Porto 3-1 Famalicão | “Dragão” arranca para o título

Seis pontos de vantagem no topo da tabela da Liga Bwin. O Porto não vacilou na recepção ao Famalicão, venceu por 3-1 e aumentou para meia-dúzia de pontos a distância em relação ao segundo classificado, o Sporting, que no sábado perdeu com o Braga em Alvalade.

Suportados por exibições portentosas de Otávio e Fábio Vieira (e não só), os “dragões” dominaram por completo na primeira parte e confirmaram o triunfo num segundo tempo de menor brilho. Otávio, Luis Díaz e Mehdi Taremi fizeram os golos.

Ao ritmo das batutas de Otávio e Fábio

Fácil, fácil. A primeira parte praticamente só deu Porto, que chegou de forma mais ou menos tranquila a uma vantagem merecida ao intervalo. Dois golos sem resposta fruto de uma grande pressão sobre o portador da bola, e logo à saída da área famalicense, qual enxame de jogadores “azuis-e-brancos”, que aproveitaram bem o tridente de centrocampistas, composto por Uribe, Vitinha e Fábio Vieira.

A superioridade estatística dos “dragões” era total, com golos apontados por Otávio (25′) – após canto de Fábio Vieira -, através de um remate de fora da área, e pelo inevitável Luis Díaz (37′). Otavinho, que fez também a assistência para o tento do colombiano, era mesmo o melhor em campo ao descanso, fruto de uma exibição portentosa, que lhe garantia um GoalPoint Rating de 8.2.

O Famalicão corrigiu posicionamentos e equilibrou ligeiramente as operações após o intervalo, dividindo um pouco mais tanto a posse, como as acções atacantes. O jogo perdeu qualidade e tornou-se mais confuso, mas ainda assim com o Porto a estar sempre mais perto de marcar. E fê-lo aos 78 minutos.

O árbitro assinalou falta de Charles Pickel sobre Taremi na área e o iraniano não desperdiçou o castigo máximo. Estava mais do que confirmado – se tal fosse necessário – o vencedor da partida, mesmo com a expulsão por vermelho directo de Matheus Uribe aos 86 minutos, por entrada dura sobre Pêpê Rodrigues e com o golo de Riccieli já na compensação.

O Porto ganhou e com justiça e aumentou para seis os pontos de vantagem sobre o Sporting na classificação.

Manuel Fernando Araújo / Lusa

Otávio e Wendell no FC Porto - Famalicão.

Otávio e Wendell no FC Porto – Famalicão.

O MVP GoalPoint

Que jogo enorme de Fábio Vieira. O médio-criativo portista emprega uma qualidade superior em praticamente todas as acções que realiza, dando um toque extra de classe aos “azuis-e-brancos”.

O internacional Sub-21 luso encheu o campo e o seu extraordinário GoalPoint Rating final de 8.3 reflecte uma assistência, duas ocasiões flagrantes criadas em quatro passes para finalização, um passe de ruptura, nove passes ofensivos valiosos, oito aproximativos e três super aproximativos, bem como cinco desarmes, 93% de eficácia global nas entregas, quatro acções defensivas no meio campo contrário e outros tantos desarmes.

  // GoalPoint

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE