico no canto das aves), e poucos se mantêm ativos após o pôr do sol, pois grande parte das espécies entra em repouso durante o período noturno.

  4. «A resolução recomenda também a adoção de um regime horário unificado na Europa que evite diferentes práticas que coloquem em causa o mercado dos serviços de transporte, comunicações e comércio.» O que é isso de “regime horário unificado na Europa”? A mesma hora legal de Portugal à Finlândia? Devem estar é loucos! Está mais que visto que a Alemanha quer obrigar toda a gente a ter mesma hora deles, TMG+1 durante todo o ano. Em Portugal, isso significaria que teríamos hora de Verão durante todo o ano e estaríamos mais de 1h30 adiantados em relação à hora solar.
    No Inverno, o sol só nasceria às 9h00 e as nossas crianças teriam de se levantar de madrugada escura para ir para os infantários. A maioria das creches abre entre as 7h as 8h! Ou seja, para alguém deixar lá os filhos a essas horas, significa que há crianças a levantarem-se pelo menos às 6h00, senão mais cedo. 6h00 TMG+1 são 4h30 solares!!!

  5. Hora unificada na Europa? Devem estar a brincar!!!
    Acabar com hora de verão? Devem acabar é com a hora de inverno, que nos tira horas de exposição solar no final do dia. Enfim, políticos!

    • Que exposição solar ao fim do dia? Prolongar a hora no Verão não faz sentido nenhum, uma vez que sem ela o sol se põe às 20h00! Quer mais sol e calor para quê? No Verão o que se quer é fresco e um pouco de sombra. Meta-se num forno, se gosta assim tanto de torrar.

RESPONDER

Polícias de elite da PSP convocados para trabalhar nas obras

Operacionais da Unidade Especial de Polícia (UEP) da PSP estão a ser chamados para colaborarem como voluntários nas obras de remodelação da messe localizada na Quinta das Águas Livres, em Belas, Sintra. Segundo o Correio da …

Portugueses são dos que menos gastam em viagens turísticas

Os portugueses são dos cidadãos europeus que menos gastam em deslocações de turismo, ao desembolsar em média 136 euros por viagem turística, menos de metade da média da União Europeia, de 336 euros, revelam dados …

Ex-diretor da CIA admite recorrer à Justiça contra Donald Trump

O ex-diretor da CIA John Brennan admitiu neste domingo recorrer à Justiça, depois de o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lhe ter cancelado o acesso a informação confidencial e à Casa Branca. “Se esse é …

Trabalhadores da CGD em greve contra a perda de privilégios

O novo Acordo de Empresa que a Administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD) pretende implementar está a gerar revolta entre os trabalhadores e já levou à convocação de uma greve para sexta-feira, 24 de …

Asia Argento terá pago a jovem ator que a acusou de assédio sexual

A atriz e realizadora italiana terá pago 380 mil dólares para silenciar um jovem ator e músico que a acusa de assédio sexual quando tinha apenas 17 anos. Asia Argento foi uma das primeiras mulheres da …

Governo está a preparar descida dos impostos e aumento das pensões

São cinco as prioridades do Governo para o próximo Orçamento do Estado, segundo revela Marques Mendes no seu habitual espaço de comentário na SIC, nomeando o aumento das pensões, o alívio no IRS, a descida …

Bomba que matou 40 crianças no Iémen foi vendida pelos EUA em 2015

A bomba que matou de 40 crianças num autocarro escolar no Iémen, a 9 de agosto, foi fabricada pelos Estados Unidos e vendida à Arábia Saudita em 2015. De acordo com a CNN, que avança …

GNR "desfalcada" devido à transferência de mil militares para os incêndios

Nos últimos meses, mais de mil militares da GNR foram "reconvertidos" em bombeiros especialistas, membros do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS), que atuam no combate a incêndios. Com esta alocação, a situação …

Em 17 anos, o número de inspetores na educação caiu 41%

Entre 2001 e 2017, o número de inspetores a Inspeção-Geral da Educação e Ciência (IGEC) passou de 304 funcionários a exercer essas funções para 179, registando assim uma queda de 41%. O Sindicato dos Inspetores da …

Mais de 400 mortos nas inundações em Kerala, no sul da Índia

Mais de 400 pessoas morreram na sequência das inundações que atingiram Kerala, na Índia, as mais graves em 100 anos naquele estado do sul do país, de acordo com um balanço feito nesta segunda-feira pelas …