Gaivotas preferem comida que veem os humanos a manipular

Uma nova investigação, levada a cabo por cientistas da Universidade de Exeter, no Reino Unido, concluiu que as gaivotas preferem comida que viram ser manipulada antes por humanos.

Face a dois alimentos idênticos, e em que um deste esteve antes na posse de um humano, as gaivotas decidiram alimentar-se de forma mais frequente a partir de produtos manipulados, de acordo com a nova investigação.

“Apesar de serem muito comuns nas cidades, pouco se sabe do comportamento urbano das gaivotas. Queríamos descobrir se as gaivotas são simplesmente atraídas pela visão dos alimentos ou se as ações das pessoas podem também chamar a atenção deste animais para um determinado alimento”, disse Madeleine Goumas, autora principal do estudo, citada em comunicado da universidade britânica.

Os cientistas descobriram agora que o Homem pode ter um impacto na escolha alimentar destes animais. “O nosso estudo mostra que os sinais humanos podem desempenhar um papel importante na forma como as gaivotas encontram comida e pode explicar, em parte, porque é que as gaivotas conseguiram colonizar áreas urbanas”, sustentou.

A investigação foi conduzida nas cidades britânicas de Falmouth e Penzance, tendo sido abordadas gaivotas-prateadas. Ao todo, foram testados 38 animais.

“As nossas descobertas sugerem que as gaivotas tendem a aproximar-se de alimentos que viram a ser manipulados por pessoas, para que possam associar áreas onde há pessoas a comer a refeições fáceis”, rematou Laura Kelley, autora sénior do estudo.

Os resultados do estudo foram esta semana publicados na revista The Royal Society.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Dezenas de mulheres abusadas por funcionários da OMS na República Democrática do Congo

Dezenas de mulheres e meninas foram abusadas sexualmente por voluntários da Organização Mundial de Saúde (OMS) destacados para enfrentar o Ébola na República Democrática do Congo (RDC), entre 2018 e 2020, concluiu um inquérito independente …

Evolução de parasita está a tornar mais difícil detetar e tratar a malária

Uma mutação do parasita que causa a malária está a "camuflar" as proteínas que são identificadas nos testes rápidos, tornando mais difícil detetar e tratar a doença. De forma semelhante aos testes à covid-19, baratos e …

Banguecoque em alerta. Mais de 70.000 casas inundadas na Tailândia

As autoridades tailandesas têm feito esforços para proteger partes de Banguecoque das cheias, que já inundaram 70.000 casas e mataram seis pessoas nas províncias no norte e centro do país. A tempestade tropical Dianmu causou cheias …

Exilados sírios obrigados a pagar taxas para evitar o alistamento obrigatório

No início deste ano, Yousef, um sírio de 32 anos que vive na Suécia, teve que pagar as taxas que lhe isentavam da obrigatoriedade de se alistar no exército da Síria, caso contrário a família …

Portugal tem cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, mais de metade em Lisboa

Estima-se que, em 2020, cerca de 485 pessoas tenham abandonado esta condição, o que representa uma descida de 39% face a 2019. Portugal terá cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, segundo os resultados de …

Simone Biles: "Deveria ter desistido muito antes dos Jogos Olímpicos"

"Uma mulher preta tem que ser a melhor, as pessoas tentam menosprezar", lamentou a multi-campeã olímpica de ginástica. Simone Biles não conquistou qualquer medalha de ouro nos Jogos Olímpicos deste ano mas foi a atleta mais …

Mãe e filho de 2 anos morrem à porta do estádio. Jogo decorreu normalmente

Queda aconteceu pouco antes de começar um jogo da Major League Baseball, em San Diego. O desporto passou para segundo plano na tarde deste domingo, pouco antes de um jogo de beisebol, nos Estados Unidos da …

"Blá blá blá". Greta Thunberg acusa líderes mundiais de não cumprirem com as promessas climáticas

Ativista considera que os anúncios feitos pelos líderes mundiais não passam de bonitas intenções que, na prática, não se traduzem em ações com verdadeiro impacto na luta contra as alterações climáticas. Greta Thunberg acusou os líderes …

Mulher com síndrome de Down perde ação judicial contra a lei do aborto no Reino Unido

Na semana passada, uma mulher com síndrome de Down perdeu uma ação judicial contra o governo britânico por causa de uma lei que permite o aborto até ao fim da gestação de fetos que poderão …

Tribunal condena corticeira da Feira por despedir trabalhadora que denunciou assédio

A corticeira Fernando Couto foi condenada pelo Tribunal da Feira a pagar uma coima de cerca de 11 mil euros por ter despedido a operária Cristina Tavares, após esta ter denunciado ser vítima de assédio …