“Não somos uma moeda de troca”, diz Presidente do Irão. EUA terão de levantar sanções

president.ir

O presidente iraniano, Hassan Rohani

O Presidente irianiano, Hassan Rohani, fez na terça-feira um discurso em tom desafiador e inflamado na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), afirmando que os Estados Unidos (EUA) não terão outra alternativa que não seja ceder às exigências do Irão e levantar as sanções.

“Não somos uma moeda de troca ligada às eleições americanas e à política interna dos EUA”, disse Rohani no seu discurso pré-gravado difundido na Assembleia Geral da ONU, citado pela agência AFP.

Dirigindo-se a quem saia vencedor das próximas eleições presidenciais americanas, agendadas para 03 de novembro, Rohani disse que “qualquer governo saído das eleições não terá alternativa senão ceder perante a resiliência iraniana”.

O presidente norte-americano, Donald Trump, que se recandidata a um segundo mandato, retirou os EUA do acordo nuclear assinado com o Irão durante a administração de Barack Obama para evitar uma corrida ao armamento nuclear pelo Estado iraniano, restabelecendo depois as sanções ao Irão.

Trump acredita que sairá vencedor das eleições, e que o Irão acabará por ceder à “pressão máxima” dos EUA, negociando um novo acordo em termos impostos pelos americanos.

Joe Biden, adversário democrata de Trump nas presidenciais e ex-vice-presidente de Obama em funções quando o acordo com o Irão foi assinado, continua a defender o texto original, cada vez mais ameaçado pelas sanções de Washington ao Irão e a resposta de Teerão a essas sanções.

“Os EUA não nos podem impor nem negociações, nem a guerra”, disse Rohani. “A vida é dura debaixo de sanções. Mas a vida sem independência será ainda mais dura”, frisou. E perante a rejeição quase unânime do Conselho de Segurança da ONU à exigência dos EUA para que as Nações Unidas retomem as sanções ao Irão, Rohani reclamou vitória.

“A era da dominação e da hegemonia terminou”, disse, acrescentando que “o mundo deve agora dizer não às intimidações e à arrogância”.

Chris Kleponis / EPA POOL

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

No seu discurso, Trump fez uma alusão ao Irão, congratulando-se por ter retirado o seu país do acordo nuclear e imposto duras sanções “ao país que mais apoia o terrorismo no mundo”, tendo depois o Presidente francês, Emmanuel Macron, respondido que a França e os seus aliados europeus, Alemanha e Reino Unido, não vão transigir na recusa em restabelecer sanções a Teerão.

Mesmo denunciando as violações do acordo nuclear assinado em 2015 por parte do Irão, Macron considerou a manobra unilateral de Washington uma ameaça à unidade do Conselho de Segurança que arrisca agravar ainda mais as tensões na região.

Rohani atacou ainda os EUA ao comparar a sua política interna e os casos de violência policial, como o que vitimou o afro-americano George Floyd, com a política externa, considerando que o caso Floyd era uma “reminiscência” da sua própria experiência.

“Imediatamente reconhecemos o joelho em cima do pescoço como o pé da arrogância sobre o pescoço das nações independentes”, indicou o presidente iraniano, sublinhando que o seu país “pagou um elevado preço semelhante” na sua busca por liberdade e libertação da dominação.

Insistiu que o seu país “não merece sanções” e descreveu os EUA como um “elemento externo terrorista e intervencionistas”, antes de referir o apoio americano ao golpe de 1953 que cimentou o poder do Xá no Irão, que em última análise levaria o país à Revolução Islâmica e à hostilidade para com o ocidente.

Rohani fez ainda menção ao general Soleimani, da Guarda Revolucionária Iraniana, referindo-o como o “herói assassinado”, morto no início do ano por um ataque norte-americano em Bagdade – ao qual os iranianos retaliaram um ataque a uma base iraquiana onde estavam alojados soldados norte-americanos.

A semana de alto nível na Assembleia Geral da ONU começou esta terça-feira, com a abertura do debate geral, num formato sem precedentes nos 75 anos da organização, em que os discursos de chefes de Estado e de Governo será feita por vídeos previamente gravados, devido à pandemia.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Descobertos os restos de nove Neandertais numa gruta em Itália

Os restos de nove Neandertais foram descobertos na Gruta de Guattari, em San Felice Circeo, na costa entre Roma e Nápoles, onde já tinham sido encontrados vestígios da presença Neandertal, anunciou este sábado o ministro …

Leis draconianas na Malásia. Fahmi Reza foi detido por insultar a rainha com playlist no Spotify

A sátira desempenha um importante papel na sociedade. Na Malásia, as leis draconianas estão a reacender o debate em torno da liberdade de expressão. Fahmi Reza, um artista gráfico e ativista social malaio, foi detido no …

António Barreto

Portugal vai ter "um problema de cor de pele" (por muitos anos e com conflitos)

O sociólogo António Barreto considera que Portugal vai "ter um problema" de "cor de pele" e "por muitos anos". Uma ideia defendida numa entrevista onde se reporta para "o que se passa em toda a …

Um laboratório vivo. Há residentes "superimunes" à covid-19 numa pequena cidade italiana

A pequena cidade de Vo, no norte de Itália, tornou-se um dos primeiros locais com um surto de covid-19 da Europa em fevereiro de 2020. Agora, os cientistas descobriram que a cidade abriga um número …

Portugal com duas mortes e 406 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal registou hoje duas mortes atribuídas à covid-19, 406 novos casos de infeção pelo coronavírus e nova descida no número de internamentos em enfermaria e em cuidados intensivos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo …

Portugal "tem nível de rendimentos baixíssimo". Muitos municípios que perdem população desde o final II Guerra

Portugal tem municípios que perdem população desde o final da II Guerra Mundial e dificilmente fenómenos como o teletrabalho irão alterar esta paisagem, na opinião do geógrafo Álvaro Domingues, da Universidade do Porto. Em entrevista à …

Gestora em teletrabalho esqueceu-se da filha no carro. Bebé encontrada sem vida sete horas depois

Maria Pilar, uma bebé de dois anos, morreu esta sexta-feira, depois de ter ficado esquecida dentro do carro durante cerca de sete horas. A menina de dois anos esteve cerca de sete horas dentro do carro, …

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Cimeira Social cheia de boas intenções deixa factura de um milhão de euros (e "erro" na comida da PSP)

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia comprometeram-se, na Cimeira Social do Porto, a "trabalhar em prol de uma Europa social". Mas o evento deixa uma polémica com as refeições distribuídas aos …

Alfredo Casimiro contrata Banco Nomura para vender 50,1% da Groundforce

O principal acionista da Groundforce anunciou este sábado, em comunicado, ter contratado o banco Nomura para assessorar a venda da participação de 50,1% da Pasogal na empresa de handling Groundforce, e pediu "especial atenção" ao …

Transferência para o Wolves. Diogo Jota recorda palavras de Jorge Mendes: "Vês como eu tinha razão?"

Diogo Jota, atual avançado do Liverpool, recuou no tempo e enfatizou a importância de Jorge Mendes na progressão da sua carreira. O avançado internacional português, que se transferiu esta temporada para o Liverpool, trocou o Atlético …