Encontrado fóssil de aranha com 110 milhões de anos (e os seus olhos ainda brilham no escuro)

Espécies com corpos moles – como as aranhas – não ficam fossilizadas em pedras em comparação com os animais com ossos e dentes. Na maior parte das vezes, estes animais são encontrados preservados em âmbar.

Contudo, de acordo com um novo estudo publicado na revista Journal os Systematic Paleontology, foi encontrado um fóssil de aranha numa área de xisto na Coreia do Sul chamada Formação Jinju do Cretáceo Inferior.

As aranhas fossilizadas encontradas tinhas cerca de 2,5 centímetros, mas o facto mais extraordinário é que os seus olhos ainda brilhavam mesmo depois de tantos milhões de anos terem passado.

“Devido ao facto de que estas aranhas ficaram preservadas em estranhas manchas prateadas na rocha escura, foi imediatamente possível notar que os seus olhos eram muito grandes”, afirmou Paul Selden, membro da equipa, enfatizando que se trata do chamado “tapete brilhante”, uma membrana existente dentro do globo ocular de certos animais, capaz de refletir a luz que entra nos olhos, melhorando a visão noturna dos animais.

Estes aracnídeos viveram no planeta há aproximadamente 110 milhões de anos e usavam esta capacidade da visão durante a caça noturna.

Os fósseis de aranhas são muito raros, já que os animais de corpo mole como os insetos sofrem uma decomposição rápida, por isso muito raramente ficam fossilizados como acontece com o esqueleto dos outros animais.

Segundo o investigador, normalmente, as “aranhas flutuavam, porém neste caso, elas afundaram-se, o que as manteve longe das bactérias em decomposição“.

Além disso, as rochas onde os fósseis foram encontrados estavam cobertas com restos de pequenos crustáceos e peixes, o que sugere que uma floração de algas teria apanhado os fósseis, provocando o seu afundamento.

A descoberta dos insetos conservados na rocha ajudou os cientistas a descobrirem pela primeira vez as características anatómicas das aranhas que viveram há milhões de anos. Já os olhos em forma de canoa do aracnídeo ajudará os investigadores na identificação da árvore evolutiva destes insetos.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Acho que quinto parágrafo.

    A preservação ocorreu pelo fato de ter havido uma fossilização rápida. E não uma morte lenta e natural.

    Quanto ao brilho dos olhos…creio que talvez seja pelo fato de que não se passaram “milhões” de anos.

RESPONDER

Greve na limpeza vai parar Hospital de São João no Porto

Os trabalhadores da limpeza do Hospital de São João, no Porto, entraram em greve este sábado. As desinfeções em ambulatório ou a limpeza de consultórios e da urgência não estão a ser feitas. Na …

Há um enorme buraco na atmosfera de Marte (e a água está a escapar)

Uma vez a cada dois anos, um gigantesco buraco abres-e na atmosfera marciana, deixando escapar para o Espaço uma parte das escassas reservas de água do Planeta Vermelho. O estranho mecanismo meteorológico, nunca visto na Terra, …

Musk vai construir um túnel de alta velocidade em Las Vegas

A Boring Company conseguiu um contrato de 48,7 milhões de dólares para construir um sistema subterrâneo, chamado LVCC Loop, em Las Vegas. A empresa Boring Company, de Elon Musk, foi a escolhida para construir um túnel …

Cientistas podem ter descoberto a verdadeira origem da canábis

A origem da canábis é um mistério, mas a análise de pólen antigo sugere que a planta evoluiu cerca de três quilómetros acima do nível do mar no planalto tibetano. Documentos que datam da Idade Média …

Sporting vs FC Porto | Um ano depois, a Taça para os leões

O Sporting venceu o FC Porto, mais uma vez nas grandes penalidades, e arrecadou a 17ª Taça de Portugal. Num jogo muito disputado no Estádio do Jamor, que terminou empatado 1-1 no tempo regulamentar, o Porto …

Marcelo pede aos portugueses para votarem. "Ficar em casa é um erro enorme"

O Presidente da República pediu hoje aos portugueses que façam o "pequeno sacrifício" de votar nas eleições para o Parlamento Europeu e não deixem "nas mãos de 20% ou de 25% a decisão que é …

Uma cidade inteira dos EUA está refém de cibercriminosos

A cidade de Baltimore, nos Estados Unidos, está sob ataque. Mas a ameaça não vem de pessoas armadas com pistolas e bombas. Há duas semanas, cibercriminosos usaram ransomware - um tipo de software nocivo que restringe …

Abandonado em bebé no aeroporto de Gatwick, Steve encontrou a família 33 anos depois

Um bebé foi abandonado no chão de uma casa de banho do aeroporto de Gatwick a 10 de abril de 1986. Foi quando Beryl Wright encontrou o recém-nascido que começou o mistério que só se …

Monges encontram receita perdida e voltam a fabricar cerveja medieval belga após 224 anos

Os monges da abadia de Grimbergen, na província de Brabante Flamengo, na Bélgica, encontraram a receita original de uma cerveja que era produzida artesanalmente no local há 224 anos e voltarão a fabricá-la. Monges da Abadia …

Nova app permite transmitir consentimento ao par num encontro

Vem aí uma nova app para encontros que nos permite sinalizar quando é que o nosso par tem o nosso consentimento para avançar para o próximo passo. A aplicação permite também ganhar pontos conforme se …