Lince ibérico é das espécies com menor diversidade genética do mundo

Programa de Conservación Ex-situ del Lince Ibérico www.lynxexsitu.es / wikimedia

Exemplar de Lynx pardinus, o lince Ibérico

Exemplar de Lynx pardinus, o lince Ibérico

Cientistas espanhóis sequenciaram o genoma do lince ibérico e concluíram que o seu ADN, deteriorado durante milénios, é atualmente menos diversificado do que o de outros animais ameaçados, como a chita ou o diabo da Tasmânia.

O lince ibérico (Lynn pardinus) e o lince boreal ou euroasiático (Lynx lynx) começaram a separar os seus caminhos há 300.000 anos e, embora tenham continuado a cruzar-se e a trocar genes, ambas as espécies ficaram definitivamente separadas há cerca de 2.500 anos.

Desde então, a população do lince ibérico deteriorou-se gradualmente, até que em meados do século XX a perseguição, a destruição do seu habitat e, sobretudo, as duas grandes epidemias virais que atingiram o coelho, a sua principal fonte de alimento, dizimaram a espécie até ficarem menos de uma centena em 2002.

Com o objetivo de estudar a história e, sobretudo, para ajudar a conservação deste animal, uma equipa multidisciplinar de cientistas espanhóis de uma dezena de instituições, coordenados pela Estação Biológica de Doñana (EBD), sequenciaram o genoma do lince ibérico.

Os resultados, publicados recentemente no Genome Biology, indicam que o ADN destes felinos sofreu uma “erosão extrema” e encontra-se entre os genomas de menor diversidade do planeta.

Com novas técnicas de sequenciação, os investigadores conseguiram ler e classificar 2.400 milhões de letras do ADN de Candiles, um macho nascido em Sierra Morena (Espanha) que integra o programa de reprodução em cativeiro do lince ibérico.

Os cientistas identificaram 21.257 genes e encontraram indícios de alterações genéticas relacionadas com a audição, vista e olfato e com a adaptação dos linces ao seu ambiente, ou seja, com aqueles que os tornaram caçadores excecionais.

Foram também analisados os genomas de outros dez exemplares de Doñana e Sierra Morena e feita uma comparação com um lince europeu.

“Alguns pontos de estrangulamento foram reduzindo a população de linces e a sua diversidade genética”, disse à agência de notícias Efe o investigador principal do projeto e coordenador do estudo, Jose Antonio Godoy, da EBD.

“Ao estar confinado à Península Ibérica, o lince ibérico nunca foi uma população muito grande, mas também sofreu várias crises demográficas que minaram ainda mais a sua diversidade genética”, afirmou Godoy.

Em resultado da escassa riqueza genética do ADN do lince, o seu genoma está carregado de variantes genéticas “potencialmente prejudiciais” que poderão estar a reduzir as taxas de sobrevivência e reprodução desta espécie”.

O investigador destaca, no entanto, a eficácia de medidas de conservação adotadas desde 2000, como a reprodução em cativeiro e o cruzamento entre populações, que melhoraram substancialmente a situação do lince ibérico e da sua genética.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

UE reduz lista de países para reabrir fronteiras e mantém EUA e Brasil de fora

Os Estados-membros da União Europeia (UE) atualizaram, esta quinta-feira, a lista de países aos quais reabrem as fronteiras externas, mantendo de fora os Estados Unidos e o Brasil. "Na sequência da primeira revisão ao abrigo da …

24 horas depois, estátua de manifestante antirracismo em Bristol foi removida

A estátua de uma manifestante do movimento Black Lives Matter, erguida, esta quarta-feira, na cidade de Bristol, no Reino Unido, já foi removida. De acordo com o jornal The Guardian, 24 horas depois de ter sido …

Advogados continuam luta para manter declarações fiscais de Trump em segredo

Depois de o Supremo Tribunal ter determinado que os procuradores nova-iorquinos podem ter acesso às declarações de impostos do Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, os seus advogados informaram na quarta-feira que estavam a considerar …

EUA negam vistos a funcionários da Huawei que apoiem "violadores de direitos humanos"

Esta quarta-feira, o Governo norte-americano que vai impor restrições nos vistos a funcionários da Huawei e a outras empresas que os Estados Unidos vejam como apoiantes de Governos violadores de direitos humanos. Além das restrições, o …

Ventilador produzido em Portugal recebe autorização de utilização do Infarmed

O ventilador Atena, produzido em Portugal, recebeu, na terça-feira, a autorização do Infarmed para o seu uso em contexto hospitalar na luta contra a covid-19. Esta quarta-feira, numa publicação na sua página de Facebook, o CEiiA …

American Airlines avisa 25 mil trabalhadores que podem perder emprego

Os dirigentes da American Airlines escreveram a cerca de 25 mil trabalhadores da transportadora aérea para lhes comunicar que o seu emprego pode desaparecer em outubro. Os dirigentes das Companhias de aviação dos Estados Unidos admitiram …

Trump substitui diretor de campanha a menos de quatro meses das eleições

O Presidente dos Estados Unidos substituiu, esta quarta-feira, o seu diretor de campanha, perante os maus resultados nas sondagens, a menos de quatro meses das eleições. "Tenho o prazer de anunciar que Bill Stepien foi promovido …

Bristol acordou com uma nova estátua. Manifestante antirracismo substitui comerciante de escravos

Bristol acordou com uma nova estátua. Um artista britânico ergueu uma estátua de uma manifestante do movimento ‘Black Lives Matter’ no topo do pedestal na cidade inglesa antes ocupado pela estátua de um comerciante de …

Enfermeira norte-americana matou sete doentes num hospital de veteranos com injeções de insulina

Uma enfermeira num hospital de veteranos norte-americanos matou deliberadamente pelo menos sete doentes com injeções de insulina. A mulher, que admitiu o crime, deverá ser condenada a sete penas de prisão perpétua, mais 20 anos …

PSP pôs fim à festa do título na Avenida dos Aliados. Um polícia ficou ferido

Na parte final dos festejos portistas, já durante a madrugada, nos Aliados, o Corpo de Intervenção da PSP do Porto foi obrigada a intervir contra um grupo de adeptos. Ninguém foi detido, mas um agente …