Diagnóstico de cancro da mama por IA é agora tão bom quanto o de humanos

National Cancer Institute / Wikimedia

O diagnóstico do cancro da mama por parte de inteligência artificial (IA) é agora tão bom quanto o diagnóstico de especialistas humanos. O recurso a esta tecnologia pode aumentar a eficácia e a eficiência da análise.

O cancro da mama é o tipo de cancro mais diagnosticado nas mulheres em todo o mundo e, em Portugal, surgem cerca de 4500 novos casos anualmente. No Serviço Nacional de Saúde, o rastreio do cancro da mama inclui uma mamografia, que é essencialmente um raio X do seio.

No entanto, o futuro deste teste poderá estar em risco à medida que o número de especialistas capazes de ler os resultados diminui. Embora esse défice não possa ser compensado imediatamente, alguns avanços promissores na IA podem ajudar.

Interpretar uma mamografia é um processo complexo normalmente realizado por radiologistas especialmente treinados. As suas habilidades são essenciais para a deteção precoce e diagnóstico desde tipo de cancro. Os médicos examinam visualmente várias mamografias à procura de sinais de cancro da mama, explica o The Conversation.

Contudo, esse sinais são muitas vezes ambíguos ou difíceis de analisar. As taxas de falso negativo das mamografias estão entre 20% e 30%. Estes são erros de perceção ou erros de interpretação e podem ser atribuídos à sensibilidade ou especificidade de quem os lê.

Muitos acreditam que a chave para o desenvolvimento do conhecimento necessário para interpretar mamografias é um treino rigoroso, prática e experiência intensiva. Enquanto alguns investigadores estudam estratégias de treino que podem acelerar a transição de médico novato para especialista, outros investigam de que forma a IA pode ser usada para acelerar o diagnóstico e melhorar a sua precisão.

Diagnóstico de máquinas

Como em muitas outras áreas, o potencial dos algoritmos de inteligência artificial para ajudar no diagnóstico de cancro não passou despercebido. Juntamente com o cancro da mama, os investigadores vêm analisando de que maneira a tecnologia pode melhorar a eficácia e a eficiência dos cuidados com o cancro do pulmão, cérebro e próstata.

Até a Google está a analisar como a inteligência artificial pode ser usada para o diagnóstico de cancros. A empresa norte-americana criou um algoritmo para detetar tumores que foram metastizados, com uma taxa de sucesso de 99%.

Para o cancro da mama, o foco até agora tem sido em como a IA pode ajudar a diagnosticar a doença a partir de mamografias. Cada mamografia é lida por dois especialistas, o que pode levar a possíveis atrasos no diagnóstico, caso haja uma falta de especialização.

Os investigadores têm procurado introduzir sistemas de inteligência artificial no momento da triagem. A ideia é corroborar o diagnóstico de um especialista sem ter de esperar por uma segunda opinião de outro profissional. Isto permitia reduzir o tempo de espera e a ansiedade associada para as mulheres que foram testadas.

A tecnologia já fez avanços no reconhecimento de imagem do cancro. No final de 2018, investigadores relataram que um sistema comercial correspondia à precisão de mais de 28 mil interpretações de mamografias de rastreio feitas por 101 radiologistas. Isto significa que atingiu a precisão de deteção de cancro de um especialista humano.

Noutro estudo conduzido pelo mesmo cientista, radiologistas usaram um sistema de inteligência artificial como apoio e mostraram uma taxa melhorada de deteção de cancro da mama — subindo de 83% para 86%. Além disso, o tempo de análise também é consideravelmente mais baixo.

Os últimos ajustes

Embora o potencial da IA tenha sido bem recebido por alguns radiologistas, trouxe suspeitas a outros. É necessário um ajuste e uma melhoria do software antes que possa ser introduzida com segurança nos programas de rastreio do cancro da mama.

A confiança do especialista e do público precisa de ser tomada em consideração antes que possa ser introduzida. A aceitação da tecnologia é vital para que os pacientes e profissionais médicos saibam que estão a receber os resultados corretos.

Por enquanto, há pouca investigação sobre a perceção pública da inteligência artificial no rastreio do cancro da mama, mas estudos mais gerais sobre IA e cuidados de saúde descobriram que 39% das pessoas estão dispostas a usar esta tecnologia no que toca aos cuidados de saúde. Os interessados aumentam para 55% no grupo demográfico de 18 aos 24 anos.

PARTILHAR

RESPONDER

Netflix tem uma nova funcionalidade. Os cegos e os surdos agradecem

A nova funcionalidade da Netflix permite alterar a velocidade de reprodução dos seus filmes e séries. Esta é uma novidade bem recebida por espetadores cegos e surdos. A Netflix tem uma nova funcionalidade que permite que …

Cientistas transformam tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade

Uma equipa de investigadores descobriu como converter o pigmento vermelho dos tijolos num plástico condutor de eletricidade. Esse processo permitiu transformar os tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade. Esses supercapacitores de tijolo podem ser …

Primeiro Museu do Godzilla abre no Japão (e os visitantes podem entrar na boca do monstro)

O primeiro Museu do Godzilla do mundo está agora aberto no Japão e tem uma estátua enorme do icónico monstro, em cuja boca se pode entrar de slide. De acordo com a Newsweek, atualmente, os visitantes …

Hubble faz a primeira observação de um eclipse lunar total

Tirando vantagem de um eclipse lunar total, astrónomos usaram o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA para detetar ozono na atmosfera da Terra. Este método serve como um substituto de como vão observar planetas semelhantes à Terra …

Biden tem 71% de probabilidade de vencer as eleições contra Trump

Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca, tem 71% de probabilidade de vencer as eleições presidenciais norte-americanas frente a Donald Trump, o atual Presidente dos Estados Unidos, aponta uma nova sondagem. A pesquisa de opinião, levada …

Barcelona 2-8 Bayern | Atropelamento histórico na Champions

Noite histórica no Estádio da Luz. Em jogo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, o Bayern goleou o Barcelona por impensáveis 8-2 – com 4-1 em cada uma das metades. Um resultado que se tornou …

Depois das sementes, norte-americanos recebem máscaras, óculos de sol e até meias sujas da China

Vários residentes da Flórida, nos Estados Unidos, receberam pacotes misteriosos da China pelo correio que não tinham encomendado. Desta vez não eram sementes, mas sim máscaras cirúrgicas, óculos de sol e até meias sujas. Em declarações …

Imposto sobre refrigerantes reduziu o seu consumo

O imposto especial sobre as bebidas com maior teor de açúcar levou mais de 40% dos inquiridos num estudo da Universidade Católica esta sexta-feira divulgado a reduzir o seu consumo, comportamento que adotariam também com …

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …

Apple e Google removem das suas lojas de aplicações um dos jogos mais populares do mundo

As gigantes tecnológicas Apple e Google removeram esta semana das suas lojas de aplicações, a App Store e a Google Play Store, respetivamente, o Fortnite, um dos jogos mais populares de todo o mundo. As …