“O trabalho liberta.” Polícia comunica pichagem nazi no Porto ao Ministério Público

jechstra / Flickr

Entrada do antigo campo de concentração de Auschwitz, na Polónia.

A Polícia Municipal vai comunicar ao Ministério Público (MP) uma pichagem num portão da Avenida do Brasil, no Porto, com a frase nazi “o trabalho liberta”.

Uma pichagem num portão da Avenida do Brasil, no Porto, com a frase nazi “o trabalho liberta” foi denunciada à Polícia Municipal, que a vai comunicar ao Ministério Público, disse este domingo à Lusa fonte daquela autoridade.

A fonte avançou que recebeu este domingo uma participação sobre o ato de vandalismo no portão principal de uma casa na Avenida do Brasil, com a expressão em alemão “Arbeit Macht Frei” e que a situação vai ser comunicada ao Ministério Público.



No local, a frase encontra-se pintada a tinta branca num portão preto. Ao lado, também em tinta branca, foi escrito “Operação markes vergonha”, com a data e local de uma manifestação.

Alguns transeuntes paravam a ler a frase e ficavam indignados, como o caso de uma imigrante em Portugal de origem polaca que disse à Lusa encarar o ato como “incompreensível”.

“É algo incompreensível que aconteça e é preciso educar as pessoas sobre o que realmente aconteceu nos campos de concentração. É importante que as pessoas não façam este tipo de atos de vandalismo e que não tenham medo de denunciar estes atos à polícia, para que não se repitam outra vez e porque seis milhões de judeus morreram vítimas do Holocausto”, afirmou a mulher.

O lema “Arbeit Macht Frei” foi usado nos vários campos de concentração nazis durante o Holocausto, tendo-se tornado num “símbolo quer do derradeiro mal que encontrou a sua expressão em Auschwitz quer da memória do Holocausto”, como indicou o Centro de Lembrança do Holocausto Yad Vashem, quando, em 2009, o símbolo com a frase foi roubado de Auschwitz, tendo sido recuperado semanas depois.

“Devemos continuar a trabalhar para educar sobre o Holocausto, para que os símbolos do Holocausto sejam imbuídos de significado, ajudem a construir um futuro melhor e que sirvam de catalisador na luta contra o antissemitismo e o racismo”, escrevia na altura o Yad Vashem.

A Alemanha assinalou, este domingo, o 76.º aniversário da libertação do campo de Buchenwald, onde 56 mil pessoas foram mortas.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Ryanair passa de lucro a prejuízo de 815 milhões de euros no último ano

A irlandesa Ryanair revelou hoje que teve um prejuízo de 815 milhões de euros no ano fiscal terminado em 31 de março, contra um lucro de 1.002 milhões de euros no exercício anterior. Na base deste …

Mais duas mortes e 199 novos casos em Portugal. R(t) sobe para 1

Portugal registou esta segunda-feira 199 novos casos de infeção por covid-19 e mais duas mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), nas últimas …

"Ameaça emergente". Produção de armas em casa com impressoras 3D deixa polícia em alerta

O alerta surgiu da Europol. Na Europa, estão a ser fabricadas pistolas semiautomáticas em impressoras e teme-se que o fenómeno chegue a Portugal. Os programas podem ser descarregados em plataformas na internet. Segundo avança o Jornal …

Jerónimo acusa Governo de "falta de vontade" para responder à crise

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, defendeu que o Governo "tem meios" e só não responde aos problemas concretos causados pela crise sanitária, por lhe "faltar a vontade", dando como exemplo a questão das …

Marcelo Rebelo de Sousa inicia visita oficial à Guiné-Bissau, 32 anos depois de Mário Soares

Marcelo Rebelo de Sousa inicia esta segunda-feira à tarde a sua primeira visita oficial à Guiné-Bissau enquanto Presidente da República, com um programa intenso, que inclui encontros institucionais, com a comunidade portuguesa e uma homenagem …

Rui Pinto gera discórdia no inquérito ao Novo Banco. PSD levanta dúvidas sobre presença do hacker

No centro da discórdia está Rui Pinto, já que os partidos não conseguem chegar a um consenso sobre a convocatória do hacker para a comissão de inquérito ao Novo Banco. A sua presença será discutida …

Pesca da sardinha reabre hoje após quase sete meses

A pesca da sardinha reabre hoje, após quase sete meses de interdição, com um limite de 10.000 toneladas que deverá ser revisto em junho. No entanto, num diploma publicado em Diário da República no dia 6 …

Cortes do Estado em contratos levaram ao encerramento de 20 colégios

Desde que o Estado começou a cortar nos contratos com os estabelecimentos de ensino particular e cooperativo já 20 colégios fecharam portas. Em 2016, o Estado começou a implementar cortes graduais nos contratos de associação com …

Portugal vai ser o país europeu com menor percentagem de população ativa

De acordo com as novas projeções, em 2050, Portugal terá 1,6 pessoas em idade ativa por cada idoso, sendo que atualmente conta com 2,9. As projeções do Eurostat, divulgadas pelo Jornal de Notícias, indicam que em …

"Sentimento anti-Modi." Pandemia deixa primeiro-ministro indiano debaixo de fogo

A segunda vaga de covid-19 na Índia tem alfinetado Narendra Modi. Restam saber quais serão as consequências políticas para o primeiro-ministro indiano. Narendra Modi chegou ao poder em 2014, cheio de promessas de crescimento e prosperidade …