O “contabilista de Auschwitz” foi condenado a quatro anos de prisão aos 94 anos

Tobias Schwarz / Pool / EPA

Oskar Groening, o “guarda-livros de Auschwitz”

Um tribunal alemão condenou esta quarta-feira um antigo oficial do regime Nazi, conhecido como “guarda-livros de Auschwitz”, a quatro anos de cadeia, naquele que é esperado ser um dos últimos julgamentos do Holocausto.

Oskar Groening, de 94 anos, mostrou-se impassível enquanto o juiz, Franz Kompisch, lia o veredito: “o arguido é considerado culpado de ser cúmplice de homicídio em 300 mil casos legalmente ligados de judeus deportados que foram enviados para as câmaras de gás em 1944.

Groening serviu de “guarda-livros” no campo de extermínio da Polónia ocupada pelos nazis, onde categorizava e contava dinheiro de diferentes moedas europeias, tirado aos que foram mortos ou usados como escravos de trabalho. O dinheiro era, posteriormente, enviado para os chefes nazis, em Berlim.

A sentença foi maior do que os três anos e meio que os promotores exigiram no tribunal no norte da cidade de Luneburgo, Alemanha, que julgava o caso desde abril passado.

Groening teve, na terça-feira, a última oportunidade para declarar em tribunal que estava “arrependido” e que “lamentava muito” o sucedido no campo de concentração, dizendo aos juízes que “ninguém devia ter participado em Auschwitz”.

“Eu sei disso. Sinceramente arrependo-me de não ter tido essa perceção mais cedo e mais consistentemente. Estou muito arrependido”, disse, com “voz vacilante”.

Um grupo de sobreviventes do Holocausto declarou, em comunicado após o veredicto, que se congratulava “com a condenação de Oskar Groening”, classificando-a como “um passo tardio em direção à justiça”.

Groening testemunhou em abril passado, e de novo este mês, que estava tão horrorizado com os crimes que presenciou no campo após a sua chegada em 1942, que apelou três vezes aos seus superiores hierárquicos para ser transferido para a frente de combate, o que não aconteceu até ao outono de 1944.

Groening reconheceu a “culpa moral”, mas disse que só o tribunal poderia pronunciar-se sobre a sua culpa legal, sete décadas após o fim do Holocausto.

Cerca de 1,1 milhões de pessoas, a maior parte judeus europeus, morreram entre 1940 e 1945 no campo de Auschwitz-Birkenau, antes de este ser libertado pelas forças soviéticas.

/Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Exactamente. Nao é justiça. Isso é vingança… Se formos agora julgar os judeus que assassinaram palestinianos ou que assistiram e não fizeram nada, não vai sobrar um….

  2. A pensar deste modo, Goering, Joseph Mengele, Joseph Goebbels, Rudolph Hess e demais pandilha eram meninos de coro que coitados, não sabiam o que faziam… Uma das maiores atrocidades do seculo XX! Em todas as eras houve perseguição, morte e expulsão de judeus… que eram basicamente comerciantes, alguns dos quais com fortunas e bens consideráveis… tão velho como o mundo o amor ao dinheiro e inveja! A religião e a politica vêm por arrasto. Com Hitler não foram só judeus, foram também os deficientes, ciganos e homossexuais. Houve experiências médicas horripilantes com mulheres grávidas, esventradas, com gémeos, crianças violentadas e Muito mais. Sim, devem ser todos castigados. Todos sabiam o que se passava, mesmo este contabilista, mas a fome de poder e o medo. Sim, não foram só as altas patentes, mesmo quem denunciava familias judias deviam ser entregues á justiça. A fome de dinheiro e poder fazem o resto! Debaixo do sol continua a não haver nada de novo…

RESPONDER

Felipe VI designa Sánchez como candidato a formar o próximo Governo

O Rei de Espanha designou, esta quarta-feira, em Madrid, o secretário-geral do PSOE e primeiro-ministro em funções como candidato a chefe do próximo Governo, anunciou a presidente do Parlamento. "Sua majestade o Rei [...] comunicou-me a …

No Porto, há um painel publicitário que recicla tanto ar como 230 árvores

O painel publicitário da Volvo, instalado na fachada de um prédio entre a Avenida da Boavista e a Rua 5 de Outubro, no Porto, é mais do que publicidade. A tela ajuda a reciclar o …

Governo recua e deixa cair proposta sobre perda de férias em caso de baixa prolongada

O Governo recuou e deixou cair a proposta apresentada aos sindicatos que previa que os funcionários públicos mais antigos que estivessem de baixa prolongada perdessem dias de férias, disse esta quarta-feira o líder da Fesap, …

Marta Temido recusa ser "refém" de Centeno e anuncia maior concentração de Urgências até ao verão de 2020

"Eu nunca me senti refém [de Mário Centeno]. Tenho alguma dificuldade nessa leitura. Este reforço de meios também permitirá injetar mais confiança no sistema e criar respostas. Mas não considero que tenho estado refém do …

IVA da luz. Proposta do Governo foi afastada há um ano porque "não tinha enquadramento legal"

Em 2018, o Bloco de Esquerda apresentou a proposta da taxa reduzida do IVA da luz para um primeiro escalão de consumo. O Governo não fez o pedido a Bruxelas - como fez agora -, …

Nenhum dos treinadores do FC Porto ou Belenenses relatou agressões à PSP

Nem Sérgio Conceição nem Pedro Ribeiro mencionaram uma eventual agressão nas suas declarações à polícia. O treinador portista deverá ser ilibado de qualquer acusação. No domingo, os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e …

Estado não cumpre os requisitos mínimos que criou para os cuidados paliativos

A maioria das equipas de cuidados paliativos do SNS não tem cumprido os requisitos mínimos definidos pelo próprio Estado. Há uma grave falta de profissionais nesta área. Os cuidados paliativos em Portugal têm vindo a regredir …

Rússia diz que pode organizar os seus próprios Jogos Olímpicos

Na sequência da exclusão por quatro anos, anunciada na segunda-feira, a presidente do Parlamento russo sugeriu que o país pode organizar os seus próprios Jogos Olímpicos. A presidente do Parlamento russo, Valentina Matviyenko, afirmou que o …

Israel vai voltar às urnas. É a terceira eleição consecutiva em menos de um ano

Israel vai ter o terceiro ato eleitoral consecutivo em menos de um ano, estancado num bloqueio político e com um primeiro-ministro acusado de corrupção. Ao terminar à meia-noite de quarta-feira o prazo do Parlamento para eleger …

Benfica é cabeça-de-série no sorteio da Liga Europa

O Benfica será cabeça-de-série no sorteio dos 16-avos-de-final da Liga Europa, que está agendado para a próxima segunda-feira. Depois da vitória por 3-0 sobre o Zenit, que garantiu ao Benfica o apuramento para a Liga Europa, …