O “contabilista de Auschwitz” foi condenado a quatro anos de prisão aos 94 anos

Tobias Schwarz / Pool / EPA

Oskar Groening, o “guarda-livros de Auschwitz”

Um tribunal alemão condenou esta quarta-feira um antigo oficial do regime Nazi, conhecido como “guarda-livros de Auschwitz”, a quatro anos de cadeia, naquele que é esperado ser um dos últimos julgamentos do Holocausto.

Oskar Groening, de 94 anos, mostrou-se impassível enquanto o juiz, Franz Kompisch, lia o veredito: “o arguido é considerado culpado de ser cúmplice de homicídio em 300 mil casos legalmente ligados de judeus deportados que foram enviados para as câmaras de gás em 1944.

Groening serviu de “guarda-livros” no campo de extermínio da Polónia ocupada pelos nazis, onde categorizava e contava dinheiro de diferentes moedas europeias, tirado aos que foram mortos ou usados como escravos de trabalho. O dinheiro era, posteriormente, enviado para os chefes nazis, em Berlim.

A sentença foi maior do que os três anos e meio que os promotores exigiram no tribunal no norte da cidade de Luneburgo, Alemanha, que julgava o caso desde abril passado.

Groening teve, na terça-feira, a última oportunidade para declarar em tribunal que estava “arrependido” e que “lamentava muito” o sucedido no campo de concentração, dizendo aos juízes que “ninguém devia ter participado em Auschwitz”.

“Eu sei disso. Sinceramente arrependo-me de não ter tido essa perceção mais cedo e mais consistentemente. Estou muito arrependido”, disse, com “voz vacilante”.

Um grupo de sobreviventes do Holocausto declarou, em comunicado após o veredicto, que se congratulava “com a condenação de Oskar Groening”, classificando-a como “um passo tardio em direção à justiça”.

Groening testemunhou em abril passado, e de novo este mês, que estava tão horrorizado com os crimes que presenciou no campo após a sua chegada em 1942, que apelou três vezes aos seus superiores hierárquicos para ser transferido para a frente de combate, o que não aconteceu até ao outono de 1944.

Groening reconheceu a “culpa moral”, mas disse que só o tribunal poderia pronunciar-se sobre a sua culpa legal, sete décadas após o fim do Holocausto.

Cerca de 1,1 milhões de pessoas, a maior parte judeus europeus, morreram entre 1940 e 1945 no campo de Auschwitz-Birkenau, antes de este ser libertado pelas forças soviéticas.

/Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Exactamente. Nao é justiça. Isso é vingança… Se formos agora julgar os judeus que assassinaram palestinianos ou que assistiram e não fizeram nada, não vai sobrar um….

  2. A pensar deste modo, Goering, Joseph Mengele, Joseph Goebbels, Rudolph Hess e demais pandilha eram meninos de coro que coitados, não sabiam o que faziam… Uma das maiores atrocidades do seculo XX! Em todas as eras houve perseguição, morte e expulsão de judeus… que eram basicamente comerciantes, alguns dos quais com fortunas e bens consideráveis… tão velho como o mundo o amor ao dinheiro e inveja! A religião e a politica vêm por arrasto. Com Hitler não foram só judeus, foram também os deficientes, ciganos e homossexuais. Houve experiências médicas horripilantes com mulheres grávidas, esventradas, com gémeos, crianças violentadas e Muito mais. Sim, devem ser todos castigados. Todos sabiam o que se passava, mesmo este contabilista, mas a fome de poder e o medo. Sim, não foram só as altas patentes, mesmo quem denunciava familias judias deviam ser entregues á justiça. A fome de dinheiro e poder fazem o resto! Debaixo do sol continua a não haver nada de novo…

RESPONDER

Cientista sugere construir abrigos em Marte com polímeros de insetos e solo marciano

Um cientista da Universidade de Tecnologia e Design de Singapura desenvolveu uma tecnologia à base de quitina que poderia ser utilizada para produzir ferramentas e abrigos marcianos. Javier Fernandez e os seus colegas utilizaram substâncias químicas …

Mergulhadores terão encontrado o USS Grenadier, um submarino norte-americano perdido na 2.ª Guerra

O submarino norte-americano USS Grenadier, perdido durante a II Guerra Mundial, terá sido encontrado por mergulhadores no estreito de Malaca, perto da Tailândia. Os mergulhadores acreditam ter encontrado no estreito de Malaca, a 150 quilómetros a …

Justiça angolana manda encerrar todos os templos da IURD em Angola

A justiça angolana ordenou o encerramento e apreensão de todos os templos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Angola, estando o processo de selagem a ser feito “de forma gradual”, disse à …

"Reality show" afirma que vai enviar concorrente à Estação Espacial Internacional

Space Hero, uma unidade de produção com sede nos Estados Unidos que afirma ser a "primeira empresa de media espacial", alega que garantiu um lugar numa missão da SpaceX para a Estação Espacial Internacional de …

Oceanbird: O navio movido a energia eólica que vai revolucionar a indústria da navegação

A transportadora Oceanbird deverá transportar 7 mil carros e será movido a energia eólica, e por isso deverá tornar o processo de deslocação de veículos mais sustentável. De acordo com um relatório do The Driven, um …

"Esqueceu-se disto". Parque Nacional na Tailândia envia lixo deixado pelos visitantes por correio

Se deitar lixo ao chão no Parque Nacional Khao Yai, na Tailândia, esse mesmo lixo será enviado de volta para sua casa. Os infratores também serão registados na polícia local. O Parque Nacional Khao Yai, no …

Banco britânico HSBC permitiu branqueamento de esquema de Ponzi de milhões de dólares

O banco britânico HSBC permitiu que fossem transferidos milhões de dólares para todo o mundo de forma fraudulenta, mesmo depois de ter tomado conhecimento da fraude, de acordo com documentos secretos revelados, divulgou hoje a …

Este é o primeiro aeroporto 5 estrelas do mundo devido aos seus protocolos contra covid-19

A Skytrax, órgão que examina e classifica aeroportos em todo o mundo, costuma chamar a atenção do setor pelo menos uma vez por ano, durante a sua cerimónia de prémios. Este ano, o World Airline Awards, …

Há alguma ligação entre stress, insónias e sistema imunitário? Estudo americano sugere que sim

Um estudo realizado por neuro-cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, sugere que poderá existir uma relação entre o stress, as insónias e um fraco sistema imunitário. Investigadores do laboratório Cold Spring Harbor e da …

Governador das Filipinas diz que cantores de karaoke prejudicam combate à pandemia

Um governador de uma província das Filipinas voltou a sua atenção para um grupo de pessoas que, segundo ele, estão a prejudicar a luta contra a pandemia: cantores de karaoke. Numa publicação no Facebook na madrugada …