Faro espera arrecadar 500 mil euros com taxa turística

O município de Faro inicia no domingo a cobrança de uma taxa turística no valor de 1,5 euros por dormida, com a expectativa de arrecadar 500 mil euros em 2020, disse este sábado à Lusa um vereador da autarquia.

“Após a aprovação por quase todos os municípios [algarvios], Faro começa agora cobrar esta taxa, para mitigar o impacto do turismo no território e tornar a cidade mais agradável, atraindo mais turistas”, afirmou à Lusa Carlos Baía, vereador da Câmara de Faro com o pelouro do Turismo.

O governante revelou que a estimativa da verba a arrecadar este ano “tem em conta os normais valores das dormidas” fornecidas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), adiantando que a taxa será cobrada “apenas entre 1 de março e 31 de outubro”.

A taxa será cobrada por pessoa e por cada dia de dormida em estabelecimentos hoteleiros e alojamentos locais do concelho, contudo, está previsto um limite de sete dias, ou seja, “se alguém ficar 10 noites, apenas paga as sete primeiras” exemplificou.

Estão isentos de pagamento as crianças e jovens até aos 13 anos, estudantes nacionais ou estrangeiros da Universidade do Algarve (até 60 dias consecutivos), pessoas a realizar atos médicos (e um acompanhante) e pessoas portadoras de pelo menos 60% de incapacidade, acrescentou.

A aplicação do valor arrecadado pela taxa serve, em termos genéricos, para “mitigar os efeitos que o turismo tem no território, melhorar a cidade e torná-la mais atrativa e agradável aos visitantes”, avançou Carlos Baía.

Em termos concretos, a verba será aplicada nas áreas ligadas ao turismo, no espaço e equipamentos públicos e em atividades culturais, nomeadamente, na “requalificação da frente ribeirinha e da baixa da cidade, melhorias no Museu Municipal de Faro e no Teatro Lethes, ou na criação de um circuito acessível a pessoas com mobilidade reduzida na Vila Adentro”, ilustrou.

Seguindo a experiência de outros municípios que já implementaram a taxa, a autarquia criou uma plataforma onde os operadores turísticos registam no final de cada mês a informação das dormidas, “sendo automaticamente gerada uma referência multibanco para o pagamento”.

Apesar de ser necessário uma ação ativa por parte dos operadores no registo dos dados, Carlos Baía sublinhou que houve a preocupação de que “o mecanismo fosse o mais simples possível”.

Esta medida abrange os 19 empreendimentos turísticos e os quase 800 estabelecimentos do concelho licenciados ao abrigo do Registo Nacional de Alojamento Local.

A autarquia garante que estas verbas “não irão entrar” nas receitas dos estabelecimentos e que, no caso das empresas, “já está prevista na sua contabilidade”. Caso se trate de um empresário em nome individual, a plataforma dá a possibilidade de “emitir uma declaração” que comprova ao turista esse pagamento, “sem que o valor tenha de entrar nas receitas do operador”, esclareceu o vereador.

Carlos Baía recordou que Faro iniciou o processo após a aprovação, pela Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL), em setembro de 2018, das bases para a introdução de uma taxa turística nos 16 municípios algarvios.

A medida, que “segue a tendência de outros destinos turísticos”, poderá ser aplicada após aprovação pelas respetivas assembleias municipais, sendo que, no Algarve, apenas o município de Silves anunciou que não iria aplicar a taxa.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. vergonha esta taxa ! uma cidade onde proliferam os hostels de baixo custo ,turistas pobres que mudam de hostel pela diferença de um euro na diaria, macacos de imitaçao, nao sai nada de original destes politicos nossos,burocratas burgueses que nao andam a contar as moedinhas quando vao de ferias,nem dormem em camaratas !as pessoas ja pagam impostos em tudo comem ,bebem,dormem,transportes,estacionar etc e agora estao a pagar o ar que respiram! como sempre uma parte desse dinheiro vai desviado pros bolsos de alguem

RESPONDER

O Hawaii quer remover a sua "escadaria para o paraíso" - e a culpa é dos turistas

Em causa estão preocupações com a segurança e vandalismo, que têm aumentado com a explosão de popularidade da escadaria Ha‘ikū nas redes sociais. É caso para dizer que a Stairway to Heaven vai para o inferno …

Inventou o ZX Spectrum e mudou o mundo. Morreu Clive Sinclair

O empresário britânico e inventor do computador doméstico ZX Spectrum, Clive Sinclair, morreu hoje aos 81 anos na sua casa, em Londres (Reino Unido), devido a doença prolongada, informou a filha ao jornal “The Guardian”. Morreu …

Esta torre construída na Suécia não é gigante em altura, mas em sustentabilidade

Para além de ser feito de um material sustentável — fornecido por florestas locais com gestão consciente e transformado por uma serração nas proximidades, o Centro Cultural dispõe de múltiplas tecnologias que fazem dele mais …

Empresa canadiana debaixo de fogo por publicar anúncios de emprego destinados a não vacinados

Uma empresa de canoagem, sediada no Canadá, está debaixo de fogo depois de ter colocado anúncios de emprego destinados, exclusivamente, a pessoas não vacinadas contra a covid-19. "Por favor, NÃO se candidate se tiver tomado quaisquer …

Disparam ataques a jornalistas. Bruxelas insta países da UE a aumentar proteção

Os países da União Europeia (UE) foram instados por Bruxelas a tomar medidas para proteger os jornalistas, após um aumento no número de ataques a membros da imprensa. A Comissão Europeia exortou os governos a criarem …

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump iniciasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …