Estratégia de Conceição causa polémica. E até Gerrard ficou surpreendido

José Coelho / Lusa

Sérgio Conceição

O FC Porto perdeu por 2-0 na partida frente ao Rangers a conta para a quarta jornada da Liga Europa. A estratégia de Sérgio Conceição foi um dos principais alvos de críticas.

Avizinhava-se uma partida complicada no Ibrox, em Glasgow, mas poucos contavam com a derrota desapontante dos ‘azuis e brancos’. Com a obrigação de vencer para se manter na frente da luta pela qualificação para a próxima fase, esperava-se uma exibição mais personalizada do FC Porto.

Os adeptos portistas torceram logo o nariz ao ver o ‘onze’ indicado por Sérgio Conceição. Num sistema fora do normal, o timoneiro dos ‘dragões’ apostou numa tática onde incorporava cinco defesas: Alex Telles, Iván Marcano, Pepe, Chancel Mbemba e Wilson Manafá. Danilo Pereira e Matheus Uribe davam estabilidade no meio-campo, Otávio e Corona ficavam encarregues do papel mais criativo e na frente, Tiquinho Soares era o ‘matador’ de serviço. Entre os postes, o incontestável Marchesín.

A opção de não incluir, por exemplo, Luis Díaz, um dos elementos que mais tem desequilibrado ofensivamente, acabou por surpreender os portistas. Nakajima e Zé Luís foram outras das opções que também estavam no banco no início do jogo.

“Depois da derrota, acha que vou dizer que a estratégia planeada foi fantástica? Obviamente que perdendo 2-0, a estratégia nunca é boa e o treinador é sempre o culpado”, admitiu Conceição na flash interview.

Quem também ficou surpreendido com a estratégia do FC Porto foi o treinador dos escoceses, Steven Gerrard. O técnico britânico acredita que as opções de Conceição foram um sinal de respeito pelo Rangers e que isso acabou de servir de inspiração para a vitória.

“O FC Porto fez-nos um grande elogio pela forma como se apresentou, criou-nos alguns problemas nos primeiros 20/30 minutos, mas depois disso controlámos e terminámos em grande”, disse Gerrard na conferência de imprensa, citado pelo jornal OJOGO.

“Os meus jogadores merecem crédito. Nos dois jogos, dominámos três quartos. Só foi difícil manter a bola nos primeiros minutos deste jogo, depois dominámos, foi uma fantástica exibição dos jogadores. Merecemos os quatro dos seis pontos nestes dois jogos”, acrescentou.

Desta forma, a situação dos ‘dragões’ na Europa agrava-se. Ao fim de quatro partidas, o emblema portista soma os mesmos quatro pontos que o Feyenoord, ocupando o último lugar do grupo. Young Boys e Rangers lideram com sete pontos.

O FC Porto vê-se agora obrigado a vencer os dois próximos jogos. Primeiro, viaja até à Suíça para defrontar o Young Boys e, por fim, recebe o Feyenoord na última jornada. Caso falhe a qualificação para a próxima fase, o Porto corre o risco de fazer a pior campanha europeia desde a viragem do milénio.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Este até hoje ainda nunca me convenceu e até estou convencido que o senhor Pinto da Costa já deve sofrer daquele tal mal que muitas vezes ataca as pessoas de terceira idade chamado “casmurrice” porque caso contrário já o teria despedido.

    • A equipa até controlou o jogo. O que faltou foi mais intensidade no último terço do campo. De resto até acho que estiveram melhor lá do que cá.

RESPONDER

"Estrela da Morte". Trump tem máquina de desinformação de mil milhões de dólares para ser reeleito

Face às eleições presidenciais dos EUA que se realizem este ano, Donald Trump montou uma máquina de desinformação, conhecida por "Estrela da Morte", avaliada em 1 mil milhão de dólares. Enquanto se desenrolam as primárias democratas …

Procura mundial de petróleo pode alcançar o seu nível mais baixo numa década por causa do coronavírus

O surto de coronavírus afetará de forma "significativa" a procura global por petróleo, podendo esta atingir o seu nível de procura mais baixo numa década, alerta a Agência Internacional de Energia (IEA). Com a desaceleração da …

Vitória SC 1-2 Porto | “Dragão” cola-se à liderança

A Liga NOS está ao rubro. O FC Porto foi a Guimarães vencer o Vitória SC por 2-1 e está a apenas um ponto da liderança do campeonato, na sequência da derrota do Benfica no …

Ventura não faz "fretes". Chega não viabilizará Governo do PSD se não houver cedências

Para governar com a direita, o PSD precisa do recém-eleito Chega. No entanto, há características que separam os partidos: enquanto que os sociais-democratas se querem estabelecer ao centro, André Ventura estabelece linhas vermelhas e não …

Egito atinge 100 milhões de habitantes (mas não há grandes motivos para celebrar)

A população do Egito atingiu os 100 milhões de habitantes, tornando-se no país árabe mais populoso e o terceiro em África atrás da Etiópia e da Nigéria, anunciaram ontem as autoridades. O calculador eletrónico instalado no …

Coronavírus: Há mais dois casos suspeitos em Portugal

Há mais dois casos suspeitos de infeção por coronavírus em Portugal. Os doentes, que vieram da China, já foram encaminhados para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, e para o Hospital de São João, no …

Morreu o ator Tozé Martinho

O ator António José Bastos de Oliveira Martinho, mais conhecido como Tozé Martinho, morreu este domingo aos 72 anos. Tozé Martinho morreu este domingo, aos 72 anos. O ator foi levado para o Hospital de Cascais, …

NASA já tem um preço para a próxima alunagem

O responsável pelos voos tripulados da NASA, Doug Loverro, revelou esta semana que a agência espacial vai precisar de  35 mil milhões de dólares nos próximos quatro anos para conseguir voltar a pisar a Lua …

Covid-19: FMI admite que crescimento mundial desça para 3,1% este ano

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional admitiu este domingo que a previsão de 3,3% para o crescimento da economia mundial possa descer 0,1 ou 0,2 pontos percentuais devido à propagação do coronavírus. "Por enquanto, a nossa …

Próximo Orçamento tem de começar a ser apresentado em abril (mas Centeno não o fará)

As novas regras de desenho de orçamentos vão ser novamente adiadas, avança este domingo o semanário Expresso. A equipa das Finanças já está concentrada no próximo Orçamento do Estado. No entanto, apesar de haver uma lei …