Morreu o médico José Eduardo Pinto da Costa, irmão do presidente do FC Porto

Praça da Alegria / Facebook

O médico José Eduardo Pinto da Costa

O especialista em medicina legal José Eduardo Pinto da Costa morreu esta quarta-feira, aos 87 anos, confirmou o Futebol Clube do Porto.

“Morreu hoje [quarta-feira], aos 87 anos de idade, o médico e professor universitário José Eduardo Pinto da Costa, antigo membro do corpo clínico do FC Porto e irmão do presidente Jorge Nuno Pinto da Costa”, pode ler-se num comunicado publicado pelo clube.

As cerimónias fúnebres realizam-se esta quinta-feira, a partir das 17h00, na igreja de Cedofeita, no Porto.

O comunicado acrescenta que, “num momento tão difícil, o FC Porto solidariza-se com os familiares e amigos de José Eduardo Pinto da Costa e endereça-lhes sentidas condolências”.

José Eduardo Pinto da Costa “era o mais velho de seis irmãos e desenvolveu uma importante carreira no domínio da medicina legal”, pode ler-se na mesma nota.

Formado pela Universidade do Porto, foi professor da Faculdade de Medicina e do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), com o estatuto de professor catedrático, além de diretor do Instituto de Medicina Legal do Porto.

“Ligado ao desporto desde muito jovem, foi praticante de futebol no Futebol Clube de Infesta e dirigente das federações de hóquei em campo e de boxe. Era, além disso, adepto do FC Porto, tendo sido pela mão deste irmão que Jorge Nuno Pinto da Costa assistiu pela primeira vez a um jogo do clube, em 1945, frente ao Braga, no velho Campo da Constituição.”

O médico legista também costumava ser presença habitual no programa “Praça da Alegria”, da RTP. Nas redes sociais, o programa já lamentou esta perda.

“Hoje o nosso dia está mais cinzento porque perdemos um grande amigo. José Eduardo Pinto da Costa, também conhecido como Professor Pinto da Costa, deixou-nos ontem aos 87 anos. Ficam as recordações dos nossos encontros, da sua personalidade cativante e o inquestionável contributo para a Medicina Legal.
Descanse em paz, amigo!”, pode ler-se.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.