Mutação genética de 700 milhões de anos explica origem de alguns órgãos humanos

Centre for Genomic Regulation

Mutação genética que ocorreu há 700 milhões de anos contribuiu para o desenvolvimento de certos órgãos do corpo humano.

Uma mutação genética que ocorreu há mais de 700 milhões de anos, no âmbito da evolução biológica, contribuiu para o desenvolvimento de certos órgãos e de estruturas complexas do corpo humano e de outros seres vertebrados.

Esta é a conclusão de um estudo científico liderado pelo professor Manuel Irimia, do Centro para a Regulação Genómica (CRG), organização internacional de pesquisa biomédica, e que foi publicado na revista Nature Communications.

A pesquisa fala de “um acaso no processo evolutivo, sem nenhum propósito biológico aparente”, que provocou esta mutação genética fundamental para o desenvolvimento da espécie humana como hoje a conhecemos.

A mutação terá ocorrido numa fase muito inicial da evolução biológica, após a separação do nosso grupo do grupo das anémonas do mar, explica o CRG num comunicado sobre a investigação.

Esse “erro aleatório” no processo de evolução “despoletou, milhares de anos mais tarde, a ligação entre duas redes reguladoras de genes” que se tornou “fundamental para a origem de muitos órgãos e estruturas de vertebrados“, nomeadamente, pulmões, ouvido interno e antebraços, explicam os investigadores.

A mutação facilitou a ligação da rede de genes envolvidos no desenvolvimento do embrião animal, designadamente um gene da família do Fgfr (receptores do factor de crescimento de fibroblastos) e a ESRP, uma família de proteínas reguladoras.

Estes genes, especialmente os da família da ESRP, controlam a forma como são codificadas as proteínas, para assumirem determinadas funções. São uma espécie de “interruptor molecular” que determina como é que as células se comportam e como interagem com as suas vizinhas, durante o desenvolvimento embrionário. Quando não estão presentes, o processo desenrola-se de forma diferente e as proteínas assumem outras funções.

Os investigadores estudaram “as funções dos genes ESRP durante a embriogénese de vários animais”, explica Manuel Irimia, citado pelo CRG.

“Os nossos resultados sugerem que estes genes fizeram parte de uma maquinaria genética antiga, partilhada por animais tão diferentes como peixes, ouriços-do-mar ou nós próprios, que controla a integração de certas células nos revestimentos dos órgãos em desenvolvimento”, explica.

“Este é um passo fundamental na formação de alguns órgãos e é o reverso do processo que é central à metástase do cancro, através do qual as células deixam o tumor para colonizar outras partes do corpo”, acrescenta o investigador.

Aquilo que “é surpreendente descobrir” é que “um único gene (ESRP), através do seu papel biológico ancestral (aderência celular e motilidade), tem sido usado em toda a escala animal para fins muito diferentes: do sistema imunitário de um equinodermo [grupo de animais marinhos que incluem as estrelas-do-mar] aos lábios, pulmões ou ouvido interno dos humanos”, refere, por seu turno, o professor Jordi Garcia-Fernàndez, da Universidade de Barcelona, também envolvido na pesquisa e igualmente citado pelo CRG.

Garcia-Fernàndez destaca que “a nova descoberta confirma quão versátil é a evolução biológica”, com “a mesma fundação e ferramentas genéticas” a poderem ser “usadas para construir uma cabana de madeira ou um arranha-céus“.

Mas aquilo que é verdadeiramente “excepcional”, nas conclusões da pesquisa, é “como o acaso é tão importante para a evolução”, conclui.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Este casaco foi desenhado para nos ajudar a dormir em qualquer lado

A britânica Vollebak lançou um casaco, inspirado nos astronautas, que facilita a ideia de poder dormir, literalmente, em qualquer lado. A pensar em todas aquelas pessoas que gostam de fazer uma sesta ou outra, independentemente do …

DJ Juice WRLD morre aos 21 anos

A estrela do hip-hop norte-americano Juice WRLD faleceu este domingo (8), depois de sofrer convulsões no Aeroporto de Midway, em Chicago, avança o TMZ. O rapper tinha feito 21 anos a 2 de dezembro. De acordo …

"A Favorita" arrebata prémios do cinema europeu

O filme "A Favorita", do realizador grego Yorgos Lanthimos, arrecadou oito prémios da Academia de Cinema Europeu, numa cerimónia realizada em Berlim. "A Favorita" conquistou, entre outros, os prémios de Melhor Filme Europeu, Melhor Comédia, Realização …

Belenenses 1-1 Porto | "Dragão" escorrega e deixa fugir líder

O FC Porto não foi além de um empate na visita ao Jamor, ante o Belenenses. André Santos abriu as “hostilidades” e Alex Telles, na marcação de uma grande penalidade, fixou o resultado final. Com esta …

Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro "Anais" de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta. Na análise a uma tradução de século …

Hashtags políticas como #MeToo tornam as pessoas menos propensas a acreditar em notícias

Tendem a passarem despercebidas, mas as hashtags são mais importantes do que julgamos. A questão que se impõe é: serão benéficas para a saúde democrática da Internet? Uma hashtag (#) é uma marca funcional, amplamente usada …

Sporting 1-0 Moreirense | "Leão" resolve à cabeçada

O Sporting regressou às vitórias na Liga NOS, embora não sem sentir algumas dificuldades, em especial no ataque. Os "leões" bateram o Moreirense por 1-0, numa partida em que remataram muito (28, máximo na Liga até …

Orçamento do Estado. "Sentido de voto do BE está completamente em aberto"

A coordenadora do BE afirmou, este domingo, que o sentido de voto do partido sobre o Orçamento do Estado para 2020 está "completamente em aberto", desejando que o Governo socialista atenda às reivindicações bloquistas. "Fizemos uma …

João Cotrim Figueiredo eleito presidente da Iniciativa Liberal com 96% dos votos

João Cotrim Figueiredo foi eleito, este domingo, presidente da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal, uma candidatura única que recolheu 96% dos votos na III Convenção Nacional do partido. A III Convenção Nacional do partido decorre hoje …

Inteligência artificial decifra manuscrito que pode mudar história da Austrália

A Terra Australis Incognita, hoje conhecida como Austrália, foi descrita por um jesuíta espanhol quase cem anos antes da descoberta em 1770 pelo marinheiro britânico James Cook, segundo um manuscrito decifrado através de inteligência artificial. A …