Governo prepara agravamento do IMI

O Imposto Municipal sobre Imóveis deverá aumentar a partir de janeiro de 2020. O Governo está a preparar uma alteração nas regras, que resulta num agravamento do imposto.

A Autoridade Tributária irá reavaliar o coeficiente de localização dos prédios até ao final do mês de agosto. A ideia é equiparar o valor patrimonial tributário das casas a 85% do preço médio de mercados na zona. Com o aumento do preço das casas, o mais provável é que a revisão do coeficiente leve a um aumento do IMI.

O coeficiente de localização é, segundo explica o CM, um dos fatores que mais contribui para o agravamento do Imposto Municipal sobre Imóveis. Após revisto, o coeficiente entrará em vigor em janeiro do próximo ano.

A atualização do coeficiente de localização será feita por peritos imobiliários já definidos, com o apoio das autarquias locais e dos serviços de Finanças. Os trabalhos no terreno irão começar no próximo mês de maio e terão em conta as reclamações já feitas por contribuintes em relação ao valor patrimonial tributário dos seus imóveis.

Além disso, outros critérios de revisão do coeficiente de localização passam pelas acessibilidades, transportes, equipamentos sociais, entre outros. O ECO explica também que a avaliação dos peritos será feita consoante a utilização para habitação, comércio, serviços e indústria.

O objetivo desta medida da Autoridade Tributária é evitar que haja grandes variações nos valores atribuídos por esta entidade aos imóveis. Contudo, esta mudança não afetará imediatamente o Valor Patrimonial Tributário (VPT). O valor dos imóveis, para efeitos de pagamento do IMI, só será alterado quando os proprietários pedirem uma atualização do VPT ou quando mudarem de dono.

De acordo com o CM, Lisboa, Porto e Algarve serão as zonas mais impactadas pela revisão do coeficiente, uma vez que os preços dos imóveis registaram grandes valorizações nos últimos cinco anos. São também estas as zonas onde há mais transações comerciais.

Segundo dados do INE, desde 2018, os preços das casas subiram 10% e foram vendidas quase 180 mil casas — mais 16,6% comparativamente com 2017.

ZAP //

PARTILHAR

29 COMENTÁRIOS

  1. Se nessa revisão do CIMI tiverem em conta a actualização automática e permanente, anualmente, do Cv, coeficiente de vetustez, será justo. Agora, actualizarem o Cl, coeficiente de localização por terem mais ou menos equipamentos sociais / públicos, com influência no valor de mercado, e esquecerem-se porque dá jeito, da idade do mesmo, não parece correcto. Aí o contribuinte terá de ter uma palavra a dizer. Essa de sujeito passivo, não pega.

  2. Pois o Costa é que é o melhor, ainda se gabam de ter aumentado ordenados, pudera nao é verdade, e aumentam sim os impostos

    • O dinheiro tem que se ir buscar a algum lado para se pagarem os aumentos dos professores, ou acha que o dinheiro surge da àrvore das patacas? Era bom que assim fosse, mas a realidade é que a nossa função pública continua a trabalhar mal e a dar muito prejuízo ao nosso País. As coisas estão lentamente a mudar, mas infelizmente, muito lentamente!

      • Fácil para que aumentarem os professores quando já ganham fora da tabela da função pública. O indice deles nao reporta a 100 sao uma classe a parte desde Cavaco Silva. Portanto meu caro temos o que merecemos cabe a quem quizer lutar para ser diferente.

  3. A mama dos Impostos Indirectos. A forma como Centeno esmifra a classe média, para mostrar na UE que é um grande economista !
    Fingem que dão com uma mão mas tiram realmente com a outra.
    E tiram depois de passadas as eleições quando os votos dos contribuintes já não fazem diferença.
    Socialistas, Comunistas, Bloquistas, Criminosos, Proxenetas, Vigaristas, Corruptos … tudo gente da mesma laia.

    • Não são impostos indirectos. Este é directo e bem directo. Mas não se refira apenas aos ditos de “esquerda”. Os outros são iguaizinhos, sem tirar nem pôr.
      E essa de fingirem que dão com uma mão, mas tiram com a outra, também não é bem assim.
      A mim tiraram-me na reforma e não ma aumentaram. Ainda recebo mensalmente menos cento e vinte e tal euros do que recebia em 2010. E a minha reforma não é de deputado.
      Quanto aos critérios de reavaliação das casas, que é do que trata a notícia, é tudo muito subjectivo. Para eles a minha casa valerá muito mais do que há 40 anos. Para mim não vale nada em relação àquele tempo. Quando a fiz, a rua terminava 30 metros adiante. Na rua havia apenas 4 casas. Ali passava apenas gente a pé e um ou outro tractor. Havia paz, tranquilidade, descanso nocturno. Hoje, nada disso existe. Edifícios de vários andares e uma rua que mais parece uma autoestrada 24 horas por dia.
      Morava no céu, hoje moro no inferno. Mas para esses senhores, hoje é que vivo bem e a minha casa é de rico, mesmo que já esteja velha.
      É evidente que o Estado precisa de dinheiro. Mas se não o gastasse onde não é preciso nem o distribuísse à toa pelas autarquias, não necessitava de cair sobre aqueles que toda a vida trabalharam, e muito, honestamente, em favor do próprio País.

      • Portanto, para o senhor tiraram-lhe com uma das mãos e não lhe deram nada com a outra. Quanto às autarquias, ainda não estão contentes porque querem mais. Autonomia e dinheiro!!

    • Estes mentirosos receberam o mais alto valor de carga fiscal de que há memória em Portugal. Depois da bancarrota socialista, agora ainda continuam a sobrecarregar mais os portugueses. Porque é que estes gajos são assim ? É tempo de baixar a carga fiscal e não aumentá-la como esta esquerdalhada pretende. E depois ainda temos aquele gabarolas das Fiinanças, com a tacha arreganhada, e postura por vezes envergonhadita, a falar de grande feito no défice. Deveria é ter vergonha daquilo que anda a fazer ao país e aos portugueses.

      • Nao concordo nunca foi tal alto por ex: o imposto sobre Produtos petroliferos que se refltee em tudo e agora tambem querem mais mama no IMI. Alem do pagamento ao banco tambem temos que dar as autarquias para meterem familia no tacho.

  4. Já agora alterem a lei no que se relaciona com o Cv. Não se compreende que seja o cidadão a ter que informar o Estado que a idade do imóveis aumenta anualmente.

  5. Vamos lá a Aplaudir a geringonça.
    Ouvimos todos os dias a esquerda a dizer que quem investe tem que ser Fod*do.
    Ora aí está a conta-partido do FP do Costa se manter a Governar este miserável País, onde grande percentagem mama na teta dos PEQUENOS INVESTIDORES.
    Já dizia o meu bisavó de que um dia quem tivesse imóveis só teria uma Opção, entrega-los a estes FP para pagar os impostos. Todos sabemos que o 1º ministro de Português tem Pouco…

  6. Parabéns PS, BE e PCP por sugarem tudo o que os portugueses têm para dar!
    Este é o governo que promoveu a maior carga fiscal da história de Portugal.

  7. As finanças deviam ser obrigadas a comprar os imóveis pelo preço da avaliação sempre que o proprietário assim o exigisse por não concordar com a mesma.

  8. Esquerda ou direita tudo igual, a única diferença, uns disseram que iam aumentar impostos. Os outros continuam aumentar e sempre a negar. Agora é tirar as conclusões.

  9. Obviamente que há que fazer a correcção quando o valor das casas está em máximos, pois assim, consegue-se r*ubar mais, quero dizer arrecadar mais impostos … Este tem sido um Governo do faz de conta, das mentiras e do aumento brutal de impostor indirectos. Devoluções e aumentos nos salários pouco ou nada se vê, o brutal aumento dos impostos sobre os combustíveis dizendo que ia baixando posteriormente e forma a que o impacto fosse nulo foi uma descarada mentira, temos os combustíveis muito mais caros do que quando o petróleo custava quase o dobro, nos impostos indirectos tem sido um fartote. Depois ninguém vê o que se passa, o compadrio, o nepotismo … na história este governo ficará conhecido por 3 coisas: o Acordo das Esquerdas, o encapuçado brutal aumento de impostos e pelos “tachos” que foram distribuindo entre familiares.

  10. Programa do partido socialista: Taxar
    Sondagens: Está perto da maioria absoluta
    Conclusão: Os portugueses têm o que merecem

  11. Ora aqui está uma boa medida para recuperar o capital investido nos passes sociais e pior que tudo certamente um segundo agravamento para todos aqueles que habitam em regiões não abrangidas por essa medida social, o primeiro foi mesmo o ficar-se de fora e ainda ter que contribuir para o bem estar dos outros e o segundo agora vai na penalização do IMI, um país cada vez mais divido em condições sociais e humanas. Para aqueles que acreditam no Pai Natal político aqui está uma desilusão e alguns deles talvez comecem a pensar que na verdade ninguém dá seja o que for de mão beijada.

  12. Mais um bom exemplo da EC. Só interessa a união monetária. Não vem o verdadeiro federalismo, com uma taxação uniforme. Com pareceres, normas dilatadas e outros instrumentos não vamos lá. Estes políticos são uns inaptos. Vão Votar, eliminação total dos incapazes. O aparelho Estado faz de todos os votados uns Bananas. Nas próximas eleições representativas é possível que alguém vá abanar este status quo.

  13. O dinheiro tem que se ir buscar a algum lado para se pagarem os aumentos dos professores e algumas pensões milionárias.

  14. CHEGA ou Basta com estes vendedores de ilusões!!A saúde está um caos ,a justiça também ,a educação nunca esteve tão mal,anunciam obras mas nunca arrancam .Abram os olhos estamos a ser enganados com os sorrisos e vozes mansas deste governo.O país está todo endividado,é só subirem as taxas euribor e a bolha rebenta!!!A economia está dependente de milhares de micro e pequenas empresas ,a cultura do poucochinho também foi aplicada ao investimento.Deixaram e estão a deixar centenas de milhares de brasileiros entrar em Portugal,aumentando a mão de obra disponível no mercados,originando pela lei da oferta e da procura a salários mais baixos e empregos precários.O salário mínimo aumentou ligeiramente,só que os outros não e cada vez mais teremos baixos salários pondo em causa o sistema financeiro/social.Quem acha que este governo está a governar bem ,informe-se e irá descobrir que foi graças ao BCE que os bancos conseguiram novamente liquidez e graças aos empréstimos(ou não)a economia começou a mexer,gerando uma reacção em cadeia.Mas como o tuga pede muito e produz pouco,o resultado estará a vista se este governo continuar…

  15. As zonas de Lisboa , Porto e Algarve, são as Zonas onde este governo pretende acabar com a classe média, abrindo lugar para a classe alta.
    A classe alta quer comprar e não há produto, este governo só encontrou esta maneira de resolver a situação, correr novamente com o povo para a província e desta maneira em Lisboa, Porto e Algarve ficam os Grandes que não se importam de pagar IMI mais alto e vão acabar por comprar as casas de quem vái ser obrigado a pagar, o valor do IMI é já altíssimo em Lisboa , Porto e Algarve.
    Apenas se esquecem que também necessitam de pessoas para trabalhar.
    Os partidos dos pobres, pcp e bloco não vão deixar isso acontecer, ou será que vão concordar? como fizeram com as scuts, imposto sobre os combustíveis, etc…

RESPONDER

Ensino Superior com mais concursos para professores em 2019

As instituições de Ensino Superior abriram, em 2019, mais 948 concursos para a carreira docente do que em 2018, anunciou, esta quinta-feira, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. De acordo com uma nota do …

Paulo Gonçalves. Seguradoras atrasam autópsia e trasladação do corpo para Portugal

Paulo Gonçalves faleceu no domingo, aos 40 anos, na sequência de uma queda sofrida ao quilómetro 273 da sétima de 12 etapas do Rali Dakar. Exigências das seguradoras quanto a despistes toxicológicos ao corpo de Paulo …

Estivadores vão fazer greve em Setúbal e ameaçam fazer o mesmo em Lisboa

O Sindicato dos Estivadores e Atividade Logística (SEAL) revelou esta sexta-feira que vai entregar já na segunda-feira um pré-aviso de greve no Porto de Setúbal e ameaça fazer o mesmo no Porto de Lisboa. “Os trabalhadores …

Segundo maior diamante transforma-se em joias Louis Vuitton

Depois de cortado e polido, o segundo maior diamante da história será transformado numa coleção de joias da Louis Vuitton. A Lucara Diamond encontrou o diamante Sewelo, de 1.758 quilates, na sua mina do Botswana, no …

Filho do presidente da Câmara de Pedrógão Grande "sem memória" no caso da reconstrução de casas

O adjunto do presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Telmo Alves, que também é filho do autarca, disse em Tribunal que desconhece o processo de reconstrução das casas ardidas no incêndio no concelho, em 2017, …

Joacine não está inscrita no congresso do Livre

De acordo com o semanário Expresso, a deputada única do Livre não se inscreveu na reunião magna do partido, que se realiza este fim de semana, em Lisboa. A deputada do Livre, Joacine Katar Moreira, e …

"Há condições para avançar" com o alargamento da ADSE

"Há condições para avançar" com o alargamento da ADSE aos contratos individuais do Estado e aos precários regularizados no PREVPAP, disse Alexandra Leitão, esta sexta-feira, no Parlamento. A ministra da Modernização do Estado e da Administração …

Países "lutam" por fundos europeus para neutralizar emissões de carbono

Um novo fundo de 100 mil milhões destinado a neutralizar as emissões de dióxido de carbono na Europa até 2050 está em disputa por vários países. A Comissão Europeia quer implementar um fundo de 100 mil …

Tribunal japonês suspende atividade de reator nuclear que tinha recebido luz verde

Um tribunal no Japão ordenou esta sexta-feira que o reator nuclear da central de Ikata (oeste do país) pare por razões de segurança, numa decisão que revoga uma anterior que deu luz verde ao seu …

Panamá. Sete corpos encontrados em vala comum em área indígena controlada por seita religiosa

Os corpos de sete pessoas foram encontrados na quinta-feira numa vala comum numa área indígena do Panamá controlada por uma seita religiosa, entre eles o de uma grávida e cinco dos seus filhos. Outras 15 …