Morreu Charlie Haden, o contrabaixista americano que gravou Grândola

nadworks / Flickr

O contra-baixista americano Charlie Haden com John Taylor

O contrabaixista americano Charlie Haden com John Taylor

O contrabaixista norte-americano Charlie Haden, 76 anos, que gravou a “Grândola” e compôs com Carlos Paredes, morreu esta sexta-feira, em Los Angeles, anunciou a editora do músico, a discográfica alemã ECM.

“É com profundo pesar que anunciamos que Charlie Haden, nascido a 06 de agosto de 1937, em Shenandoah, Iowa, morreu esta sexta-feira, às 10:11, hora do Pacífico [18:11, em Portugal Continental], após doença prolongada”, lê-se no comunicado divulgado pela ECM Records, na sexta-feira à noite.

Charlie Haden atuou pela primeira vez em Portugal, no primeiro Cascais Jazz, em novembro de 1971, tendo saudado os movimentos de libertação de Angola, Guiné-Bissau, Cabo Verde e Moçambique, a quem dedicou a interpretação de “Song for Che”, que compôs.

Em 1983, no disco “The Ballad of the Fallen”, gravou a sua versão de “Grândola, vila morena”, de José Afonso. Sete anos mais tarde, em 1990, o disco “Dialogues” (“Diálogos”) dava corpo à parceria encetada com o guitarrista português Carlos Paredes.

 

Com uma carreira de mais de meio século, Charlie Haden trabalhou com músicos de jazz como Ornette Coleman, Keith Jarrett, Dizzy Gillespie, Lee Konitz ou Joe Henderson, Alice Coltrane, Paul Motian, com quem criou “For a free Portugal”, e Carla Bley, com quem gravou “Grândola”, entre muitos outros.

Cresceu no Missouri e estreou-se muito cedo, com pais e irmãos, a cantar “country” e “western”, numa rádio local de Springfield. Descobriu o jazz com os concertos da série “Jazz at the Philharmonic”, do promotor Norman Granz, que chegaram a toda a América do Norte.

Em 1957, mudou-se para Los Angeles, à procura de Hampton Hawes, um dos protagonistas do “bebop”, com quem acabaria por trabalhar, enquanto frequentava o Westlake College of Music. Data dessa época o encontro com Paul Bley e Art Pepper.

Na viragem para a década de 1960, passou a fazer parte do quarteto do saxofonista Ornette Coleman, que o levaria até Nova Iorque e ao álbum “The Shape of Jazz to Come” (“A forma do jazz por vir”). Suceder-se-iam, os primeiros encontros com Keith Jarrett, Dewey Redman, Don Cherry, Ed Blackwell, parceiros que ficariam para a vida, como a perspetiva de vanguarda.

volume12 / Flickr

O contra-baixista americano Charlie Haden

O contra-baixista americano Charlie Haden

Foi com Coleman que se apresentou no primeiro Cascais Jazz, o festival organizado por Luís Villas-Boas, com colaboração de João Braga, fadista, e Hugo Lourenço.

A vinda a Portugal, inicialmente, não seduzia Haden, mas a possibilidade de um protesto, em Cascais, em plena ditadura, decidiu a sua presença no país.

Haden lembrou os pormenores do caso à jornalista norte-americana Amy Goodman, no programa Democracy Now, da rede radiofónica Pacifica, em 2006. Segundo o contrabaixista, depois da dedicatória aos movimentos de libertação, o público de Cascais reagiu favoravelmente.

O concerto realizou-se a 20 de novembro de 1971. No dia seguinte, Haden foi impedido de viajar.

Detido pela PIDE, a polícia política da ditadura, foi levado à prisão e interrogado. Acabaria em liberdade, após intervenção do adido cultural dos Estados Unidos em Lisboa, como se pode ler na internet, no sítio do programa da jornalista que também acompanhou o processo de independência de Timor-Leste.

Foi no início da década de 1970, que Charlie Haden criou a Liberation Music Orchestra, com a pianista Carla Bley. O primeiro disco evocava a Guerra Civil de Espanha, fonte de resistência e de inspiração a que ambos regressariam em “The Ballad of the Fallen”, álbum que cruza “Grândola” com “O povo unido”, “La Pasionaria” e originais de Haden e Bley, entre outros temas.

Ao longo das décadas seguintes, multiplicou o trabalho com protagonistas do jazz, como Gary Peacock e Jack DeJohnette, Hank Jones, Billy Higgins e Kenny Barron, Jan Garbarek e Egberto Gismonti, Pat Metheny, Geri Allen ou Gonzalo Rubalcaba.

Arriscou parcerias com outras expressões musicais, como o trabalho com a norte-americana Rickie Lee Jones (“Pop pop pop”) ou o guitarrista português Carlos Paredes.

Gravou perto de duas centenas de álbuns, entre aqueles em que participou e os que liderou (perto de meia centena), à frente dos seus diferentes projetos – Quartet West, The Montreal Tapes, Old and New Dreams, além da Liberation Music Orchestra.

Atuou por diversas vezes em Portugal, com diferentes formações, nomeadamente no Jazz em Agosto, da Fundação Calouste Gulbenkian, e em Cascais, onde voltou após o 25 de Abril.

Entre outros prémios, recebeu três Grammy, o mais recente em 2004, pelo álbum “Land of the sun”.

Na tarde de sexta-feira, morreu em Los Angeles.

A seu lado tinha “Ruth Cameron, com quem vivia há mais de 30 anos, e os seus filhos”, os músicos Josh, Tanya, Rachel e Petra Haden, como o comunicado da ECM faz questão de sublinhar.

A 17 de junho, era editado o novo álbum do contrabaixista, um disco de “standards”, em parceria com o pianista Keith Jarrett: “Last Dance”, “Última dança”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A forma mais simples (e inovadora) de ensinar genética é... com gomas

Se um ursinho de goma vermelho tiver um filho com outro ursinho de goma amarelo, que percentagem de vermelho e amarelo terá o bebé? De acordo com um neurocientista esta poderá ser a forma perfeita …

Videojogo "The Sims 3" usado para estudar como é que psicopatas atacam as suas vítimas

Um novo estudo baseou-se no videojogo "The Sims 3" para estudar a forma como os psicopatas escolhem e atacam as suas vítimas. "The Sims" é uma série de videojogos de simulação de vida real, cujo primeiro …

"Realidade mista". Hologramas podem mudar a forma como visitamos os museus

Para milhões de crianças, ser arrastado para um museu é uma experiência dolorosa. Porém, isso pode mudar com o desenvolvimento de uma nova tecnologia de “realidade mista” (RM). A nova tecnologia de “realidade mista” (RM) pode …

Bunker nuclear da Guerra Fria à venda no Reino Unido

Um bunker da Guerra Fria localizado perto de St Agnes em Cornwall, Reino Unido, está à venda na Rightmove, o maior portal imobiliário do Reino Unido. De acordo com o jornal britânico Mirror, o bunker, …

SL Benfica 1-1 CD Nacional | Insulares apagam a luz às "águias"

O Benfica voltou a escorregar e soma três jogos consecutivos sem vencer após o empate no Dragão e a derrota diante do Braga. Na tarde desta segunda, a equipa de Jorge Jesus não foi além …

Partido das FARC muda de nome para romper com o seu passado violento

O partido político das FARC deu um novo passo, este domingo, para romper com o seu passado violento, ligado à sigla das antigas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, passando a ser denominado Comunes. O nome Comunes …

Primeiro-ministro italiano vai apresentar demissão

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, vai apresentar a sua demissão na terça-feira, devido à falta de apoio à sua coligação parlamentar, após a crise provocada pelo abandono do partido Itália Viva, de Matteo Renzi. Conte apresentará …

Número de desempregados voltou a subir em todo o país

O número de inscritos nos centros de emprego nacionais voltou a aumentar em dezembro, com 85% dos concelhos de Portugal Continental a ver os seus níveis de desemprego aumentar desde o início da pandemia, revelou …

Hipermercados vendem couves 14 vezes mais caras do que pagam aos agricultores

O Bloco de Esquerda denuncia os preços praticados pelos hipermercados na venda de legumes, nomeadamente couves, em especial durante o período entre o Natal e o Ano Novo, concluindo que, nalguns casos, foram vendidos a …

Herdeiro da Samsung não recorre de pena de prisão por subornos

O herdeiro e líder da Samsung, Lee Jae-yong, não vai recorrer da sentença de dois anos e meio de prisão pelo pagamento de subornos, foi hoje anunciado. O advogado do empresário, Lee In-jae, disse aos meios …