EUA. Universidade na Florida perdoa milhões em propinas

1

Ebyabe / Wikimedia

Florida A&M University

A Florida A&M University, nos Estados Unidos (EUA), perdoou aos estudantes as dívidas relativas ao ano académico de 2020 a 2021, no valor total de 16 milhões de dólares (cerca de 13,5 milhões de euros).

“Esta é uma prova do nosso compromisso com o sucesso dos alunos e a nossa esperança de que o seu tempo” na faculdade “tenha sido transformador”, disse em comunicado o presidente da universidade, Larry Robinson, citado esta terça-feira pelo Independent.

O dinheiro para as propinas veio de uma lei federal, aprovada em março de 2020, no início da pandemia de covid-19.

O vice-presidente da universidade, William E Hudson Jr, disse que foi um “ano difícil”. “Limpar os saldos das contas dos alunos do ano letivo anterior é uma forma de praticar o nosso lema de ‘Excelência com Carinho’, apoiando os alunos e as suas famílias durante a pandemia”, referiu.

Assim, não necessitam de pedir “empréstimos para pagar o saldo não pago. Tem sido um ano difícil para os nossos alunos e as suas famílias”, acrescentou.

Esta não é a primeira universidade a aplicar fundos para perdoar as propinas. A Clark Atlanta University, na Geórgia, disse que planeava fazer o mesmo para o período entre a primavera de 2020 e o verão de 2021. A Universidade Wilberforce, no Ohio, pretende cancelar as dívidas dos estudantes que concluíram os estudos em 2020 e 2021.

  Taísa Pagno //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE