Moedas de prata encontradas na Polónia podem ter sido resgate pago a invasores vikings

Museum of Ostróda

Especialistas acreditam que 118 moedas de prata encontradas na Polónia pertençam a um resgate pago pelos franceses aos vikings para interromper o cerco da cidade de Paris.

Um tesouro de 118 moedas de prata foi encontrado no campo de um agricultor na cidade polaca de Biskupiec. Uma equipa de arqueólogos acredita que as moedas possam fazer parte de um resgate pago para impedir uma horda viking de saquear Paris, durante o cerco à capital francesa em 845.

As moedas estão cunhadas pelo Império Carolíngio do Rei Carlos Magno, escreve o All That’s Interesting. Através das suas conquistas no estrangeiro e das suas reformas internas, Carlos Magno ajudou a definir a Europa Ocidental e a Idade Média na Europa, reinando sobre a Alemanha, Suíça, norte de Itália e grande parte da França moderna.



O Cerco de Paris marcou o primeiro exemplo de “Danegeld” — pagamento aos vikings em troca de segurança.

“Se um número maior de moedas pode ser atribuído a Paris, então sim, é possível — e algumas já foram atribuídas a Paris”, disse o arqueólogo e especialista em moedas da Universidade de Varsóvia Mateusz Bogucki. “É muito cedo para dar tal interpretação”.

Os especialistas sugerem que 117 das moedas pertençam aos sucessores de Carlos Magno, o rei Luís, o Piedoso, que reinou de 814 a 840 d.C. e uma ao rei Carlos, o Calvo, que governou até 877 d.C.

Os especialistas estão agora a tentar avaliar quem enterrou estas moedas e que propósito terão servido.

Curiosamente, o primeiro reino medieval polaco ainda nem existia quando estas 118 moedas foram perdidas ou enterradas. Bogucki acredita que as moedas em questão foram obtidas em Truso, onde os vikings comercializavam peles, escravos e âmbar.

Uma das teorias dos especialistas é que estas moedas tiveram origem em Truso e foram usadas como pagamento de resgate pelo rei Carlos, o Calvo, aos vikings que preparavam o ataque a Paris.

Consta que Carlos, o Calvo, pagou aos vikings 7.000 libras francesas (mais de cinco toneladas de prata e ouro) e que as 118 moedas de Biskupiec faziam parte desse montante.

“O funcionamento do assentamento em Truso e a atividade relacionada dos vikings é atualmente a pista mais legível que pode indicar como é que o tesouro chegou ao território da antiga Prússia”, disse Lukasz Szczepański, líder da equipa de investigadores.

“No século IX, notamos um claro aumento na ameaça representada pelos vikings participando das invasões da Europa Ocidental. Por exemplo, Paris está cercada em 845. Ao mesmo tempo, os escandinavos estão a ativar o comércio na zona do Báltico”, acrescentou.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Uniforme da II Guerra Mundial encontrado num pacote "cheio de história"

Um uniforme de piloto da Força Aérea Real (RAF), usado na II Guerra Mundial, foi descoberto embrulhado num pacote feito de folhas de jornais e vai agora a leilão. De acordo com a cadeia televisiva CNN, …

Primeiro motociclo voador do mundo pode alcançar uma velocidade de quase 490 km/h

A empresa Jetpack Aviation concluiu os testes referentes ao projeto Speeder, para o desenvolvimento de uma aeronave que faz descolagens e aterragens na vertical. Segundo a companhia, o veículo, que se assemelha a um motociclo, …

Scarlett Johansson processa Disney por estreia de "Viúva Negra" no streaming

A atriz norte-americana processou a Disney, esta quinta-feira, por violação do contrato, na sequência do lançamento digital do filme "Black Widow" na plataforma de streaming, adiantando que o seu salário estava dependente das receitas de …

Incidente com módulo russo fez EEI mudar de posição

A Estação Espacial Internacional (EEI) perdeu, esta quinta-feira, o controlo de orientação e saiu da posição configurada, na sequência de um incidente com o módulo russo Nauka. A situação, que se prolongou durante 47 minutos, aconteceu …

Relatório dos CDC indica que variante Delta é tão contagiosa como a varicela

Um relatório interno dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos indica que a variante Delta é tão contagiosa como a varicela. O jornal Washington Post teve acesso a este relatório interno …

Task force concorda que número de mortos e internados vacinados seja divulgado

A sugestão apresentada pelo presidente da Assembleia da República, de se divulgar os dados da vacinação nos internamentos e óbitos por covid-19, "é muito sensata", defendeu o coordenador da task force do plano de vacinação. Em …

Lucro da CGD sobe 18% para 294 milhões de euros no primeiro semestre

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) registou 294 milhões de euros de lucro no primeiro semestre, mais 18% do que no período homólogo, foi anunciado esta sexta-feira. "A Caixa Geral de Depósitos registou 294 milhões de …

Acordar uma hora mais cedo diminui (muito) o risco de depressão

Estudo envolveu mais de 800 mil pessoas. Risco de cair em depressão desce 23%. Um estudo recente indica que, se uma pessoa se levantar uma hora mais cedo do que o habitual, o risco de cair …

Adeptos no Dragão: acabou o "enorme vazio no coração do FC Porto"

O Estádio do Dragão vai voltar a ter pessoas nas bancadas em jogos do FC Porto, 17 meses depois. O regresso vai acontecer na estreia na I Liga, contra o Belenenses SAD, e o clube …

México planeia libertar milhares de reclusos idosos ou que foram torturados

O Presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, disse nesta quinta-feira que vai libertar por decreto reclusos detidos em circunstâncias especiais, como os que foram torturados, os maiores de 75 anos e os que estão …