Miss Portuguesa perde título depois de dar apoio a Guaidó

carlarodriguesdf / Instagram

A luso-venezuelana Carla Rodrigues, Miss Portuguesa 2018

Carla Rodrigues, a Miss Portuguesa 2018, que ia representar Portugal no concurso Miss Mundo, perdeu o título após apelar à ajuda humanitária na Venezuela. Violações contratuais estão na origem da decisão.

Carla Rodrigues venceu o prémio de Miss Portuguesa há oito meses e, vê agora, o título ser-lhe revogado. O apoio dado, nas redes sociais, ao autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó, e o apelo à entrada de ajuda humanitária na Venezuela representam uma violação contratual.

A destituição foi anunciada, esta quarta-feira, pela MMRP Beleza por Uma Causa. De ascendência venezuelana, a jovem de 25 anos, era a representante da comunidade portuguesa em Espanha.

A razão da polémica foi o vídeo publicado na sua conta pessoal de Instagram, dia 20 de fevereiro. Nesse vídeo, Carla Rodrigues apresentou-se em espanhol e pediu a entrada de ajuda humanitária no país sul-americano. Defendia ainda Juan Guaidó, considerando que o político trazia a esperança de volta aos venezuelanos.

Segundo relata o Observador, na passada quarta-feira, 11 dias depois da publicação, a organização do concurso português partilhou nas redes sociais um comunicado que anunciava a destituição de Carla Rodrigues.

Incumprimento das regras devidamente contratualizadas para o desempenho do mandato de Miss Portuguesa” é a razão dada no comunicado. A organizadora do evento “compreende que ser jornalista e luso-venezuelana levou a que Carla Rodrigues tivesse tomado a opção que levou a esta decisão”.

Num vídeo publicado nas suas redes sociais, o presidente da organização Miss Portuguesa fez um esclarecimento sobre a destituição de Carla Rodrigues.

Entretanto, a MMRP Beleza por Uma Causa já anunciou que será Ana Rita Aguiar a representar o país no concurso de Miss Mundo, que se realiza este ano, na China.

ZAP //

PARTILHAR

24 COMENTÁRIOS

  1. Ao menos ainfa há uma organização séria em Portugal. O governo Português devia ter vergonha do acto que cometeu ao apoiar um fantoche e um impostor. Nao precisava de ser tão seguidista e subserviente à UE e ao EUA, podia ter mantido a espinha dorsal bem direita e ser pelo menos neutro, como o foram a italia e a grecia entre muitos outros paises.

    • Só podes estar doido!
      O otario do maduro só está a destruir o país ou não consegues ver o óbvio???
      Independentemente do que lhe queiras chamar, este não é ditador, ao contrario daquilo que Maduro tem vindo a revelar.
      Em Portugal também é só fantoches não é? Se fossem os comunistas no poder não havia fantoches e a ditadura é que era boa!
      fonix, é só atrasados mentais…

      • Nao, aninhas quem nao vê o obvio é você, deve ser daquelas que engole tudo o que lhe dizem e emprenha pelo ouvidos e nao questiona os porquês. Quandi li o seu post ía lhe explicar cronologicamente o que se está a passar na venezuela, dado que parece nao saber do que fala, mas entretanto há noticias fresquinhas, mas estas noticias não vêm nos jornais nacionais, claro que na sua opiniao o apagão na venezuela foi culpa do ditador maduro este tremendo criminoso que só faz mal ao seu pvo, mas isto em sua opiniao sem qualquer especie de duvidas, nao é ???? Pois é, está errada novamente. O apagão afinal foi obra dos eua em consonancia com o seu predilecto guaido, este sim, que recorre atodos os estrategemas para levar a sua avante mesmo que com isso mate pessoas, como aconteceu na fronteira com a colombia, como acontece nas manifestações que convoca e que se atiram à policia, nas mortes que houveram agora nos hospitais por causa do apagao, etc. Mas tem razao já nao se fazem ditadores como antigamente, e este maduro é mesmo uma desilusao, porque um ditador a serio já tinha mandado prender o impostor, fantoche e traidor do guaido. Como este foi derrotado em toda a linha no dia 23 fevereiro, emite ordens que nao são nem podem ser cumpridas, porque nao tem competencia para tal, é obvio que precisava urgentemente de uma nova frente para afrontar o governo legitimo da venezuela antes que caia no esquecimento, e VOILA, EUREKA, nada melhor que um apagao para paralisar por completo o país e todos os seviços essenciais, como agua, hospitais, transportes, etc. Afinal quem é o criminoso??? Ainda insiste no maduro??? Nao estará na hora de mudar de agulha??? Qual o país que resiste a 20 anos de sançoes e bloqueios economicos??? E depois nao querem que trate os eua como nação criminosa e terrorista e agora ladra, que roubou bilhoes de dollares à venezuela, roubou toneladas de ouro na siria. Então, que tal, chega???

  2. Parece muito bem, mas que desde quando uma miss tem o direito a pensar por si.
    Querem lá ver que agora vem esta feminista e acaba com o mito, que uma mulher bonita não pode ser bonita e inteligente.

    Mas que cena, acho muito bem que corram com ela, á que marcar uma posição ou então isto vira a republica da banana, qualquer dia temos politicos a dizer verdades e a governar o pais.

  3. Ficou feia de repente! O uso do cérebro suga a beleza das mulheres. As normas do contrato devem ter sido redigidas pelo juiz Neto de Moura!

  4. “Artigo 37.º – (Liberdade de expressão e informação)

    1. Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de se informar, sem impedimentos nem discriminações.
    2. O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura.
    3. As infracções cometidas no exercício destes direitos ficarão submetidas ao regime de punição da lei geral, sendo a sua apreciação da competência dos tribunais judiciais.
    4. A todas as pessoas, singulares ou colectivas, é assegurado, em condições de igualdade e eficácia, o direito de resposta.”

    Qual é a dúvida relativamente à flagrante nulidade do contrato? Não interessa se a razão está de um lado ou de outro na questão venezuelana. Para o caso isso é uma não questão!!

    Mas a moça não pode expressar a sua opinião? Talvez seja melhor repensar o figurino destes concursos. Talvez um guarda-roupa baseado em burka e burquini seja mais apropriado. E, já agora, uma mordaça e um lápis azul ao invés da coroa.

    • Que confusão para aí vai!…
      A “moça”, como Carla Rodrigues, pode dizer o que lhe apetecer, como Miss Mundo Portugal, não!!
      Muito menos, representar Portugal e fazer considerações politicas sobre a Venezuela!!
      Mas pior do que isso, é representar Portugal e nem sequer falar português!…

        • Então, se estava a falar para os venezulanos, mais uma razão para não ter usado o título de Miss Portuguesa nas suas considerações!
          .
          PS: Será que ela fala Português?

  5. Meu caro, isto resume-se a uma questão de direito. Se não sabe, sugiro que vá aprender. Facto é que a CRP, e qualquer lei ordinária, se sobrepõem à liberdade das partes para contratar. O facto é que o contrato que a moça assinou é nulo nessa cláusula em particular. Portanto, não fale daquilo que manifestamente ignora.
    Quanto ao facto de ela não falar português, suponho que deve colocar a questão a quem a elegeu. Quer-me, pois parecer que a confusão está, como habitualmente, desse lado.

    • Se a resposta era para mim, eu vou repetir mais uma vez:
      “A “moça”, como Carla Rodrigues, pode dizer o que lhe apetece; como Miss Mundo Portugal, não!”
      E não, nada se está a sobrepor à Constituição… ou agora, por exemplo, um agente da PSP pode já pode falar pela PSP sem estar mandatado para tal?
      Ou um jogador do Benfica já pode falar em nome clube sem autorização?
      Como é óbvio, podem falar à vontade a título pessoal; não em representação da PSP ou do Benfica!..

  6. Caso fosse lésbica ou viesse a público dar apoio à causa para além de não ser rejeitada teria ainda o apoio de certos partidos com direito a manifestação na avenida da Liberdade e cobertura televisiva, teve azar na escolha da causa!

  7. A resposta era de facto para si. Já tentei explicar-lhe. Mas é difícil argumentar contra a ignorância. Além disso, a confusão vai desse lado: o Sr. confunde cláusulas de confidencialidade com o exercício da liberdade de expressão. A moça não se referiu à entidade que gere o concurso. Manifestou uma opinião legítima a respeito de um assunto que lhe diz muito. Até porque, observando-se a sua ideia, ela será uma assalariada. Se assim é, onde está o processo disciplinar para ter sido “despedida”?

    • Exacto; a ignorância é atrevida…
      Eu não falei em confidencialidade e, a liberdade de expressão nunca esteve em causa…. e sim, ela referiu e sublinhou várias o seu título, enquanto fazia considerações políticas (violando as regras desse título/concurso)!…
      Como Carla Rodrigues, ela pode dizer o que lhe apetece sem qualquer problema!!
      Assalariada?!…
      Ela não foi “despedida”; foi destituída e proibida de usar o título por incumprimento das regras!!
      .
      Mas, estou mesmo a ver qual seria a reacção dos “indiganados” se ela, um vez de apoiar o Guiadó, tivesse feito declarações a apoiar o louco (podre) Maduro – aposto que muitos dos que criticam a destituição, seriam o primeiros a pedir-la!!

  8. Meu caro, concordemos em discordar. Tem a sua opinião. Respeito. Do ponto de vista jurídico não tem sustentação. De modo que, o Sr. fica com a sua e eu com a minha.

  9. O povo venezuelano passando fome em decorrência do tão esperado socialismo do século xxi e vemos que em portugal tem gente que defende esses malucos socialistas..Que pena..

Responder a MMQ Cancelar resposta

Falhas na formação de médicos levam ministra a criar grupo de trabalho

A ministra da Saúde determinou a constituição de um grupo de trabalho para criar um manual de regras e procedimentos para a avaliação das capacidades de formação de médicos no SNS, depois de falhas apontadas …

Surto de sarampo leva Samoa a fechar escolas e serviços. Ativista anti-vacinação detido

Com o objetivo de conter o surto de sarampo que já matou 60 pessoas, o governo de Samoa está a pedir à população que coloque uma bandeira vermelha em frente às casas nais as pessoas …

Poluição do ar leva Sarajevo a cancelar todos os eventos públicos

As autoridades bósnias consideram que a poluição na capital do país, Sarajevo, atingiu níveis perigosos nos últimos dias. Perante a densa nuvem de nevoeiro que paira na cidade, o governo regional decidiu cancelar todos os …

A banana colada à parede que custou 108 mil euros foi comida

A banana mais cara do mundo, presa a uma parede com fita adesiva, foi descascada e comida por um artista que visitava o stand da galeria Perrotin, na feira de arte contemporânea Art Basel, nos …

Empresas norte-americanas reforçam domínio na venda global de armas

O Instituto Internacional de Estudos de Paz de Estocolmo (SIPRI) revelou esta segunda-feira que as empresas norte-americanas aumentaram o domínio no comércio global de armas em 2018, para 59% do volume total entre as 100 …

Faltam medicamentos para doenças crónicas nas Farmácias (e ninguém sabe porquê)

Há medicamentos para doenças crónicas que estão, constantemente, em falta nas Farmácias Portuguesas. Uma situação preocupante, sobretudo para os pacientes que deles precisam, e que não tem uma explicação. A Associação Nacional de Farmácias está …

Mais de dois mil coalas mortos devido aos incêndios na Austrália

O presidente da Aliança das Florestas do Nordeste da Austrália disse que os incêndios florestais que deflagram no leste do país, desde o início de novembro, provocaram a morte a mais de dois mil coalas. O …

Regionalização sem referendo é “golpe de estado palaciano”

Luís Marques Mendes falou este domingo, no habitual espaço de comentário político na SIC, sobre a regionalização, os "tempos difíceis para a direita", Greta Thunberg e Joe Berardo. Houve ainda tempo para falar sobre o …

China diz que detidos em Xinjiang estão "formados" e "vivem felizes"

Um alto quadro do regime chinês afirmou, esta segunda-feira, que os membros de minorias étnicas chinesas de origem muçulmana mantidos em "centros de treino vocacional" no extremo oeste do país já se "formaram" e levam …

Greve geral volta a parar França. Filas de trânsito chegam aos 620 quilómetros

Os acessos a Paris estão, esta manhã, muito complicados devido ao quinto dia de greve contra a reforma das pensões e que afeta sobretudo a rede de transportes na capital francesa. De acordo com as autoridades, …