Greves da Soflusa e Transtejo desconvocadas

Tiago Petinga / Lusa

A secretária-geral e responsável pela comunicação da Soflusa, Margarida Perdigão, confirmou esta segunda-feira que as greves da empresa de transportes foram desconvocadas.

As greves tinham início marcado para terça-feira. Os sindicatos assinaram um protocolo que vai servir de base para as negociações. “Confirmo que as anunciadas greves na Soflusa foram desconvocadas com efeitos imediatos”, disse Margarida Perdigão. As greves foram suspensas na sequência da subscrição de um protocolo negocial entre a administração da empresa e os sindicatos.

“Tivemos uma reunião com o Conselho de Administração, que visava iniciar as negociações. Mas partimos de um princípio: ou suspendia-se o que os mestres tinham obtido ou entregariam o dinheiro de igual montante a todos os trabalhadores”, afirmou ao Observador Alexandre Delgado, do Sindicato da Mestrança e Marinhagem da Marinha Mercante, Energia e Fogueiros de Terra (SITEMAQ).

Esta estrutura sindical tinha apresentado o pré-aviso de uma greve parcial, de duas horas por turno, entre terça-feira e quinta-feira.

No âmbito das negociações, a próxima reunião entre a administração da empresa e os sindicatos de trabalhadores da Transtejo/Soflusa vai realizar-se a 28 de junho, indicou Alexandre Delgado, referindo que, até chegarem a acordo sobre a revisão salarial de todos os trabalhadores, está suspenso o prémio de 60 euros atribuído aos mestres dos navios.

“As negociações não vão ser fáceis. Mas se todas as partes tentarem ter a mesma perspetiva de um acordo realista para toda a gente, um acordo que não maltrate ninguém e que possa manter a harmonia salarial que existe há décadas, nós estamos disponíveis”, acrescentou Alexandre Delgado.

Presente na reunião, o coordenador da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS), José Manuel Oliveira, disse que foi subscrito um protocolo negocial que vai servir de base às negociações, para encontrarem uma solução equilibrada para todos os trabalhadores da empresa.

A  fonte explicou ao Observador que as negociações “são um bom ponto de partida, mas não só por si um elemento de solução de qualquer problema”. “Mas partimos de uma base, talvez, com mais confiança”, concluiu José Manuel Oliveira.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Então e qual é o protocolo negocial que vai servir de base para as negociações ? Porque é que os funcionários ( alguns ) não tem acesso as condições colocadas nesse tal protocolo?

RESPONDER

Netflix retira imagens de suicídio de "13 Reasons Why"

A Netflix modificou o episódio da série "13 Reasons Why" onde apareciam imagens do suicídio da protagonista Hannah Baker (Katherine Langford), passando agora essa parte da ação a ocorrer de forma totalmente oculta para os …

Belinda Sharpe é a primeira árbitra do râguebi australiano em 111 anos

Belinda Sharpe vai tornar-se na primeira árbitra de campo na história de 111 anos da liga profissional de râguebi na Austrália, quando dirigir um jogo do campeonato agendado para quinta-feira. A Liga Nacional de Râguebi (NRL) …

Os chimpanzés não têm noção de justiça e aceitam desigualdades

Os chimpanzés carecem da noção de justiça e aceitam a desigualdade na repartição de comida ou materiais, segundo a investigadora Nereida Bueno. A cientista, da Universidade Pontificia de Camillas, que participou num estudo publicado esta semana …

Descartar drogas pelo esgoto pode criar "meta-caimões" nos Estados Unidos

O Departamento da Polícia de Loretto, no estado norte-americano do Tennessee, alertou este sábado para os perigos associados à eliminação de narcóticos através das canalizações das casas de banho. Numa publicação na página oficial de Facebook, …

Descoberta nova via terapêutica para tratar o Alzheimer

Um grupo de cientistas descobriu uma nova via terapêutica para tratamento do Alzheimer, que segundo os investigadores cria “alguma esperança” para travar o desenvolvimento da doença em estágios mais iniciais. O projeto, cujas conclusões foram publicadas …

Exército de carraças está a dizimar vacas (e pode chegar aos humanos)

Uma espécie invasiva de carraças já dizimou um quinto da população de vacas na Carolina do Norte. Os cientistas temem que o próximo alvo podem ser os humanos. A espécie de carraça Haemaphysalis longicornis tem feito …

Ucrânia aprova castração química para pedófilos

Na Ucrânia, será administrada uma injeção que reduz o libido aos pedófilos. A legislação vai aplicar-se a homens com idades entre os 18 e os 65 anos que forem considerados culpados de violação ou abuso …

Em vez de desaparecer, ilhas do Pacífico poderão mudar de forma

Países insulares como Tuvalu, Toquelau e Kiribati passam o nível do mar em poucos metros. Estes são Estados considerados vulneráveis ao aquecimento climático do planeta e as populações acreditam que podem desaparecer com a subida …

Morreu o pugilista Pernell Whitaker. O campeão olímpico foi vítima de atropelamento

O pugilista norte-americano Pernell Whitaker morreu atropelado este domingo em Virginia Beach, aos 55 anos. O atleta foi atingido mortalmente quando atravessava a estrada num cruzamento, durante a noite. Num comunicado enviado ao Guardian, o Departamento …

Eis a primeira aterragem autónoma de um avião tripulado

Uma equipa de cientistas alemã criou um sistema que permite à aeronave aterrar autonomamente em qualquer pista, sem nenhum tipo de apoio humano. Enquanto a indústria automóvel tem andado léguas no que toca a inovação em …