Em paradeiro incerto, ministra da Guiné-Bissau diz correr perigo de vida

Ruth Monteiro, ministra da Justiça e dos Negócios Estrangeiros no Governo da Guiné-Bissau deposto no golpe do dia 27 de fevereiro, está em parte incerta e diz correr perigo de vida.

De acordo com o semanário Expresso, a governante – que a oposição considera membro do Governo legítimo do país – foi duas vezes impedida de viajar para Lisboa na última semana de março. Monteiro está, segundo os advogados, disposta a comparecer a uma inquirição solicitada pelo Ministério Público do país africano lusófono na próxima quarta-feira.

Numa mensagem, que explica ser um “pedido de socorro”, Monteiro queixa-se de limitações ao seu direito de livre circulação “pelo poder que pela força das armas se instalou na Guiné-Bissau”.

Segundo o porta-voz do grupo de advogados de Ruth Monteiro, Luís Vaz Martins, os motivos invocados pelo Ministério Público para proibir a saída da ministra do país – suspeitas de retenção de viaturas oficiais e asssinatura de passaportes sem autorização – revelam a “perseguição política de que é vítima”.

A ministra diz que tem “informações fidedignas” segundo as quais a sua integridade física e vida estão em risco e teme que localizá-la não vá ser difícil devido ao “apoio que têm tido por parte das operadoras de telecomunicações licenciadas no país”.

Além de Monteiro, outros membros do Governo deposto por Embaló constam da suposta lista de personalidades que não podem ausentar-se do país, estabelecida pelo Ministério do Interior do poder recém-instituído.

Os meios de comunicação guineenses também se queixam de um ambiente de intimidação e perseguição desde que Embaló tomou o poder

Numa entrevista a uma rádio local e à Deutsche Welle, Monteiro denunciou “a inexistência e falsidade de fundamentos de sucessivos impedimentos”.

A emissora alemã escreveu que a ministra está “numa embaixada da capital”, mas a própria não especifica o paradeiro, confirmando apenas que não está em casa.

Segundo o Expresso, a embaixada de Portugal em Bissau tem mantido contacto com Monteiro. O Ministério dos Negócios Estrangeiros português frisou que isso decorre “no respeito pelas convenções internacionais aplicáveis e pelas questões internas à Guiné-Bissau”.

A crise política agravou-se com a segunda volta das presidenciais, realizada a 29 de dezembro de 2019.

Umaro Sissoco Embaló, dado como vencedor da segunda volta das presidenciais da Guiné-Bissau pela Comissão Nacional de Eleições, tomou posse simbolicamente como Presidente guineense na quinta-feira, numa altura em que o Supremo Tribunal de Justiça ainda analisa um recurso de contencioso eleitoral interposto pela candidatura de Domingos Simões Pereira, que alega a existência de graves irregularidades no processo.

O autoproclamado Presidente da República substituiu o primeiro-ministro Aristides Gomes, pelo ex-primeiro-vice-presidente do parlamento guineense, Nuno Gomes Nabian, que tomou posse numa cerimónia em Bissau na presença das chefias militares do país.

O presidente da Assembleia Nacional Popular, Cipriano Cassamá, tomou posse como Presidente da República interino, com base no artigo da Constituição que prevê que a segunda figura do Estado tome posse em caso de vacatura na chefia do Estado.

Todavia, no seguimento das ações militares, Embaló garantiu que Nuno Nabian ia apresentar governo.

Após estas decisões, registaram-se movimentações militares, nomeadamente na rádio e na televisão públicas, de onde os funcionários foram retirados e cujas emissões foram suspensas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Apareceu um terceiro monólito metálico. Agora, foi numa montanha da Califórnia

Um monólito metálico, semelhante aos encontrados há pouco tempo no deserto de Utah, nos Estados Unidos, e na cidade romena de Piatra Neamt, surgiu agora no estado norte-americano da Califórnia. A estrutura foi encontra na …

AEK 2 - 4 Braga | “Guerreiros” saqueiam Atenas e apuram-se

O SC de Braga garantiu esta quinta-feira o apuramento para os 16 avos-de-final da Liga Europa. Os minhotos foram à Grécia bater o AEK por 4-2, graças a uma exibição personalizada, num jogo em que …

Ciclone mortal deixou uma praia da Índia coberta de ouro

Centenas de pescadores, mulheres e crianças no distrito de East Godavari, no estado de Andhra Pradesh, no sul da Índia, passaram o fim de semana a vasculhar a praia local em busca de ouro. Após o …

O Flamengo de Jorge Jesus foi "um mero acidente de percurso"

2019 foi uma exceção para a equipa brasileira que, depois de ter vencido (quase) tudo, neste ano já foi afastado da Taça do Brasil e da Libertadores: "O português foi embora e com ele toda …

Concorrência condena MEO a pagar 84 milhões por combinar preços com a NOWO

A Autoridade da Concorrência (AdC) aplicou uma coima de 84 milhões de euros à MEO por combinar preços e repartir mercados com a operadora NOWO nos serviços de comunicações móveis e fixas. “A Autoridade da Concorrência …

PEV quer reverter privatização dos CTT. PS admite todos os cenários

O Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV) defendeu hoje, no parlamento, a “reversão da nacionalização” dos CTT, e ouviu o PS admitir “todos os cenários”. Numa declaração política no parlamento, o deputado José Luís Ferreira afirmou que, …

Voltar à normalidade "não está longe, mas não é já", avisa Pfizer

O administrador executivo da Pfizer, Albert Bourla, apelou na quarta-feira para que os governos de todo o mundo não reabram as suas economias demasiado depressa devido ao otimismo gerado pelas vacinas de covid-19. Bourla, de 59 …

Biden quer retomar acordo nuclear com o Irão, embora reconheça que será "difícil"

O vencedor das eleições presidenciais norte-americanas, Joe Biden, pretende retomar o acordo nuclear com Irão antes mesmo de novas negociações, assumiu o democrata numa entrevista ao New York Times. Joe Biden afirmou, durante a campanha eleitoral, …

Processo de reprivaticação da Efacec atrasado devido à discussão do OE2021

Apesar de as avaliações no âmbito do processo de nacionalização e futura reprivatização da Efacec já estarem concluídas, o processo esteve condicionado pela discussão do Orçamento de Estado para 2021 (OE2021). De acordo com o Jornal …

Costa sobre vacinação: “Há uma luz ao fundo do túnel, mas o túnel é muito comprido e penoso”

O primeiro-ministro, António Costa, advertiu esta quinta-feira que o processo de vacinação terá imponderabilidades externas a Portugal, sendo também complexo ao nível interno, com as dificuldades a aumentarem quanto maior for o universo de cidadãos …