Egípcios vão às urnas eleger um presidente já declarado vencedor

eeas / Flickr

O líder egípcio, general Abdel Fattah al-Sissi, com a representante da União Europeia, Catherine Ashton,

O líder egípcio, general Abdel Fattah al-Sissi, com a representante da União Europeia, Catherine Ashton,

Os egípcios vão às urnas segunda e terça-feira para escolher um novo Presidente, escrutínio que, antes de ser realizado, já tem vencedor declarado: Abdel Fattah al-Sissi, o ex-chefe militar que derrubou o islamita Mohamed Morsi.

Na quarta-feira, a menos de uma semana da realização das eleições presidenciais egípcias, a comissão eleitoral informou que o antigo chefe das Forças Armadas e ex-ministro da Defesa, Abdel Fattah al-Sissi, obteve 94,5% dos votos dos eleitores egípcios residentes no estrangeiro.

O político veterano de esquerda Hamdeen Sabbahi, o único adversário de Sissi nas eleições, conseguiu, segundo os mesmos dados, 5,5% dos votos dos expatriados egípcios, que votaram entre 15 e 19 de maio em 124 países. A comissão eleitoral informou que Sissi venceu em todos os países.

Apelidado como o novo homem forte do Egito depois de ter deposto em julho de 2013 o Presidente Mohamed Morsi, o marechal Abdel Fattah al-Sissi, de 59 anos, definiu como prioridades a luta contra a pobreza e os problemas de segurança do país, argumentos que agradaram à opinião pública egípcia.

As expetativas são grandes no Egito, onde milhões de manifestantes reclamaram em finais de junho de 2013 a saída de Morsi — o primeiro presidente eleito democraticamente no país e apoiado pela Irmandade Muçulmana -, acusado de ter falhado a reanimação da economia egípcia após a revolta de 2011, que ditou o fim de três décadas de poder absoluto de Hosni Mubarak, marcadas pela corrupção e pelo crescimento das desigualdades sociais.

Mais de três anos depois de a revolta popular que reclamou “pão, liberdade e justiça social“, 40% da população egípcia continua a viver no limiar da pobreza (dois dólares por dia).

O futuro Presidente egípcio vai herdar uma economia enfraquecida. Os dados oficiais indicam que a inflação atingiu os 11,9% e o desemprego os 13%, incluindo um quarto dos jovens egípcios. Segundo o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), 39% dos jovens da faixa etária 20-24 anos estão sem trabalho. A dívida interna está estimada em 172 mil milhões de euros, 87,5% do Produto Interno Bruto (PIB).

Campanha

Sissi, que conta com o apoio do exército, tem vindo a apelar para “um reforço do papel do Estado” na economia.

O ex-chefe militar defende que o Estado “deve verificar e participar no planeamento, na organização e na realização” dos projetos económicos.

Hamdeen Sabbahi, de 60 anos, apresenta-se como um defensor dos ideais de justiça social da revolta de 2011. O dirigente da Corrente Popular Egípcia foi o terceiro candidato mais votado nas eleições presidenciais de 2012, que foram conquistadas então por Mohamed Morsi.

Apesar de os especialistas darem como garantida a sua derrota, Sabbahi tem percorrido o país em campanha, promovendo um programa económico alicerçado na redistribuição da riqueza e assumindo-se como herdeiro do nacionalismo do carismático Gamal Abdel Nasser (presidente entre 1956 e 1970, ano da sua morte).

Outros dos argumentos apresentados Sabbahi é a vaga de violência que afeta o Egito desde a destituição e detenção do islamita Morsi.

O islamismo político é o grande ausente destas eleições, depois de a Irmandade Muçulmana ter sido declarada, em dezembro último, uma “organização terrorista”.

Abdel Fattah al-Sissi prometeu erradicar os “terroristas” e restabelecer a segurança e a estabilidade, mas Hamdeen Sabbahi diz temer o regresso de um poder autoritário ao Egito e recear que o marechal esteja longe de dissipar a vaga de repressão contra os apoiantes de Morsi e da Irmandade Muçulmana que fez, nos últimos 10 meses, mais de 1.400 mortos, 15 mil detenções e centenas de condenações à morte após julgamentos sumários.

Sabbahi defende uma reconciliação nacional que exclua a Irmandade Muçulmana como grupo, assegurando, no entanto, que terá uma postura mais tolerante em relação aos membros da confraria.

Contestação

Em resposta à repressão, o Egito tem sido cenário de atentados quase diários contra as forças de segurança, a maioria reivindicados pelo grupo fundamentalista islâmico Ansar Beit al-Maqdess, baseado no Sinai egípcio. Segundo as autoridades, esta vaga de violência já fez mais de 500 mortos.

No último dia de campanha, sexta-feira, vários responsáveis confirmaram a morte de Shadi el-Menei, líder do grupo Ansar Beit al-Maqdess.

Para contestar as eleições, que classificam como “farsa”, os islamitas da Aliança para a Defesa para a Legitimidade, que inclui a Irmandade Muçulmana, convocaram uma semana de protestos, que começou na sexta-feira.

No terreno está uma missão de observadores da União Europeia (UE), liderada pelo eurodeputado português social-democrata Mário David.

Após a resolução de problemas “administrativos e burocráticos”, que chegaram a condicionar o trabalho da missão, a equipa de observadores, composta por 150 elementos dos 28 Estados-membros da UE, Canadá e Noruega, irá supervisionar as eleições presidenciais por “todo o país”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ljubomir Stanisic rescindiu contrato “de forma unilateral” com a TVI

A caminho da SIC, o apresentador rescindiu o contrato com a estação de Queluz, avança a TVI. Ljubomir Stanisic tinha contrato até dezembro de 2020. “O Chef Ljubomir Stanisic rescindiu hoje [esta sexta-feira], unilateralmente, o contrato …

Netflix tem uma nova funcionalidade. Os cegos e os surdos agradecem

A nova funcionalidade da Netflix permite alterar a velocidade de reprodução dos seus filmes e séries. Esta é uma novidade bem recebida por espetadores cegos e surdos. A Netflix tem uma nova funcionalidade que permite que …

Cientistas transformam tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade

Uma equipa de investigadores descobriu como converter o pigmento vermelho dos tijolos num plástico condutor de eletricidade. Esse processo permitiu transformar os tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade. Esses supercapacitores de tijolo podem ser …

Primeiro Museu do Godzilla abre no Japão (e os visitantes podem entrar na boca do monstro)

O primeiro Museu do Godzilla do mundo está agora aberto no Japão e tem uma estátua enorme do icónico monstro, em cuja boca se pode entrar de slide. De acordo com a Newsweek, atualmente, os visitantes …

Hubble faz a primeira observação de um eclipse lunar total

Tirando vantagem de um eclipse lunar total, astrónomos usaram o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA para detetar ozono na atmosfera da Terra. Este método serve como um substituto de como vão observar planetas semelhantes à Terra …

Biden tem 71% de probabilidade de vencer as eleições contra Trump

Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca, tem 71% de probabilidade de vencer as eleições presidenciais norte-americanas frente a Donald Trump, o atual Presidente dos Estados Unidos, aponta uma nova sondagem. A pesquisa de opinião, levada …

Barcelona 2-8 Bayern | Atropelamento histórico na Champions

Noite histórica no Estádio da Luz. Em jogo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, o Bayern goleou o Barcelona por impensáveis 8-2 – com 4-1 em cada uma das metades. Um resultado que se tornou …

Depois das sementes, norte-americanos recebem máscaras, óculos de sol e até meias sujas da China

Vários residentes da Flórida, nos Estados Unidos, receberam pacotes misteriosos da China pelo correio que não tinham encomendado. Desta vez não eram sementes, mas sim máscaras cirúrgicas, óculos de sol e até meias sujas. Em declarações …

Imposto sobre refrigerantes reduziu o seu consumo

O imposto especial sobre as bebidas com maior teor de açúcar levou mais de 40% dos inquiridos num estudo da Universidade Católica esta sexta-feira divulgado a reduzir o seu consumo, comportamento que adotariam também com …

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …