“Excesso” de gelo causa morte de milhares de pinguins na Antártida

A época de reprodução de pinguins na Antártida deixou apenas dois sobreviventes (entre milhares de crias). As aves típicas da região, chamadas de pinguim-de-adélia, tiveram mais dificuldades para encontrar alimentos, segundo especialistas, e acabaram por morrer.

A organização não governamental World Wildlife Fund justificou estas mortes com as “camadas muito extensas de gelo” nas águas da região, que fizeram com que os pinguins adultos tivessem de “viajar para mais longe” para conseguir comida.

Os grupos de preservação ambiental fizeram um alerta, na sexta-feira passada, depois de divulgarem a morte de milhares de crias do pinguim-de-adélia, a ave típica da região,  para que sejam tomadas medidas urgentes numa nova área de proteção marinha no Leste da Antártida – de forma a proteger a colónia que tem cerca de 36 mil pinguins adultos.

A WWF explica que a simples proibição da pesca de camarão e outros crustáceos nesta zona eliminaria a concorrência e ajudaria a garantir a sobrevivência das espécies antárticas, incluindo os pinguins.

A ONG tem apoiado investigações na região, juntamente com cientistas franceses que controlam o número de pinguins naquela área desde 2010.

A ideia sobre uma nova área de proteção será discutida num encontro, esta segunda-feira, com a Comissão para a Conservação dos Recursos Vivos da Antártida Marinha (CCAMLR).

Esta comissão é formada por 25 membros e tem a participação da União Europeia.

“Este acontecimento horrível contrasta com a imagem alegre que as pessoas têm dos pinguins”, afirmou Rod Downie, chefe de programas polares da WWF.

“O risco de abrir esta área para pescas exploratórias de camarão – algo que representaria uma competição por alimentos com os pinguins da região – seria impensável, principalmente depois de duas temporadas catastróficas de reprodução nos últimos quatro anos”, afirmou.

Em 2015, todas as crias provenientes da época de reprodução morreram.

“A CCAMLR precisa de agir agora, adotando uma nova área de proteção marinha para as águas do Leste da Antártida para proteger a casa destes pinguins”, concluiu.

ZAP // BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

OMS considera cada vez mais improvável segunda grande vaga

A diretora do departamento de Saúde Pública da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou hoje que é "cada vez mais" improvável uma segunda grande vaga do novo coronavírus, mas aconselhou muita prudência. Em entrevista à rádio …

Açores reabrem creches e jardins de infância. Aulas de 11.º e 12.º também em São Miguel

As respostas sociais, encerradas devido à pandemia, reabrem esta segunda-feira no Pico, Faial, Terceira e São Jorge, e na ilha de São Miguel são retomadas as aulas dos 11.º e 12.º anos para alunos inscritos …

"Há muita gente a passar fome" no sector das Artes (alguns artistas receberam 50 euros de apoio)

Não vai haver condições para abrir muitas salas de espectáculos a 1 de Junho, como está permitido, alerta-se no sector das Artes, onde há "há muita gente a passar fome". Alguns artistas só conseguiram receber …

Cancelamento de consultas leva a quebra de vacinação contra a pneumonia

O cancelamento ou adiamento de milhares de consultas levou a uma quebra na vacinação contra a pneumonia. É preciso "voltar a dar confiança às pessoas para que regressem aos estabelecimentos de saúde", apela o Mova. De …

Há 11.636 casos activos de covid-19 em Portugal (e duas crianças nos Cuidados Intensivos)

Portugal regista esta segunda-feira 1.330 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no domingo, e 30.788 infectados, mais 165, segundo o boletim da Direcção-Geral da Saúde (DGS). Há duas crianças internadas nos Cuidados …

"O que se passa com enfermeiros e lay-off é uma vergonha." Marques Mendes também fala dos "4 contratos" do Novo Banco

António Costa e Rui Rio "não têm a coragem de dizer a verdade" no âmbito da polémica do Novo Banco, critica o comentador Luís Marques Mendes, considerando que ambos procuram sacudir água do pacote. Na …

"Nenhuma era apenas um número". NYT dedica toda a primeira página a mil vítimas da pandemia

Mil nomes de pessoas numa primeira página. O jornal norte-americano The New York Times dedicou a primeira página da edição deste domingo a mil vítimas mortais da pandemia de covid-19, para assinalar a iminente passagem …

A economia é a vítima colateral da estratégia singular da Suécia

A Suécia deixou nas mãos dos cidadãos a responsabilidade pela sua saúde e a abordagem relaxada do país em relação à pandemia de covid-19 trouxe resultados negativos. O Governo sueco não impôs um confinamento à população …

Polícia de Hong Kong detém 180 manifestantes. E elogia lei da segurança nacional

A polícia de Hong Kong elogiou a lei da segurança nacional chinesa, horas depois de ter detido pelo menos 180 manifestantes que protestaram, este domingo, contra a legislação anunciada por Pequim. O comissário da polícia, Tang Ping-keung, …

Pinto da Costa recandidata-se a "pensar nas dificuldades do presente"

Pinto da Costa admitiu, este domingo, no lançamento do site oficial da recandidatura à presidência do FC Porto, que vai a eleições "a pensar nas dificuldades tremendas do presente". No site oficial da sua candidatura, Pinto …