Portugal 6-1 Suíça | GR26 arrasa helvéticos em noite de sonho

10

José Sena Goulão / Lusa

Para a História! Portugal está nos quartos-de-final do Mundial 2022, mas o feito por si só, embora extraordinário, ganha maior relevância pela forma como foi conseguido.

O falatório antes do jogo andava em torno da ausência de Cristiano Ronaldo do “onze” inicial. Para o seu lugar Gonçalo Ramos, mas também de notar a saída de João Cancelo para a entrada de Diogo Dalot e de Rúben Neves, avançando Otávio.

O resto foi o desenrolar de uma noite de sonho para Portugal e, em especial, para Ramos, dando razão às escolhas de Fernando Santos. O atacante luso estreou-se a marcar em Mundiais e abrilhantou o facto com um “hat-trick”. Pepe, Raphaël Guerreiro e Rafael Leão marcaram os outros golos da turma das “quinas”. Que venha Marrocos!

Amasso do princípio ao fim

O jogo começou difícil para Portugal, sem conseguir sair do seu meio-campo devido à pressão helvética. Faltava quem conseguisse assumir o transporte de bola para a frente, pelo que os passes longos foram a solução inicial. Aos poucos, porém, a turma das “quinas” foi melhorando e surgindo mais vezes com controlo na frente e chegou ao golo aos 17 minutos. João Félix serviu Gonçalo Ramos, este recolheu e virou-se, antes de arrancar um pontapé muito forte para o 1-0.

Félix voltou a solicitar Gonçalo Ramos, com um cruzamento tenso, aos 32 minutos, mas quando o ponta-de-lança luso ia cabecear, Fabian Schär surgiu a desviar para canto. Na sequência do lance, à direita, cobrado por Bruno Fernandes, Pepe surgiu na grande área a cabecear para o 2-0. E aos 43, Gonçalo Ramos, isolado, viu Yann Sommer realizar uma enorme defesa.

Mesmo esta ocasião flagrante desperdiçada não tirou a Gonçalo Ramos o destaque de melhor em campo ao intervalo. O atacante registava um GoalPoint Rating de 7.3, com um golo, três remates, todos enquadrados e cinco passes progressivos recebidos, vamos mais alto da partida.

No arranque do segundo tempo acumularam-se os golos e o tratado de Portugal sobre a Suíça. Aos 51 minutos, Dalot trabalhou bem na direita, cruzou rasteiro e Gonçalo Ramos foi mais rápido a reagir, desviando para o seu bis e o 3-0. Quatro minutos volvidos foi Raphaël Guerreiro a arrancar um pontapé potente e indefensável para o 4-0, mas os helvéticos reagiram e reduziram a desvantagem aos 58, com um desvio de Manuel Akanji ao segundo poste, na sequência de um canto da direita.

Contudo, a noite era de Gonçalo Ramos. Aos 67 minutos, transição rápida de Portugal, a bola chegou a João Félix que a entregou redondinha a Gonçalo Ramos. Este, perante Sommer, picou a bola para um “hat-trick” do jovem atacante, o primeiro deste Mundial 2022. Um jogo digno de um conto de fadas para Ramos, que se estreou a marcar em Mundiais… com três tentos. E uma noite de sonho para Portugal, que deixa um sério aviso à navegação. Antes do final, mais um golo, o 6-1, numa obra de arte de Rafael Leão.

MVP GoalPoint: Gonçalo Ramos

Que noite! Esta Gonçalo Ramos nunca irá esquecer. O atacante foi titular pela primeira vez, estreou-se a marcar em Mundiais e, não satisfeito, conseguiu alcançar o primeiro “hat-trick” registado no Qatar 2022. Ramos foi o melhor em campo, com um GoalPoint Rating de 9.8. A ocasião flagrante falhada na primeira parte rouba-lhe uma mítica nota 10.0, que seria também a primeira registada na prova. Destaque ainda para seis remates, máximo do jogo, cinco deles enquadrados, mas também uma assistência e seis acções com bola na área contrária. Estupendo.

  // GoalPoint

10 Comments

  1. A prova provada que jogando COLETIVAMENTE, jogo simples, dinâmico, rápido e objetivo, Portugal pode vencer QUALQUER SELEÇÃO seja ela qual for!!!Cristiano Ronaldo é uma das grandes lendas do futebol mundial, o maior jogador português de sempre e um dos maiores senão o maior da história…mas o seu tempo acabou, é a lei natural da vida, nada nem ninguém é eterno…Força Portugal, força CR7!

    • Tem lá calma. Nos primeiros 13 minutos não jogaste nada. Quando a Suíça marcou um golo, e muito embora tivesses 4, tremeste durante 15 minutos. Na prática marcaste quase sempre que remataste e quase sempre em contra-ataque. E com um guarda-redes a ajudar (aquele remate do Leão entra no meio da baliza?!?!, Mesmo o primeiro golo do jogo não seria possível por ali num bom guarda-redes).
      Com Marrocos não vais ter contra-ataque. Vão estacionar um autocarro na baliza e jogarão eles em contra-ataque. Este foi um daqueles jogos em que tudo correu bem. Mas poderia ter sido diferente.

      • Obviamente não será um jogo fácil, e não vamos marcar 6 golos, mas com estas dinãmicas estaremos sempre mais próximos da vitória, é inegável!

      • Quem é que tinha razão? Andou aí tudo doido na sequência do Portugal Suíça sem terem percebido o que de tinha passado em campo. O jogo com a Suíça foi um jogo que não revelou o que Portugal era. Foi um jogo em que tudo corre bem a uma das partes e tudo corre mal à outra.
        Em 10 jogos com Marrocos perdemos sempre mais jogos do que ganhamos. É difícil ganhar jogos a equipas com defesas tão recuadas e com uma capacidade de luta tão grande. Pior ainda, se marcarem primeiro.

  2. E assim se anestesia o povo. Enquanto entretêm o povo com futebol vão fazendo revisões à Constituição e tomando outras medidas que retiram direitos às pessoas e lhes vão degradar cada vez mais a vida.
    Afinal a Rússia é que era má por ter invadido a Ucrânia (julgando eles que o povo não sabia que a Rússia foi obrigada a agir para defender os seus cidadãos) mas agora lambuzam-se com um mundial feito em cima dos corpos e à custa da exploração de milhares de trabalhadores que morreram à construir esses mesmos estádios. O futebol está acima de tudo e o povo vai atrás disto. Pobre povo. Pobre país.

    • “Afinal a Rússia é que era má por ter invadido a Ucrânia (julgando eles que o povo não sabia que a Rússia foi obrigada a agir para defender os seus cidadãos) …”
      Mas quê?!!! A Ucrânia estava para invadir a Rússia?!!! Tens ido ao médico?!! Tens tomado a medicação a horas?!!

      • Se tivesses o mínimo de cultura saberias que há pelo menos 8 anos na região ucraniana do Donbass, concretamente em Lugansk e Donetsk que são províncias de maioria russófona e que procuravam a independência, o exército ucraniano atacava e matava diariamente todos os que queriam a independência. Milhares de mulheres e crianças foram mortas. Foi por esta razão que a Rússia agiu.
        Isto é do conhecimento público e encontras em vários jornais.
        O Ocidente foi cúmplice desta situação.
        Mas o grande interessado em manter esta guerra são os EUA pois estão a tentar através dela derrubar o velho rival.
        Tu achas normal a Europa meter sanções à Rússia e quem se prejudica é a própria Europa? Ainda não percebeste que é tudo bluff ?
        Tu pensavas que a Rússia se lembrou de invadir a Ucrânia porque lhe apeteceu? Meu caro, desliga a televisão e liga o cérebro.

        • Se tivesses o mínimo de neurónios que te permitissem ler e compreender a história saberias que essas regiões “russófonas” apenas o são pela política de Estaline de povoar com Russos as diferentes regiões da ex-URSS. Essas regiões não são russas. Foram povoadas por Russos o que é muito diferente.
          E quanto ao regurgitado: “Tu achas normal a Europa meter sanções à Rússia e quem se prejudica é a própria Europa? Ainda não percebeste que é tudo bluff ?”, estás muito, mas mesmo muito enganado. Não é à toa que todos os dirigentes russos só falam nas sanções económicas. Estão a fazer mossa e não é pequena. Podes dizer-me: mas eles vendem o petróleo à Índia… pois vendem… a 32 dólares o barril enquanto que para a UE vendiam quase a 60.
          Putin tem aspirações expansionistas iniciadas na Crimeia. Quer reconstruir a velha URSS. Tem azar. O Ocidente está bem unido e não vai ceder nem um mm.
          A Rússia de Putin foi posta no seu lugar. Não é nenhuma potência, nem tem nenhum exército digno desse nome, como de resto já se tinha visto no Afeganistão. Tem armas nucleares. Sim, mas quando as usar grande parte delas nem saem do território Russo (os sistemas avançados da NATO, fazem com que a maioria seja logo abatida no momento da descolagem inicial). E quando alguém as usar, o mundo termina no dia seguinte.

  3. Finalmente o Engenheiro percebeu… a seleção nacional precisa de ter como principal clube alimentador do 11 titular o FC PORTO! Só assim consegue jogar bem. Afinal, no 11 de ontem, o FC PORTO tinha 3 jogadores. Mais nenhum clube tinha 3.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.