Astrónomos podem ter detetado as maiores estruturas giratórias do universo

Pela primeira vez, astrónomos acabam de encontrar evidências de que algumas das maiores estruturas do cosmos giram numa escala de centenas de milhões de anos-luz.

A estrutura em questão é um filamento cósmico, uma estrutura longa e cilíndrica de matéria escura, que se estende pelo espaço intergaláctico como uma espécie de ponte entre aglomerados de galáxias.

Esses filamentos são fios de uma vasta teia cósmica, através da qual galáxias e o material de formação de estrelas são canalizados para os nós do aglomerado.

Isto significa que as galáxias também podem ser encontradas ao longo do filamento, e não apenas dentro dos aglomerados, o que oferece aos cientistas uma ferramenta para identificar o movimento rotacional dentro do próprio filamento.

“Ao analisar o movimento das galáxias nessas enormes estradas cósmicas usando o Sloan Digital Sky Survey, encontramos uma propriedade notável desses filamentos: eles giram”, referiu o astrofísico Peng Wang, do Instituto Leibniz de Astrofísica (AIP), na Alemanha.

Os filamentos têm centenas de milhões de anos-luz de comprimento, mas apenas alguns milhões de anos-luz de diâmetro. Em escalas tão extensas, não é possível ver as galáxias a moverem-se, mas a luz de um objeto em movimento pode denuncia-lo.

Efeito Doppler, diz o Science Alert, é o nome que se dá a mudanças no comprimento de onda da luz dependendo se esta se está a mover para perto ou para longe do observador.

Comprimentos de onda de luz de um objeto que se aproxima irão parecer diminuir ligeiramente em direção à extremidade azul do espectro, isto é, um desvio para o azul. Já os comprimentos de onda de objetos que se afastam aumentam ou desviam-se para o vermelho.

Através de uma análise detalhada, os astrónomos descobriram que as galáxias de um lado do filamento estavam mais desviadas para o vermelho, em comparação com o outro lado, o que era exatamente o que se esperaria ver se as galáxias estivessem em movimento de vórtice perpendicular à espinha do filamento.

“Nessas escalas, as galáxias dentro delas são apenas partículas de poeira”, explicou o cosmógrafo Noam Libeskind, da AIP.

“Estas movem-se em hélices ou em órbitas em forma de saca-rolhas, circulando ao redor do filamento enquanto viajam ao longo dele. Tal rotação nunca foi vista antes em escalas tão extensas, e a implicação é que deve haver um mecanismo físico ainda desconhecido responsável por movimentar esses objetos”, acrescentou.

Descobrir o que é este mecanismo pode ajudar os astrónomos a perceber como o momento angular é gerado no cosmos. Atualmente, é um mistério.

Como as galáxias são ligadas e alimentadas por filamentos cósmicos, essas estruturas desempenham um papel íntimo na formação e evolução das galáxias, incluindo na sua rotação. No entanto, o facto dos próprios filamentos girarem era algo que anteriormente só havia sido teorizado.

A descoberta pode ajudar a entender melhor o surgimento do momento angular no Universo e o papel que a teia cósmica desempenha em regulá-lo.

A pesquisa foi publicada na revista Nature Astronomy.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting 2 - 1 Braga | Leão entra em 2021/22 a rugir

O Sporting parece querer manter a senda de sucesso da época passada e entrou em 2021/22 com o pé direito. Os “leões” bateram o Sporting de Braga por 2-1, num jogo que valeu, sobretudo, pela primeira …

Ensinar crianças a dizer palavrões? Uma cientista acha que é boa ideia

A auto-intitulada "cientista dos palavrões" acredita que ensinar as crianças a usá-los de forma eficiente ajuda os mais novos a perceber como este palavreado afecta outras pessoas. Já se sabia que dizer palavrões é um sinal …

Fósseis misteriosos podem ser uma das provas mais antigas de vida animal na Terra

Elizabeth Turner, cientista numa universidade do Canadá, poderá ter encontrado a prova mais antiga de vida animal na Terra. Uma cientista encontrou possíveis sinais de vida animal multicelular em restos de recifes microbianos de há 890 …

E se o mundo entrasse em colapso? Cientistas descobrem qual o país onde há maior probabilidade de sobreviver

Caso a civilização entre em colapso - uma possível consequência das alterações climáticas - os cientistas já descobriram qual o lugar do mundo onde há maior probabilidade de sobreviver: é na Nova Zelândia. Numa pesquisa, dois …

"Dança quem está na roda", responde Marcelo sobre ausência de Bolsonaro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse este sábado que "dança quem está na roda" quando questionado pelos jornalistas sobre a ausência do homólogo brasileiro, Jair Bolsonaro, da cerimónia de reinauguração do Museu …

Todos os anos, esta cidade italiana entrega sal ao Papa em mãos

O Sal de Cervia, também conhecido como "sal do Papa", é-lhe entregue todos os anos em mãos. A tradição sofreu algumas interrupções até ter sido recuperada pelo Bispo Mario Marini, que serviu no Pontificado de …

A colisão secreta entre navios soviéticos e britânicos podia ter tido um desfecho drástico

Colisão aconteceu durante um dos períodos mais quentes da Guerra Fria e foi camuflado pela marinha britânica, que tratou de fazer regressar a sua embarcação à base de Devonport durante a noite para evitar dar …

Esta garrafa de tequila demorou seis anos para ser desenvolvida (e contém ouro)

A Clase Azul Spirits é uma empresa que comercializa tequila e está a preparar uma edição limitada para homenagear o legado artesanal do México - de onde a bebida é originária. A 2 de agosto, a …

Covid-19. Milhares de franceses protestam contra passe sanitário

Milhares de pessoas concentraram-se este sábado em Paris para protestar contra o passe sanitário — certificado de vacinação contra a covid-19 que passa a ser obrigatório para entrar em vários locais —, tendo a polícia …

"Toque de Midas" científico. Químicos transformam água purificada em metal dourado

Esta nova descoberta ajuda a entender o estado de transição da água e pode vir a ser importante no estudo de planetas como Neptuno ou Urano. Numa experiência alucinante, cientistas conseguiram transformar água purificada num metal …