O MAAT faz 3 anos (e a entrada é gratuita entre esta sexta-feira e domingo)

mompl / Flickr

Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa.

O Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa, festeja aniversário com um fim de semana alargado de portas abertas, atividades para famílias e quatro novas exposições.

Um cine-concerto de Legendary Tigerman, visitas gratuitas e oficinas para famílias vão marcar três dias de celebrações, entre esta sexta-feira e domingo, pelo 3.º aniversário do Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa. De acordo com o museu, o terceiro aniversário será festejado com um fim de semana alargado de portas abertas, atividades para famílias e quatro novas exposições.

Legendary Tigerman apresenta-se esta sexta-feira, às 19h00, para um cine-concerto e está prevista uma performance de Alice Joana Gonçalves, com Daddy G. para sábado, dia do aniversário do museu, enquanto o jazz à beira-rio encerra o programa de festas.

Durante o fim de semana alargado com entradas gratuitas há oficinas para famílias, visitas às exposições, sessões para públicos invisuais ou baixa visão, e o Arquitetura em Curtas: Festival de Curtas Metragens sobre Arquitetura.

Além deste programa, serão inauguradas novas exposições, nomeadamente “Anima Vectorias”, da artista Angela Bulloch, que terá uma instalação concebida para a Galeria Oval do MAAT, compreendendo trabalhos em vídeo, com múltiplas projeções, animações 3D, avatares e dispositivos de realidade virtual. Esta exposição estará patente até 20 de abril de 2020, com curadoria de Inês Grosso e João Ribas.

“Economia de Meios” é outra das exposições, está no âmbito da 5.ª edição da Trienal de Arquitetura de Lisboa, com o título “A Poética da Razão”. Nesta mostra é proposta uma tipologia das formas pelas quais a economia de meios se exerceu até agora, e questiona as formas através das quais ela se poderia exercer atualmente, segundo uma descrição do museu.

Com curadoria de Éric Lapierre, ficará patente até 13 de janeiro de 2020. “Ama como a Estrada Começa”, de João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira, é um trabalho inédito pensado para a Project Room do MAAT, e assume-se como “uma reflexão sobre espaços de controlo e dissidência dos corpos”. Esta mostra – patente até 20 de abril de 2020 – tem curadoria de Inês Grosso.

“Dreamers Never Learn”, de Vasco Barata, transforma o espaço expositivo numa instalação em que os visitantes são imersos num ambiente urbano semiabandonado. “O espaço será fisicamente ‘ocupado’ e, ao mesmo tempo, mostrará as repercussões de uma cheia e respetivos despojos”, segundo o museu, que acolhe esta exposição até 27 de janeiro de 2020, com curadoria de Carolina Grau.

Inaugurado em 4 de outubro de 2016, o MAAT é um museu de arte contemporânea em Lisboa, que cruza também a arquitetura e a tecnologia, situado na zona de Belém, junto ao rio Tejo, criado pela Fundação EDP. O museu compreende as instalações da antiga Central Tejo – ex-Museu da Eletricidade.

O novo edifício, desenhado pela arquiteta britânica Amanda Levete, do ateliê AL_A, foi inaugurado a 4 de outubro de 2016, sob a direção do arquiteto Pedro Gadanho, substituído este ano pela italiana curadora e crítica de arte Beatrice Leanza.

O MAAT ocupa uma área de 38 mil metros quadrados e é parte integrante da Fundação EDP, que pertence ao Grupo EDP – Energias de Portugal.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Acusada de queimada que terá originado fogo no Pinhal de Leiria rejeita acusação

A mulher acusada de ter sido autora de uma queimada cujo reacendimento terá contribuído para os incêndios de outubro de 2017 no Pinhal de Leiria garantiu esta quinta-feira ao Tribunal de Alcobaça que estava a …

"Não sou condicionável por coisa nenhuma". Tomás Correia diz que não sai do Montepio

O presidente da Associação Mutualista Montepio Geral (AMMG), António Tomás Correia, afirmou esta quinta-feira que não é “condicionável por coisa nenhuma”, recusou estar a ser afastado da mutualista e reiterou que não sairá no dia …

Ministra da Saúde quer enfermeiro de família para todos os portugueses

A ministra da Saúde, Marta Temido, quer que todos os portugueses tenham um enfermeiro de família atribuído até ao final da próxima legislatura, à semelhança da meta traçada para os médicos de família. Na abertura do …

Rei de Marrocos indulta jornalista marroquina condenada por aborto

O rei de Marrocos, Mohamed VI, indultou a jornalista Hajar Raissouni, recentemente condenada a um ano de prisão por "aborto ilegal" e "relações sexuais fora do casamento", segundo um comunicado oficial. A mulher, de 28 anos, …

Morreu Elijah Cummings, um dos democratas que investigava Trump

O congressista norte-americano Elijah Cummings, uma das figuras do Partido Democrata mais respeitadas na oposição pela sua frontalidade e por acalmar protestos violentos e desentendimentos entre adversários, morreu esta quinta-feira, aos 68 anos. A notícia da …

Risco de pobreza em Portugal é o mais baixo de sempre. Mas há 330 mil menores em risco

O ano de 2017 trouxe melhorias às condições de vida da população, com o risco da pobreza a atingir 17,3% dos residentes em Portugal. É a taxa mais baixa desde que este indicador é tratado, …

Maria Martins conquista bronze nos Europeus de ciclismo de pista

Maria Martins venceu nesta quarta-feira a medalha de bronze no “scratch” feminino dos Europeus de ciclismo de pista, que nesta quarta-feira arrancaram em Apeldoorn, na Holanda. Depois de várias medalhas em Europeus sub-23, a ciclista de …

Carlos César: Firmar um acordo com o Bloco descriminaria os restantes partidos de esquerda

O dirigente socialista Carlos César mostrou-se esta quarta-feira confiante que o novo Governo será para quatro anos, considerando ainda que firmar um acordo com o Bloco de Esquerda seria discriminar os restantes partidos de esquerda. …

Médico que deixou bebé nascer sem rosto tem quatro processos na Ordem

O obstetra que não detetou malformações graves num bebé que acabou por nascer sem rosto no início deste mês, em Setúbal, tem quatro processos em curso no conselho disciplinar da Ordem dos Médicos. A informação foi …

Tensão na Catalunha afeta realização do Barcelona-Real Madrid

A violência dos protestos na Catalunha está a fazer com que a Liga e a Federação de futebol espanholas repensem a ideia de o clássico entre Barcelona e Real Madrid se realizar em Camp Nou. O …