Moedas de prata encontradas na Polónia podem ter sido resgate pago a invasores vikings

Museum of Ostróda

Especialistas acreditam que 118 moedas de prata encontradas na Polónia pertençam a um resgate pago pelos franceses aos vikings para interromper o cerco da cidade de Paris.

Um tesouro de 118 moedas de prata foi encontrado no campo de um agricultor na cidade polaca de Biskupiec. Uma equipa de arqueólogos acredita que as moedas possam fazer parte de um resgate pago para impedir uma horda viking de saquear Paris, durante o cerco à capital francesa em 845.

As moedas estão cunhadas pelo Império Carolíngio do Rei Carlos Magno, escreve o All That’s Interesting. Através das suas conquistas no estrangeiro e das suas reformas internas, Carlos Magno ajudou a definir a Europa Ocidental e a Idade Média na Europa, reinando sobre a Alemanha, Suíça, norte de Itália e grande parte da França moderna.



O Cerco de Paris marcou o primeiro exemplo de “Danegeld” — pagamento aos vikings em troca de segurança.

“Se um número maior de moedas pode ser atribuído a Paris, então sim, é possível — e algumas já foram atribuídas a Paris”, disse o arqueólogo e especialista em moedas da Universidade de Varsóvia Mateusz Bogucki. “É muito cedo para dar tal interpretação”.

Os especialistas sugerem que 117 das moedas pertençam aos sucessores de Carlos Magno, o rei Luís, o Piedoso, que reinou de 814 a 840 d.C. e uma ao rei Carlos, o Calvo, que governou até 877 d.C.

Os especialistas estão agora a tentar avaliar quem enterrou estas moedas e que propósito terão servido.

Curiosamente, o primeiro reino medieval polaco ainda nem existia quando estas 118 moedas foram perdidas ou enterradas. Bogucki acredita que as moedas em questão foram obtidas em Truso, onde os vikings comercializavam peles, escravos e âmbar.

Uma das teorias dos especialistas é que estas moedas tiveram origem em Truso e foram usadas como pagamento de resgate pelo rei Carlos, o Calvo, aos vikings que preparavam o ataque a Paris.

Consta que Carlos, o Calvo, pagou aos vikings 7.000 libras francesas (mais de cinco toneladas de prata e ouro) e que as 118 moedas de Biskupiec faziam parte desse montante.

“O funcionamento do assentamento em Truso e a atividade relacionada dos vikings é atualmente a pista mais legível que pode indicar como é que o tesouro chegou ao território da antiga Prússia”, disse Lukasz Szczepański, líder da equipa de investigadores.

“No século IX, notamos um claro aumento na ameaça representada pelos vikings participando das invasões da Europa Ocidental. Por exemplo, Paris está cercada em 845. Ao mesmo tempo, os escandinavos estão a ativar o comércio na zona do Báltico”, acrescentou.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Um quarto dos processos às companhias aéreas por falta de testes à covid já resultou em multas pagas

A Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) instaurou, entre 2020 e a semana passada, 539 processos a 40 companhias aéreas por transportarem passageiros para o território nacional sem o respetivo teste negativo à covid-19. Cerca …

Colômbia pede que a Venezuela seja declarada como país promotor do terrorismo

A Colômbia pediu esta segunda-feira aos EUA que declarem a Venezuela como país promotor do terrorismo por alegadamente "proteger" guerrilheiros colombianos do Exército de Libertação Nacional (ELN) e do Grupo Armado Residual (Gaor 33, composto …

Treze meses depois, Coreias voltam a falar ao telefone

As comunicações telefónicas estavam cortadas entre as duas Coreias desde junho de 2020, mas os dois países retomaram os contactos esta terça-feira. As duas Coreias retomaram esta terça-feira a comunicação telefónica 13 meses depois de ter …

Benfica: Kaio Jorge não quer jogar em Portugal (e alínea pode impedir saída)

Santos aceitou proposta vinda da Luz mas o jovem avançado prefere o campeonato italiano. E ainda há uma alínea no contrato que vai ser analisada. O Benfica apresentou uma proposta pela contratação de Kaio Jorge, com …

Quase 70% dos internados em UCI têm menos de 59 anos

Quase 70% dos doentes com covid-19 em unidades de cuidados intensivos (UCI) têm menos de 59 anos, revelou a Ordem dos Médicos, indicando que em enfermaria os doentes abaixo dessa faixa etária são cerca de …

Reunião no Infarmed. Especialistas propõem plano de quatro níveis (e a máscara cai no nível 2)

A sede da Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed), em Lisboa, voltou a acolher mais uma reunião de peritos esta terça-feira. Foi apresentada uma proposta de alteração da matriz de risco. Portugal não está em condições de …

Mais de 11.300 suspeitas de reações adversas às vacinas registadas em Portugal

Mais de 11.300 suspeitas de reações adversas às vacinas contra a covid-19 foram registadas em Portugal e houve 68 casos de morte comunicados em idosos, mas não está demonstrada a relação causa-efeito, segundo o Infarmed. De …

Incêndios "sem precedentes" devastam Sardenha

Condições climatéricas adversas e severas, como altas temperaturas e ventos fortes, estiveram na origem dos incêndios florestais que se registaram em vários países do sul do continente europeu, como Itália, Espanha, França ou Grécia. A ilha …

Gabriel foi afastado do plantel e pode ser reforço de Rui Vitória

Jorge Jesus não conta com Gabriel para a próxima temporada e já colocou o médio a treinar à parte do plantel, acompanhado por um preparador físico. O Benfica está a trabalhar com o representante do jogador …

Governo quer reduzir para três o número de testemunhas em processos civis

O Governo quer reduzir para três o número máximo de testemunhas por cada facto que se queira ver provado em tribunal no âmbito de um processo, visando aumentar a celeridade e estabelecer um critério de …