Encontrada mensagem numa garrafa que passou 132 anos no mar

Uma família australiana encontrou, numa praia no sudoeste da Austrália, uma mensagem dentro de uma garrafa de gin que tinha sido atirada de um navio alemão em junho de 1886, informaram esta terça-feira os media locais.

A mensagem na garrafa passa a ser a mais antiga registada, superando a anterior que datava de há 108 anos, de acordo com a rede de televisão australiana ABC.

A descoberta aconteceu quando Tonya Illman passeava com a sua família por uma praia de Wedge Island, cerca de 180 quilómetros a norte de Perth, quando encontrou uma “bonita garrafa velha”, que a mulher quis “levar para a sua estante”.

Lá dentro encontrou um papel enrolado e atado com um cordel. “Levámo-lo para casa e quando o abrimos reparámos que tinha algo escrito à mão em alemão”, contou à ABC.

“Tonya viu muito lixo no chão e queria ajudar a limpar a praia”, disse o marido, em declarações à BBC. Quando perceberam que havia um papel no interior da garrafa, que no início pensavam ser um cigarro enrolado, “tentou desatar a cordinha, mas era muito frágil”, por isso, levaram para casa e colocaram “dentro do forno durante cinco minutos para tirar a humidade”, recorda.

“Depois, desenrolamos e vimos a escrita. Não conseguimos ver a tinta escrita à mão naquele momento, mas vimos um pedido para que o seu leitor entrasse em contacto com o consulado alemão quando encontrasse a mensagem”, acrescenta.

A mensagem datava de 12 de junho de 1886 e indicava ter sido atirada da embarcação Paula enquanto navegava a cerca de 950 quilómetros da costa sudoeste da Austrália.

Contactado o Museu da Austrália Ocidental (Museum of Western Australia), o arqueólogo marítimo Ross Anderson descobriu que a garrafa seria de gin holandês do século XIX.

Anderson contactou então colegas alemães e holandeses, que compararam o manuscrito com os registos do diário de bordo do Paula.

“Incrivelmente, havia uma entrada de 12 de junho de 1886 na qual o capitão registou o lançamento de uma garrafa ao mar”, explicou o arqueólogo, que salientou que “a data e as coordenadas correspondem exatamente ao que está na mensagem“.

Depois desta descoberta, a família Illman cedeu o achado ao Museu da Austrália Ocidental durante dois anos, onde estará exposto a partir da próxima quarta-feira.

O Observatório Naval Alemão conduziu várias experiências para entender as correntes oceânicas, tendo lançado milhares de garrafas de gim holandês ao mar entre 1864 e 1933.

Nas mensagens, em que o capitão registava a data, coordenadas e detalhes da rota, era pedido que a folha fosse devolvida ao Observatório Naval Alemão ou ao consulado alemão mais próximo, conta a ABC.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Costa não tinha dúvidas. O parecer da PGR sobre familiares é “absolutamente inequívoco”

O secretário-geral do PS, António Costa, defendeu hoje que o parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre as incompatibilidades entre governantes e negócios com empresas de familiares é “absolutamente inequívoco”. “O parecer é absolutamente inequívoco sobre …

Jovens do mundo inteiro ocupam a ONU em inédita Cimeira do Clima

Mais de 500 jovens, representantes de mais de 140 países, ocuparam este sábado o espaço habitualmente destinado aos diplomatas da ONU. A United Nations Youth Climate Summit, primeira cimeira da juventude sobre o clima, em Nova …

Esta zebra nasceu com bolas em vez de riscas

No Quénia, foi avistada uma cria de zebra com uma particularidade: em vez de riscas, esta tinha bolinhas brancas. Habitualmente, as zebras com condições semelhantes acabam por não viver durante muito tempo. Um rara cria de …

Há rochas "saltitantes" e colapsos de penhascos no cometa da Rosetta

  Cientistas que analisam o tesouro de imagens obtidas pela missão da Rosetta da ESA descobriram mais evidências de curiosas rochas "saltitantes" e quedas dramáticas de penhascos. A Rosetta operou no Cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko entre agosto de 2014 …

PS e BE afastados "porque dá jeito" (e os riscos de andar para trás)

O líder do PSD alertou este domingo para o distanciamento do PS em relação ao BE, porque “dá jeito para as eleições”, notando ser uma tentativa de “limpar” a proximidade dos últimos quatro anos e …

A KLM vai passar a "voar" de comboio

A KLM, que já tinha sugerido que se voasse menos e se viajasse mais de comboio, confirmou que vai retirar um dos voos Bruxelas-Amesterdão, passando os passageiros a efetuar a rota sobre carris, num comboio …

Cientistas fazem reconstrução facial de um guerreiro escocês do séc XV

Cientistas reconstruiram digitalmente o rosto daquele que terá sido um membro poderoso de um clã do século XV da Escócia, que terá morrido num violento conflito com um clã vizinho. Corria o ano de 1957 quando …

Estudo mostra que os golfinhos também já são resistentes aos antibióticos

Um novo estudo realizado nos Estados Unidos mostra que os golfinhos Tursiops truncatus também já mostram resistência aos antibióticos. Não é segredo que os seres humanos usam demasiados antibióticos, tanto que estamos a desenvolver uma resistência …

Indígenas famosos pela sua saúde cardíaca começaram a usar óleo de cozinha (e a engordar)

O povo Tsimane, que vive na Bolívia, tem permanecido relativamente afastado do mundo exterior durante várias gerações, prosperando da terra e praticando formas tradicionais de caça, pesca, agricultura e recolha de alimentos. Durante vários anos, sabe-se …

Mais de 150 detidos em protestos violentos em Paris. Desta vez, sem coletes amarelos

As autoridades francesas detiveram este sábado mais de 150 pessoas numa nova jornada de protestos em Paris, onde coincidiram uma manifestação dos coletes "amarelos" com outras dois em defesa do clima e contra a reforma …