O aumento da neve derretida no inverno está a ameaçar os recursos hídricos

Com o rápido derretimento do gelo no inverno em toda a zona oeste, o perigo de incêndio e problemas na agricultura são cada vez mais iminentes, uma vez que os recursos hídricos se encontram ameaçados.

Os investigadores descobriram que, desde o final dos anos 1970, a fronteira do inverno com a primavera tem desaparecido lentamente.

Embora as estações com aumentos significativos de degelo se tenham registado principalmente em novembro e março, os especialistas perceberam que o degelo está a aumentar em todos os meses da estação fria – de outubro a março.

As novas descobertas, publicadas na Nature Climate Change a 5 de abril, têm implicações importantes para o planeamento de recursos hídricos.

A nova pesquisa descobriu que o derretimento antes do dia 1 de abril aumentou em quase metade das mais de 600 estações no oeste da América do Norte, numa média de 3,5% por década.

“Historicamente, os gestores de água usam o dia 1 de abril para distinguir inverno e primavera, mas essa distinção está a tornar-se cada vez mais confusa à medida que o degelo aumenta durante o inverno”, disse Noah Molotch, coautor do estudo.

A neve é a principal fonte de água e fluxo de riacho no oeste da América do Norte e fornece água para cerca de mil milhões de pessoas em todo o mundo.

No oeste, as montanhas nevadas atuam como torres de água, reservando água para o alto até que derreta, tornando-a disponível para as elevações mais baixas que precisam dela durante o verão, como um sistema de irrigação por gotejamento natural.

“Esse gotejamento lento da água de degelo que ocorre de forma confiável durante a estação seca é algo em que construímos toda a nossa infraestrutura hídrica no oeste”, disse Keith Musselman, autor do estudo. “Dependemos muito dessa água que desce nossos rios e riachos na estação quente entre julho e agosto”, acrescentou.

O facto de haver mais neve derretida no inverno está a mudar o tempo de entrada da água no sistema, ativando o sistema de irrigação por gotejamento natural com mais frequência no inverno, afastando-o do verão, explicam os especialistas.

Esta é uma grande preocupação para a gestão dos recursos hídricos e previsão de secas no oeste, que depende muito dos níveis de neve acumulada no final do inverno em março e abril.

A mudança no tempo de entrega de água também pode afetar as temporadas de incêndios florestais e as necessidades de irrigação agrícola, escreve o Phys.

Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Árbitro foi muito "benévolo" com o FC Porto

O golo de Taremi e a expulsão de Mbemba originaram protestos portugueses. Os espanhóis têm uma visão diferente. O Atlético de Madrid-FC Porto contou com duas boas equipas em campo e uma "que esteve menos bem", …

Buraco na camada de ozono ultrapassa o tamanho da Antártida

A dimensão do buraco na camada de ozono no hemisfério sul ultrapassou o tamanho da Antártida, continente com cerca de 14 milhões de quilómetros quadrados, anunciou hoje o serviço europeu Copernicus, de monitorização da atmosfera. “O …

Políticos e especialistas querem legalizar canábis (com impostos para prevenir o consumo)

Um grupo de 65 personalidades, entre especialistas médicos e ex-ministros, apela à legalização da canábis, considerando que é a melhor forma de prevenir o consumo desta droga, nomeadamente através dos impostos aplicados ao sector. Esta carta …

Mais 1062 casos e seis mortes por covid-19. Internamentos continuam em queda

Há actualmente 497 doentes internados, menos 30 pessoas do que no último balanço. Mais seis pessoas morreram de covid-19 nas últimas 24 horas. Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais seis mortes e mais 1062 casos …

Crescimento sustentado da economia dá margem ao Governo nas negociações para OE

Governo tem a seu favor uma evolução positiva das receitas fiscais, o que lhe deverá permitir metas mais ambiciosas de redução do défice ou, em alternativa, assumir mais medidas com impacto negativo no orçamento. O crescimento …

Portugal contratou mais professores, mas salários baixaram

Em ano de pandemia, um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) mostra as diferenças que existem nas carreiras dos professores na Europa e em Portugal. O reforço do número de professores no …

Afinal, a crise no transporte marítimo mundial não vai estragar o Natal - pelo menos em Portugal

O transporte de mercadorias está a desacelerar na Ásia e o aumento dos custos está a causar uma onda preocupação na distribuição. Porém, o problema não se deverá fazer sentir na época de Natal. A falta …

Líder do Estado Islâmico no Grande Saara morto por forças francesas

O Presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou esta madrugada que o líder do grupo terrorista "Estado Islâmico no Grande Saara" (EIGS), Adnan Abu Walid Sahraoui, foi "neutralizado" por forças militares francesas. "Trata-se de um novo grande sucesso …

Portugal vai ser o país europeu com mais escalões de IRS

Com o desdobramento do terceiro e do sexto escalão de IRS, Portugal será, a par do Luxemburgo, o país europeu com mais níveis na tabela de taxas de imposto. As mexidas nos escalões de IRS já …

Fisco enviou 50 mil notificações de IUC indevidas e vai anulá-las

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) identificou o envio de cerca de 50 mil notificações indevidas para pagamento do IUC, que serão anuladas. A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) identificou o envio de cerca de 50 …