Os pica-paus da bolota não são só comunistas. São também swingers

Os pica-paus da bolota, famosos por criar celeiros com dezenas de milhares de bolotas, têm um comportamento social tão peculiar e laços familiares tão estreitos que os ornitólogos da Guerra Fria lhe chamaram “pássaro comunista”.

Os pica-paus da bolota – Melanerpes formicivorus – são pássaros de porte médio com plumagem exuberante que chamam a atenção. No entanto, o que os faz especialmente conhecidos é a sua dependência de bolotas.

Uma vez que estas aparecem sazonalmente, estes pica-paus garantem um fornecimento constante ao longo do ano, construindo grande “celeiros” para as armazenar. São muitas vezes construídos por dezenas de milhares de aves, que perfuram milhares de buracos nas árvores ou numa outra estrutura de madeira.

Mas este não é o único traço que os torna únicos: os pica-paus de bolota têm uma estrutura social complexa que os distingue das outras aves. Vivem em grupos familiares que podem ter até 15 adultos, mantêm e defendem o celeiro e ajudam a criar os pintainhos num único ninho.

Esta é uma estrutura familiar tão incomum nos pássaros que o ilustrador de animação Walter Lantz se inspirou nesta espécie para criar o Woody Woodpecker, o famoso pica-pau que nem durante a sua lua-de-mel deixava de perfurar o telhado da sua cabana para construir o celeiro.

A estrutura familiar dos pica-paus das bolotas foi inicialmente estudada em 1925 pelo cientista Frank Leach, que na altura, pouco mais de 7 anos após a revolução russa, publicou um artigo onde não hesitou em chamar comunistas aos pica-paus da bolota.

Frank A. Leach / The Condor

Observações de campo a longo prazo da actividade destas simpáticas aves sugerem que o seu comportamento peculiar e a demografia das suas comunidades deriva da sua dependência das bolotas, que influenciam os seus comportamentos sociais.

Durante mais de 40 verões, o ornitólogo Walter Koenig, professor da Universidade de Cornell em Nova York, e a sua equipa viajaram para o Hastings Natural History Reservation, na California, para estudar a complexidade social destas aves. Os resultados da pesquisa foram publicados em 2015.

A equipa tem recolhido o ADN das aves para conseguir acompanhar a relação genética entre os animais. Os resultados revelaram que estes animais são poliginandros, um comportamento extremamente raro em aves, em que machos e fêmeas trocam entre si os parceiros de acasalamento durante a época de reprodução.

“Os machos reprodutores estão todos relacionados uns com os outros, as fêmeas reprodutoras também”, explicou o professor Koenig. “Mas os machos reprodutores não estão relacionados com as fêmeas”, uma vez que os pássaros evitam a endogamia.

A genética revelou também que alguns adultos não se reproduzem, limitando-se a ajudar as crias. Começar um grupo familiar exige iniciar a construção de um novo celeiro, e isso faz com que deixar o grupo parental seja uma decisão séria, que deve ser ponderada.

“Como não se conseguem reproduzir, estes pica-paus preferem permanecer no grupo em que nasceram e ajudar a criar os irmãos mais novos“, explica o professor Koenig.

Quando há 100 anos Frank Leach estudou os pica-paus da bolota, estava ainda longe de adivinhar a complexidade das relações familiares destas aves, que são não só comunistas, mas também verdadeiros swingers.

ZAP // Forbes

 

PARTILHAR

RESPONDER

Ilhas Faroé fecham para "manutenção". Turistas só podem entrar se "vierem ajudar"

As Ilhas Faroé, território autónomo sob a coroa dinamarquesa, isolado no Atlântico Norte entre a Islândia e a Noruega, vão estar fechadas para "manutenção" 26 e 27 de abril. Na ilha vivem 50 mil habitantes e …

Documentário "low cost" afirma que Jesus era, afinal, um filósofo grego

O documentário Bible Conspiracies (Conspirações Bíblicas, em tradução livre), disponível na Amazon Prime desde novembro de 2017, tem dado que falar. Durante o filme, realizado em 2016, são proferidas várias afirmações que contrariam o que …

Choupette já é a gata mais rica do mundo e pode herdar fortuna de Karl Lagerfeld

A gata do estilista Karl Lagerfeld, Choupette, pode ser uma das beneficiárias da sua fortuna de mais de 170 milhões de euros. Não é que o felino precisasse, já que tem, só por si, um …

Gravuras rupestres descobertas na Serra da Gardunha

Um conjunto de rochas com gravuras rupestres foi descoberto na Serra da Gardunha, Fundão, e a primeira análise indica que serão do período entre o Calcolítico e a Idade do Bronze, disse o arqueólogo Martinho …

Cinco telemóveis são apreendidos por dia nas prisões portuguesas

O número de apreensões de telemóveis, drogas e armas brancas nas prisões portuguesas caiu em 2018. Ainda assim, foram confiscados 1934 aparelhos, o que dá uma média superior a cinco por dia. Para os guardas prisionais, …

Estado vai dar incentivo de 250 euros para compra de bicicletas elétricas

Visando impulsionar o uso de veículos mais verdes, o Governo vai conceder um incentivo de 250 euros para a compra de uma bicicleta elétrica. Os detalhes das novas regras deverão ser anunciadas já nos próximos …

Lisboa em primeiro lugar no ranking das cidades mais atrativas para investir

A capital portuguesa subiu do 10.º para o 1.º lugar no ranking das cidades mais atrativas para investir, da PricewaterhouseCoopers, avança a Visão. Lisboa foi alvo de uma ascensão sem precedentes, subindo do 10.º para o …

O Sol vai brilhar e os termómetros vão chegar aos 26 graus este fim de semana

As temperaturas máximas vão subir e o fim de semana promete ser solarengo, com os termómetros a chegarem aos 26 graus Celsius. A temperatura máxima vai subir nos próximos dias em Portugal continental, com a máxima …

Lidl deixa de vender sacos de plástico em Portugal

O Lidl Portugal vai deixar de vender sacos de plástico em todas as suas lojas no mercado português até ao final do ano, medida que será faseada e arranca em maio na região Norte, anunciou …

As mulheres ganham menos 2464 euros do que os homens por ano

Em média, as mulheres em Portugal ganham menos 176 euros por mês do que os homens. Anualmente, cria-se um fosso de 2464 euros, segundo dados de 2017 acedidos pelo Diário de Notícias. O diário avança estes …