O mistério das manchas do túmulo do Rei Tutankhamon foi finalmente resolvido

(cv) Euronews / YouTube

Câmaras secretas no túmulo de Tutankhamon podem esconder Nefertiti

Uma década depois, a restauração do túmulo do rei Tutankhamon, no Egito, está concluída. O enigma das manchas castanhas no túmulo “amaldiçoado” foi finalmente resolvido.

O projeto, levado a cabo pelo Getty Conservation Institute (GCI) e pelo Ministério de Antiguidades do Egito, envolveu a estabilização das pinturas murais que decoravam a sepultura de 3 mil anos, além de adicionar novas barreiras e novos sistema de ventilação que irão reduzir os danos no local no futuro.

“Conservação e preservação são importantes para o futuro e para que esta herança e esta grande civilização vivam para sempre”, disse Zahi Hawass, egiptólogo e ex-ministro de Estado de Antiguidades do Egito, em comunicado, citado pelo Live Science.

Tutankhamon nasceu durante o Novo Reino do Egito, por volta de 1341 a.C, e começou o seu governo com apenas 9 anos de idade. A vida de Tutankhamon foi demasiado curta, tendo morrido no final da sua adolescência.

O seu túmulo tornou-se mundialmente famoso em 1922, quando o egiptólogo britânico Howard Carter encontrou o local em perfeito estado. Enquanto muitos túmulos reais no Vale dos Reis, no Egito, haviam sido saqueados na antiguidade, a câmara funerária de Tutankhamon foi descoberta intacta, graças à lama e às rochas que bloqueavam a entrada.

A equipa de Carter passou cerca de uma década a remover os artefactos do túmulo e, após a sua investigação, aquele sítio tornou-se uma grande atração turística. No entanto, os turistas traziam consigo poeira e mudanças a nível da humidade e do dióxido de carbono que ameaçavam o ambiente frágil da câmara funerária.

A restauração resolveu um intrigante mistério que pairava sobre as manchas castanhas que surgiram nas pinturas murais dentro do túmulo.

Afinal, estas manchas não eram fungos, mas sim micróbios. Como estavam mortos há muito tempo, os micróbios não se espalharam desde que Carter abriu o túmulo, em 1922. Além disso, estes microrganismos já haviam crescido na camada de tinta, pelo que não podiam ser removidos dos murais sem danificar a obra de arte.

“Todos os objetos têm de ser protegidos porque são o resultado de uma escavação que, pela própria definição de arqueologia, destruiu um sítio arqueológico durante o processo”, disse Kent Weeks do Getty Conservation Institute. Além disso, acrescentou, “os objetos são tão úteis quanto o contexto em que os registamos“.

Tutankhamon foi o último faraó da XVIII dinastia e durante o seu curto reinado recuperou Memphis como capital do Egito e retomou o politeísmo, abandonado pelo pai, que proclamara Aton como o único deus.

O túmulo de Tutankhamon, no Vale dos Reis, atual Luxor, foi o primeiro de um faraó encontrado intacto.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

FC Porto castigado com um jogo à porta fechada

O FC Porto foi punido com um jogo à porta fechada, esta sexta-feira, devido a "um ato de ofensa corporal a agente desportivo" na final da Taça de Portugal. A punição aplicada pelo Conselho de Disciplina …

Cientistas condenam teorias da conspiração sobre a origem do surto do coronavírus

Um grupo de 27 cientistas da área de saúde pública condenou, através de um comunicado, o fluxo de histórias e um artigo científico que sigerem que um laboratório em Wuhan, na China, pode ser a …

Saída de juíza dita repetição da fase de instrução do caso Hells Angels

A saída do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC) da juíza que dirigiu cerca de 40 sessões da instrução do caso Hells Angels vai obrigar à repetição desta fase, revelou à Lusa fonte ligada ao …

Conselho Europeu termina sem acordo sobre Orçamento

O Conselho Europeu extraordinário em Bruxelas consagrado ao orçamento plurianual da União para 2021-2027 terminou, esta sexta-feira, sem acordo. O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, lamentou este desfecho e sublinhou que os líderes dos 27 Estados-membros …

Absolvidos médicos que não detetaram tumor cerebral em jovem de 19 anos

O Tribunal da Relação do Porto absolveu os quatro médicos que não diagnosticaram um tumor cerebral a uma jovem que acabou por morrer. O caso de Sara Moreira, a jovem de 19 anos que morreu com …

Isabel dos Santos está 100 milhões mais "pobre" (e uma das suas empresas em Portugal tenta evitar a falência)

A fortuna de Isabel dos Santos está avaliada em 2,2 mil milhões de dólares, o que a mantém como a mulher mais rica de África, mas a empresária angolana perdeu 100 milhões de dólares em …

Polícia indiana vai proteger Trump com fisgas (por causa dos macacos selvagens)

Polícia armada com catapultas foi designada para proteger o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de macacos selvagens durante a sua visita ao Taj Mahal, na Índia. Entre 500 e 700 macacos rhesus vivem no mausoléu …

Análises negativas a dois passageiros do navio Westerdam que chegaram a Lisboa

Dois residentes em Portugal que eram passageiros do navio MS Westerdam, que esteve atracado no Camboja, foram submetidos a análises laboratoriais para o novo coronavírus e os resultados foram negativos. Num comunicado divulgado hoje no seu …

Morreu o escritor Vasco Pulido Valente

O escritor e cronista morreu, esta sexta-feira, aos 78 anos de idade, em Lisboa. O Público, jornal no qual foi cronista desde a sua fundação, confirmou junto de fonte familiar que Vasco Pulido Valente morreu, esta …

Tribunal autoriza Tesla a derrubar floresta na Alemanha para construir fábrica

A justiça alemã permitiu à Tesla, empresa liderada por Elon Musk, destruir 92 hectares na Alemanha para construir uma fábrica de grandes dimensões. Esta será a sua primeira fábrica na Europa. Como informou o Deutsche Welle, citado …