Norte-americana de 79 anos condenada a 10 dias de prisão por alimentar gatos de rua

Uma norte-americana de 79 anos foi condenada a 10 dias de prisão no estado de Ohio por violar os regulamentos locais que proíbem os moradores de Garfield Heights de alimentar cães e gatos vadios.

“É uma sentença muito duro pelo que estou a fazer”, disse Nancy Segula, em declarações ao canal FOX 8. A norte-americana explicou aos média internacionais que, depois da morte do marido passou a sentir-se sozinha e, por isso, começou a alimentar gatos que o seu vizinho deixou quando se mudou.

“Havia entre seis a oito gatos adultos e agora estão a nascer gatinhos (…) Sinto falta dos meus gatos. Morreram, o meu marido morreu. Sinto-me só. Os gatos e gatinhos ajudam-me”, confessou ao site cleveland.com.

Segula foi condenada depois de as autoridades receberem quatro denúncias. De acordo com a FOX 8, a norte-americana começou a alimentar os animais em 2017, tendo recebido a primeira advertência nesse mesmo ano.

A mulher chegou a ser multada em mais de 2000 dólares (1.794 euros) por alimentar gatos vadios e disse que no início não sabia da proibição municipal. “Os gatos continuam a vir a minha casa (…) Sinto-me mal e por isso dou-lhes algo para comer”.

O filho de Segula, Dave Pawlowski, não quis acreditar na sentença. “Tenho a certeza que as pessoas sabem das coisas que se passam naquela cadeia”, disse Pawlowski em declarações ao FOX 8, questionando: “E vão deixar a minha mãe de 79 anos ir para lá?”.

Segula tem de se apresentar na prisão no próxima dio 11 de agosto.

ZAP //

 

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

    • Não é coitadinha nenhuma!

      Se a senhora que já fora advertida e tinha pagado multa, adoptasse os gatos, os vacinasse e mantivesse em sua casa como animais de estimação, não teria sido condenada!

      Se um filho seu apanhasse toxoplasmose ou outra doença por via dos gatos, já não diria coitadinha da Sra….

      Aliás, mesmo sem transmissão de doenças, se fosse vizinha e eles fossem todos defecar no passeio da sua porta, anos seguidos, a sua opinião mudaria.

      Se a Sra. tivesse tido a ideia de alimentar guaxinis, ratazanas, cobras ou outros animais, menos “fofos” que nos EUA, se mantêm como estimação, a sua opinião seria diferente!

      A saúde pública é importante! As leis foram criadas por alguma razão…. e se após tanto tempo e advertência, a Sra. não as cumpre, deve ser punida!

      • Então e porque é que o Estado não toma conta desses animais?
        Será por esse motivo de “saúde pública” que também não permitem dar comida às pessoas sem abrigo?…Enfim, é o país da “Liberdade”.

        Se calhar por isso é que se vê a compaixão pelo outro a morrer nas pessoas…

  1. Esse Luís não sabe de nada….cresce assustadoramente o número de pessoas hostis a dor do outro….qual foi o grande crime que essa senhora cometeu?

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …