O tomate pode ajudar a prevenir alguns tipos de cancro

Uma equipa de cientistas da Universidade Tufts mostrou que o tomate pode ajudar a prevenir o cancro no fígado. Os resultados deste estudo foram publicados na revista Cancer Prevention Research em dezembro do ano passado.

Investigadores do Centro Jean Mayer de Pesquisa em Nutrição Humana e Envelhecimento estudam o efeito preventivo que alguns alimentos podem ter no desenvolvimento de cancro no pulmão, fígado e cólon.

O estudo examinou o licopeno, um antioxidante que confere a cor vermelha a várias frutas e verduras. A fonte mais rica de licopeno são os tomates. Outros alimentos, como a goiaba, a melancia, a toranja e o pimento vermelho também contêm licopeno, mas em concentrações muito mais baixas.

O estudo demonstrou que, graças a essa substância, a ingestão de tomate ajuda a reduzir o risco de padecer doenças cardiovasculares, osteoporose, diabetes e certos tipos de cancro, como cancro da próstata, pulmão, mama e cólon.

Comer apenas dois ou três tomates ou uma porção de molho de tomate em massa por dia é suficiente para obter a quantidade necessária de licopeno. A concentração de licopeno registada em tomate em pó é particularmente alta

Para demonstrar estas propriedades, os cientistas infetaram os ratos com carcinógeno hepáticos e alimentaram-nos com uma dieta pouco saudável, rica em gorduras, semelhante a uma dieta ocidental. Alguns receberam pó de tomate e outros não. Os investigadores avaliaram como o tomate em pó protegia os ratos do cancro.

Assim, pela primeira vez os cientistas mostraram que o tomate, devido ao seu alto teor de licopeno, pode efetivamente reduzir o risco de doença hepática gordurosa, inflamação e cancro no fígado causado pela dieta rica em gordura, disse Xiang-Dong Wang, diretor associado do Centro Jean Mayer para Pesquisa em Nutrição Humana e Envelhecimento, numa entrevista.

O investigador sublinhou que o tomate em pó aumentou a riqueza e diversidade do microbioma e impediu o crescimento excessivo de algumas bactérias relacionadas com a inflamação.

No entanto, os cientistas dizem que comer tomate é mais saudável do que comer apenas licopeno concentrado. “Observámos que o tomate em pó é mais eficaz do que a mesma dose de suplementos de licopeno purificado na prevenção do desenvolvimento de cancro no fígado”, disse Wang.

Isto pode ter a ver com os potenciais efeitos benéficos de outros nutrientes do tomate, como vitamina E, vitamina C, folato, minerais, compostos fenólicos e fibras alimentares.

Numa próxima etapa, os especialistas conduzirão testes com pessoas para entender melhor o papel do licopeno na redução do risco de desenvolver doenças no fígado.

ZAP //

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Gostei muito de saber que o tomate ajuda a prevenir alguns cancros, essa informação é super valiosa. Por exemplo na Itália, as pessoas comem muito molho de tomate com suas massas, então os homens lá tem menos câncer de próstata. Isso é magnífico. Encontrei algumas ofertas boas de tomate no folheto Lidl. Espero que possa ajudar a todos. Um abraço!

RESPONDER

A cordilheira Kong nunca existiu, mas esteve nos mapas durante um século

A cordilheira Kong nunca existiu, mas esteve durante 100 anos em muito dos principais mapas do continente africano. Acabaria por ser um militar francês, que explorou o rio Níger, a acabar com este "fantasma da …

"Continua a pairar perigosamente". Relógio do Juízo final mantém-se a 100 segundos do Apocalipse

A Humanidade nunca esteve tão perto do Apocalipse, alertam os cientistas responsáveis pelo "Relógio do Juízo Final", que decidiram mantê-lo na mesma posição do ano passado, a 100 segundos da meia-noite. O relógio, que é uma …

A primeira bateria doméstica de hidrogénio armazena três vezes mais energia do que uma da Tesla

Para usar energia solar doméstica, é preciso gerar energia quando o Sol brilha e armazená-la quando não aparece. Para isto, as pessoas usam normalmente sistemas de bateria de lítio. Porém, a empresa australiana Lavo construiu …

Um oásis LGBTQ, Budapeste é posto à prova pelo populismo e pela pandemia

Budapeste é um oásis para a comunidade LGBTQ, mas a cena drag da capital húngara vê-se ameaçada pela pandemia de covid-19 e pelas políticas conservadoras e populistas de Viktor Orbán. Durante muitos anos, Budapeste desfrutou a …

Coreia do Sul "ressuscitou" voz de uma superestrela. Chovem preocupações éticas

Pela primeira vez em 25 anos, a distinta voz da superestrela sul-coreana Kim Kwang-seok será ouvida na televisão nacional. O famoso cantor folk morreu em 1996. De acordo com a CNN, a emissora nacional da Coreia …

Maioria dos países africanos só terá vacinação em massa a partir de 2023

A maioria dos países africanos só terá imunização em massa a partir de 2023, segundo previsão da The Economist Intelligence Unit, que admite que, com o evoluir da pandemia, muitos dos países mais frágeis possam …

Mulher que "morreu" com covid-19 aparece viva 10 dias após funeral

Uma mulher de 85 anos ficou infetada com covid-19 num lar na Galiza, em Espanha. A 13 de janeiro a família de Rogelia Blanco recebeu a informação do lar de que a mulher tinha falecido. …

Familiares de vítimas na China pressionadas a não falar com OMS

As autoridades chinesas estão a pressionar as famílias das primeiras vítimas da covid-19 para que não entrem em contacto com os investigadores da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Wuhan, segundo familiares dos falecidos. Mais de …

Falsas vacinas à venda na Internet são grande risco para a saúde

Embora milhões de pessoas tenham sido já vacinadas contra a covid-19 nos países ricos, proliferam as fraudes na Internet com fármacos falsos que representam um grande risco para a saúde, alertaram peritos das Nações Unidas. As …

Voto prévio no Senado aponta para absolvição de Trump

Na terça-feira, 45 dos 50 republicanos no Senado votaram contra a continuidade do julgamento ao ex-Presidente Donald Trump, considerando inconstitucional que um chefe de Estado que já terminou o mandato seja julgado no Congresso. De acordo …