“Não tem passado de figurante”. Fenprof diz que sistema educativo bloqueava se dependesse do ministro

Paulo Novais / Lusa

O secretário-geral da FENPROF, Mário Nogueira

O secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof), Mário Nogueira, considerou, esta sexta-feira, que sistema educativo em Portugal já tinha bloqueado se dependesse do trabalho do ministro da Educação e do Governo, realçando que o sistema funciona graças aos professores.

“O sistema educativo em Portugal funciona apesar de termos um Ministério [da Educação] que pouco ou nada faz para que ele funcione. Porque, se fosse apenas em função do trabalho do senhor ministro [da Educação, Tiago Brandão Rodrigues] e do Ministério da Educação e do Governo, o sistema já tinha bloqueado completamente”, declarou Mário Nogueira, depois de ter ouvido críticas feitas esta sexta-feira pelo Ministro da Educação à estrutura sindical.

Segundo o secretário-geral da Fenprof, o ministro da Educação veio dizer para as televisões em direto que é o sindicato que desvaloriza os docentes, mas Mário Nogueira considera que as escolas só abrem em condições razoáveis porque “estão lá os professores”.

“O senhor ministro veio dizer numa escola do Porto, em direto nas televisões, que quando nós [sindicato] dizemos que as coisas estão a correr mal, que estamos a desvalorizar os professores (…) Mas a questão é outra. É exatamente o contrário. É que as escolas só conseguem abrir em condições razoáveis e funcionar e dar uma boa resposta, porque estão lá os professores, porque estão lá as direções“, referiu Mário Nogueira, recordando que já tinha dito isso na conferência de imprensa, mesmo antes de o ministro da Educação ter falado esta sexta-feira no Porto, depois de uma visita à Escola Fontes Pereira de Melo.

Mário Nogueira reiterou que os professores são os protagonistas, acusando o ministro da tutela de ser um mero figurante.

“Os professores tem sido protagonistas nisto tudo e tem sido a eles e graças a eles que as escolas conseguem funcionar. O senhor ministro não tem passado de figurante e, como tal, eu diria que apesar de uma ausência de uma política de investimento na educação, de uma política de valorização dos profissionais, uma política de defesa da escola pública, as escolas funcionam, porque os professores, e os outros trabalhadores, têm ido bem para além daquilo que lhes é exigido. Os professores nunca se pouparam ao trabalho”, afirmou.

Questionado sobre as dúvidas levantadas pela Fenprof em relação à recuperação de aprendizagens depois dos períodos de confinamento que marcaram o ano letivo de 2020/2021, o ministro ressalvou que este é “um ano de provação”, mostrando-se confiante no trabalho das escolas.

“As organizações sindicais têm que entender que quando falam mal de todo o sistema educativo, quando falam mal de todo o trabalho que se está a fazer nas escolas estão também a dizer aos trabalhadores que representam que, de certa forma, não entendem o trabalho que eles fazem todos os dias e isso não é, claramente, positivo “, disse o ministro.

Mário Nogueira apontou que, apesar de estar em curso um plano de recuperação, as escolas não tiveram um reforço de professores para poderem concretizar as medidas que é suposto concretizarem.

A Fenprof realizou esta sexta-feira uma conferência de imprensa no Porto para balanço da abertura do ano letivo e perspetiva ano que se apresenta como o da municipalização.

As aulas para cerca de 1,2 milhões de alunos do 1.º ao 12.º ano começaram esta semana, entre terça-feira e esta sexta-feira, com um novo ano marcado pelo arranque do plano de recuperação de aprendizagens. Desde o início da semana que está também a decorrer uma greve promovida pelo Sindicato de Todos os Professores (STOP), que abrange todos os profissionais de educação desde creches ao ensino superior.

Para o dia 5 de outubro a Fenprof agendou uma manifestação em Lisboa, junto ao Ministério da Educação, para exigir que as condições de trabalho e os direitos dos professores sejam respeitados.

  // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O pior desastre nuclear da história dos EUA pode ter sido fruto de uma brincadeira

O SL-1 era um reator nuclear experimental de baixa potência, localizado no Idaho, nos EUA, que tinha como objetivo fornecer energia a pequenas instalações militares remotas no início dos anos 1960. O reator acabou por ficar …

PJ deteve quarto suspeito da morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, ao final da tarde desta quinta-feira, um quarto suspeito da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Durante a tarde de hoje, em conferência …

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, a ministra da Cultura, Graça Fonseca, e a ministra da Saúde, Marta Temido

Saúde, Trabalho e Cultura. As medidas aprovadas pelo Governo para facilitar a negociação do OE

Novo Estatuto do Serviço Nacional de Saúde, Agenda do Trabalho Digno e a versão final do Estatuto dos Profissionais da Cultura foram os grandes destaques da conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta …

Banido do Facebook, Donald Trump aposta na criação da sua própria rede social

Nova rede social deverá estar disponível a partir do início do próximo ano e é uma resposta do antigo presidente às empresas que o decidiram banir. O antigo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump anunciou o …

Um cigarro aceso

"Fumar mata." Deputados britânicos querem que o aviso seja impresso em cada cigarro

Para desencorajar os fumadores, os deputados britânicos querem imprimir o slogan "Fumar mata" em cada cigarro de um maço de tabaco. Deputados britânicos apresentaram, no Parlamento, uma emenda à Lei de Saúde e Cuidados de Saúde …

Ludogorets 0-1 Braga | Horta bracarense dá frutos cedo

O Sporting de Braga conseguiu um importante triunfo por 1-0 na deslocação ao terreno do Ludogorets, no Grupo F da Liga Europa. A formação lusa não quis perder tempo e marcou logo aos sete minutos, por …

PJ admite mais pessoas envolvidas na morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) admitiu, esta quinta-feira, que estejam mais pessoas envolvidas na morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Os dados foram avançados esta tarde, em conferência de …

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo continua a "desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o OE passar"

O Presidente da República afirmou, esta quinta-feira, que continua "a desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o Orçamento passar" e considerou que os próximos dias, com reuniões partidárias até ao fim-de-semana, "são …

Facebook acorda com parte da imprensa diária francesa pagar "direitos conexos"

O Facebook chegou a um acordo com parte da imprensa diária francesa para pagar "direitos conexos", anunciou a rede social norte-americana, algumas semanas depois de assinar acordos semelhantes com o Le Monde e o Le …

Os trabalhadores que acumulam empregos em teletrabalho — e em segredo

Com a normalização do teletrabalho nos últimos anos, há cada vez mais pessoas que acumulam dois empregos a tempo inteiro — e em segredo. Têm dois endereços de e-mail profissionais, dois computadores, dois patrões e... dois …