O MAAT faz 3 anos (e a entrada é gratuita entre esta sexta-feira e domingo)

mompl / Flickr

Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa.

O Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa, festeja aniversário com um fim de semana alargado de portas abertas, atividades para famílias e quatro novas exposições.

Um cine-concerto de Legendary Tigerman, visitas gratuitas e oficinas para famílias vão marcar três dias de celebrações, entre esta sexta-feira e domingo, pelo 3.º aniversário do Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa. De acordo com o museu, o terceiro aniversário será festejado com um fim de semana alargado de portas abertas, atividades para famílias e quatro novas exposições.

Legendary Tigerman apresenta-se esta sexta-feira, às 19h00, para um cine-concerto e está prevista uma performance de Alice Joana Gonçalves, com Daddy G. para sábado, dia do aniversário do museu, enquanto o jazz à beira-rio encerra o programa de festas.

Durante o fim de semana alargado com entradas gratuitas há oficinas para famílias, visitas às exposições, sessões para públicos invisuais ou baixa visão, e o Arquitetura em Curtas: Festival de Curtas Metragens sobre Arquitetura.

Além deste programa, serão inauguradas novas exposições, nomeadamente “Anima Vectorias”, da artista Angela Bulloch, que terá uma instalação concebida para a Galeria Oval do MAAT, compreendendo trabalhos em vídeo, com múltiplas projeções, animações 3D, avatares e dispositivos de realidade virtual. Esta exposição estará patente até 20 de abril de 2020, com curadoria de Inês Grosso e João Ribas.

“Economia de Meios” é outra das exposições, está no âmbito da 5.ª edição da Trienal de Arquitetura de Lisboa, com o título “A Poética da Razão”. Nesta mostra é proposta uma tipologia das formas pelas quais a economia de meios se exerceu até agora, e questiona as formas através das quais ela se poderia exercer atualmente, segundo uma descrição do museu.

Com curadoria de Éric Lapierre, ficará patente até 13 de janeiro de 2020. “Ama como a Estrada Começa”, de João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira, é um trabalho inédito pensado para a Project Room do MAAT, e assume-se como “uma reflexão sobre espaços de controlo e dissidência dos corpos”. Esta mostra – patente até 20 de abril de 2020 – tem curadoria de Inês Grosso.

“Dreamers Never Learn”, de Vasco Barata, transforma o espaço expositivo numa instalação em que os visitantes são imersos num ambiente urbano semiabandonado. “O espaço será fisicamente ‘ocupado’ e, ao mesmo tempo, mostrará as repercussões de uma cheia e respetivos despojos”, segundo o museu, que acolhe esta exposição até 27 de janeiro de 2020, com curadoria de Carolina Grau.

Inaugurado em 4 de outubro de 2016, o MAAT é um museu de arte contemporânea em Lisboa, que cruza também a arquitetura e a tecnologia, situado na zona de Belém, junto ao rio Tejo, criado pela Fundação EDP. O museu compreende as instalações da antiga Central Tejo – ex-Museu da Eletricidade.

O novo edifício, desenhado pela arquiteta britânica Amanda Levete, do ateliê AL_A, foi inaugurado a 4 de outubro de 2016, sob a direção do arquiteto Pedro Gadanho, substituído este ano pela italiana curadora e crítica de arte Beatrice Leanza.

O MAAT ocupa uma área de 38 mil metros quadrados e é parte integrante da Fundação EDP, que pertence ao Grupo EDP – Energias de Portugal.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O robô humanóide Pepper tem uma nova missão: garantir que toda a gente usa máscara

O robô humanóide Pepper já faz atendimento ao cliente, fornecimento de informações em estações de comboio, venda de smartphones e anotação de pedidos na Pizza Hut. Agora, tem uma nova missão de saúde pública: determinar …

Leipzig 2-1 Atlético | Alemães ganham asas e passam às “meias”

O 2.º semi-finalista desta edição da Liga dos Campeões está encontrado. Na noite desta quinta-feira em Alvalade, o Leipzig venceu o Atlético de Madrid por 2-1 e assegurou uma presença inédita nas meias-finais da prova …

EUA apreendem 1,6 milhões de euros em criptomoedas de organizações terroristas

O Departamento da Justiça dos Estados Unidos apreendeu 2 milhões de dólares (1,6 milhões de euros) em contas de criptomoedas que vários grupos, incluindo a Al-Qaida e o grupo ‘jihadista’ Estado Islâmico (EI), utilizavam para …

"Janelas de Vinho". Itália ressuscita tradição do tempo da peste

Centenas de bares e restaurantes italianos "ressuscitaram" a tradição antiga das chamadas "Janelas de Vinho" durante a pandemia de covid-19, tentando assim servir os seus clientes com o mínimo contacto pessoal. A tradição remonta aos …

Um dos maiores telescópios do mundo ficou gravemente danificado devido a um cabo partido

O radiotelescópio de Arecibo, um ícone da busca para entender o Universo, sofreu graves danos como resultado do rompimento de um cabo. A causa da quebra e quanto tempo o telescópio demorará a ser consertado …

Pumpkin Island já custou 78 dólares. Agora pode comprá-la por 17 milhões

Se ainda não decidiu onde passar férias fica aqui uma dica: uma ilha privada na costa da Austrália está à venda por 17 milhões de dólares (cerca de 14,5 milhões de euros). A Pumpkin Island …

Desaparecem oito mulheres por dia no Peru, mais três do que antes da pandemia

O número de mulheres desaparecidas no Peru, um fenómeno endémico no país, subiu de cinco por dia, em média, para oito, desde a quarentena decretada para travar a pandemia de covid-19, indicou o provedor de …

EUA já gastaram quase tanto com a covid-19 como com a II Guerra Mundial

Até ao momento, os Estados Unidos da América gastaram quase tanto com a pandemia de covid-19 como gastaram com a II Guerra Mundial. A Segunda Guerra Mundial travou-se entre 1939 e 1945 e deixou milhões de …

Sporting recusou proposta de 32 milhões por Joelson Fernandes

O Sporting CP rejeitou uma proposta de 32 milhões de euros do Arsenal por Joelson Fernandes. Os 'leões' pedem 45 milhões pelo jovem extremo de 17 anos. Continua o leilão pela promessa sportinguista Joelson Fernandes. Depois …

CIA tentou desenvolver um "drone-pássaro" nuclear para espiar a União Soviética na Guerra Fria

Durante a Guerra Fria, a CIA tentou desenvolver um drone nuclear do tamanho de um pássaro para espiar a União Soviética e outros países do bloco comunista. Porém, o projeto nunca foi concluído. De acordo com …