Os nossos antepassados acasalaram com pelo menos 5 espécies diferentes

T.P.S. Dave

A análise genética revelou que os ancestrais dos humanos modernos cruzaram com pelo menos cinco grupos humanos arcaicos diferentes quando se mudaram da África e passaram pela Eurásia.

Embora dois dos grupos arcaicos sejam conhecidos atualmente – os neandertais e os denisovanos da Ásia -, os outros permanecem sem nome e só foram detetados como vestígios de ADN sobreviventes em diferentes populações modernas. A ilha do Sudeste Asiático parece ter sido um foco particular de diversidade.

Investigadores do Centro Australiano de ADN Antigo da Universidade de Adelaide (ACAD) mapearam, de acordo com o artigo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, a localização de “eventos mistos”, contrastando os níveis de ascendência arcaica nos genomas das populações atuais em todo o mundo.

“Cada um de nós tem os traços genéticos desses eventos mistos do passado”, disse João Teixeira, autor do artigo, em comunicado. “Esses grupos arcaicos eram difusos e geneticamente diversos e sobrevivem em cada um de nós. A sua história é parte integrante de como nos tornamos”.

“Por exemplo, todas as populações atuais mostram cerca de 2% da ancestralidade neandertal, o que significa que a mistura neandertal com os ancestrais dos humanos modernos ocorreu logo após terem deixado a África, provavelmente entre 50 mil e 55 mil anos atrás, em algum lugar do Médio Oriente.”

Mas à medida que os ancestrais dos humanos modernos viajavam para o leste, encontraram-se e misturaram-se com pelo menos quatro outros grupos de humanos arcaicos.

“A ilha do Sudeste Asiático já era um lugar cheio quando o que chamamos de humanos modernos atingiu a região pouco antes de há 50 mil anos”, disse Teixeira. “Pelo menos três outros grupos humanos arcaicos parecem ter ocupado a área e os ancestrais dos humanos modernos misturaram-se com eles antes de os humanos arcaicos se tornarem extintos.”

Usando informações adicionais de rotas de migração reconstruidas e registos de vegetação fóssil, os investigadores propuseram que houve um evento de mistura nas vizinhanças do sul da Ásia entre os humanos modernos e um grupo ao qual chamaram de “Extinct Hominin 1”.

Outros cruzamentos ocorreram com grupos no leste da Ásia, nas Filipinas, na plataforma Sunda – plataforma continental que conectava Java, Bornéu e Sumatra ao continente da Ásia Oriental – e possivelmente perto de Flores, na Indonésia, com outro grupo chamado “Extinct Hominin 2”.

“Sabíamos que a história da África não era simples, mas parece ser muito mais complexa do que imaginamos”, afirmou Teixeira. “A região da Ilha do Sudeste Asiático foi claramente ocupada por vários grupos humanos arcaicos, provavelmente a viver em relativo isolamento uns dos outros durante centenas de milhares de anos antes de os ancestrais dos humanos modernos chegarem.

“O momento também faz parecer que a chegada dos humanos modernos foi seguida rapidamente pelo desaparecimento dos grupos humanos arcaicos em cada área.”

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Parece que as práticas xenófobas dos seres humanos têm longas tradições.
    Encontrar estranhos > medir risco > atacar se for mais forte > matar os machos > violar as fêmeas > causar o colapso da comunidade > extinção do vencido.
    temos evoluído muito pouco

Vanessa Guillen foi espancada até à morte. Jovem soldado tinha dito à mãe que era vítima de assédio

Vanessa Guillen foi vista pela última vez a 22 de abril, pouco tempo depois de confessar à mãe que estava a ser assediada por um sargento. O principal suspeito da morte da jovem suicidou-se e …

Presidente da Câmara do Funchal envia carta a Boris Johnson a defender a Madeira

O presidente da Câmara do Funchal escreveu uma carta a Boris Johnson, na qual realça "alguns argumentos fortes" a favor da Madeira como destino de férias para os cidadãos do Reino Unido. O presidente da Câmara …

Livros pró-democracia desapareceram das bibliotecas de Hong Kong

Livros escritos por importantes ativistas da democracia de Hong Kong começaram a desaparecer das bibliotecas da cidade, avança a agência noticiosa francesa AFP, citando registos online destes espaços. Os livros pró-democracia desapareceram das prateleiras da …

Lito Vidigal é o novo treinador do Vitória de Setúbal

Lito Vidigal é o novo treinador do Vitória de Setúbal. O ex-treinador do Boavista, que já tinha passado pelo Bonfim em 2018/2019, vai suceder a Júlio Velázquez no comando técnico dos sadinos. Esta segunda-feira, Lito Vidigal, …

Estados Unidos confirmam rara infeção provocada por parasita que destrói o cérebro

Foi detetada, no cérebro de uma pessoa no condado de Hillsborough, uma ameba rara que destrói o cérebro. O parasita chama-se Naegleria Fowleri. Uma ameba rara que destrói o cérebro, conhecida como Naegleria Fowleri, foi detetada numa …

IKEA devolve a Portugal 500 mil euros em apoios do lay-off

A IKEA já reuniu com o Governo e diz estar a estudar a melhor forma de proceder à devolução do montante recebido pelo Estado.  Segundo o Dinheiro Vivo, a IKEA Portugal vai devolver cerca de 500 …

Isabel dos Santos diz-se "contactável e disponível" para colaborar com a justiça

Isabel dos Santos negou, esta segunda-feira, que a justiça desconheça o seu paradeiro e que não a consiga contactar, depois de o procurador-geral de Angola ter vindo a público denunciar a ausência de respostas da …

"Não estamos a dar a resposta suficientemente eficaz nesta fase", diz bastonário dos médicos

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM), Miguel Guimarães, defendeu esta segunda-feira que enquanto faltar uma "resposta suficientemente eficaz" à covid-19 na fase de desconfinamento, a recuperação económica também será mais lenta. O responsável falava aos …

Bolsonaro alarga veto para uso de máscaras no Brasil

Jair Bolsonaro vetou, esta segunda-feira, a obrigatoriedade do uso de máscaras em prisões durante a pandemia, segundo informações divulgadas no Diário Oficial da União. A decisão do Presidente brasileiro incluiu também o fim da obrigatoriedade de …

Carruagens compradas pela CP à espanhola Renfe vão ter espaço para bicicletas

As 51 carruagens que a CP - Comboios de Portugal vai comprar à espanhola Renfe por 1,6 milhões de euros permitirão o transporte de bicicletas, revelou o ministro Pedro Nuno Santos, garantindo que serão gastos …