Fósseis de dentes de macaco sugerem que várias espécies extintas atravessaram o Atlântico

Fósseis de dentes de macaco encontrados no Peru sugerem que várias espécies extintas nativas de África atravessaram o oceano Atlântico até à América do Sul antes daquilo que se pensava.

A maioria dos fósseis de mamíferos é visualmente inexpressiva: um punhado de dentes aqui e um fragmento de osso ali. Alguns nem sequer são suficientes para identificar as espécies a que pertenciam. Mas mesmo um pequeno fóssil encontrado no lugar certo pode levantar algumas questões realmente empolgantes sobre a Evolução.

Num novo estudo publicado na semana passada na revista científica Science, uma equipa internacional de investigadores descreveu um destes fósseis fascinantes, um conjunto de dentes de macaco do Peru. Eles pertencem a uma espécie chamada Ucayalipithecus perdita. O nome significa “macaco perdido de Ucayali”.



Perdita vem de uma família chamada Parapithecidae cujos membros nunca haviam sido encontrados nas Américas. Ele foi datado de há cerca de 31,7 milhões de anos, e o seu parente mais próximo era o Qatrania wingi do Egito. Isto sugere que a perdita provavelmente também veio originalmente de África.

Isto apresenta um enigma óbvio. Como é que os macacos tão intimamente relacionados chegaram a viver tão distantes quanto o norte de África e a América do Sul, separados por 1.500-2.000 quilómetros de oceano e extensões significativas de terra?

A equipa de investigadores, liderada por Erik Seiffert, da Universidade do Sul da Califórnia, argumentam de maneira convincente que os novos fósseis fornecem a primeira prova de que houve várias travessias do Atlântico por macacos antigos.

Os cientistas têm vindo a debater este assunto há décadas. Evolutivamente falando, existem duas explicações possíveis: especiação geográfica e dispersão. A primeira acontece quando um amplo espectro de espécies é fragmentado pelo aparecimento de uma nova barreira como uma montanha ou um rio, enquanto a dispersão ocorre quando as espécies migram para colonizar novas terras.

A África e a América do Sul já estiveram lado a lado como parte de um supercontinente. Se os macacos estivessem presentes, espalhados por ele, teriam sido transportados em diferentes direções pela abertura do Atlântico. No entanto, a abertura inicial do Atlântico ocorreu entre 180 e 120 milhões de anos atrás, e as origens dos macacos são muito mais recentes. Esta explicação não é amplamente aceite.

Em vez disso, ficamos com a possibilidade de dispersão através de um oceano. A presença de macacos da América do Sul-Central sugere que deve ter acontecido pelo menos uma vez. Não sabemos ao certo como, mas uma possibilidade é que uma grande tempestade possa ter arrancado um pedaço de vegetação de uma floresta costeira e transportado-o através do oceano.

Se esse pedaço tivesse animais e se movesse rapidamente, eles poderiam ter sobrevivido para colonizar novas terras. É claro que este seria um evento muito raro e, ainda mais raramente, bem-sucedido.

A Perdita, como o macaco mais antigo da América do Sul, potencialmente atrasou a dispersão alguns milhões de anos. Mais importante, também mostrou que aconteceu mais de uma vez.

As implicações na Evolução

As implicações são surpreendentes. Perdita teria chegado às Américas aproximadamente ao mesmo tempo que os parentes de macacos da América do Sul e coexistiu com eles.

Esta coexistência pode ter sido um desafio, pois espécies relacionadas competem com frequência. Mas a perdita sobreviveu o suficiente para viajar uma longa distância para o interior e tornou-se suficientemente bem estabelecida para deixar fósseis.

O facto de estes dois grupos de macacos se terem dispersado quase simultaneamente também é surpreendente, dada a suposta raridade da dispersão a longa distância. Por volta desta época, as calotes polares expandiram-se e o nível do mar desceu. Esta redução do nível do mar pode ter sido importante para facilitar esta travessia.

Por fim, para sobreviver a uma travessia de longa distância, perdita e contemporâneos devem ter sido criaturas resistentes. Talvez, como os lémures, eles fossem fisiologicamente adaptáveis a ambientes agressivos. Ou talvez confiassem na flexibilidade comportamental que é tão característica dos macacos. Sobreviver a uma travessia transatlântica sugere que estas espécies seriam animais extremamente intrigantes.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Macron e Modi manifestam vontade de "agir em conjunto" após disputa submarina

O Presidente Emmanuel Macron discutiu a cooperação na região Indo-Pacífico com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi, esta terça-feira. O Presidente francês, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, conversaram esta terça-feira, em plena crise dos …

Académica treme: salários, último lugar e treinador de saída

Clube de Coimbra, tal como o Boavista, terá de comprovar que tem cumprido no pagamento dos salários. Em campo, mais uma derrota complicou a situação de Rui Borges. Ainda não há muitos anos, a Académica apareceu …

Marcelo discursou na ONU, lembrou Sampaio e mostrou total sintonia com Guterres

Marcelo Rebelo de Sousa lembrou nas Nações Unidas o antigo Presidente da República Jorge Sampaio, que morreu no dia 10 deste mês, aos 81 anos, pela sua atividade no acolhimento de refugiados. O chefe de …

Governo promete que preço da luz não vai aumentar (e anuncia pacote de 430 milhões)

Esta terça-feira, João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente e Ação Climática, anunciou um pacote de medidas no valor de 430 milhões de euros que visam travar a subida do preço da eletricidade no mercado …

"Alguma vez foi fácil?" Catarina Martins diz que Governo "tem pouca vontade" de discutir temas concretos

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, defendeu esta terça-feira que o Governo socialista “tem pouca vontade” de discutir questões concretas nas negociações do Orçamento do Estado para 2022, insistindo na necessidade de debater …

Fisco vai devolver 82 milhões no IVAucher

O programa IVAucher irá devolver aos contribuintes 82 milhões de euros, anunciou, esta terça-feira, António Mendonça Mendes. O secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, anunciou esta terça-feira que os contribuintes acumularam …

Creches passam a ser gratuitas para todas as crianças do 2.º escalão

Esta terça-feira, o Governo anunciou o alargamento da gratuitidade das creches a todas as crianças dos agregados do 2.º escalão de rendimentos da comparticipação familiar.  A creche passa a ser gratuita para todas as crianças de …

Bissouma disse que é o melhor médio na Premier League. O que dizem os números?

O jogador do Brighton & Hove Albion apresenta dados importantes, numa equipa que está no quarto lugar da Premier League. As declarações causaram algum impacto e também foram reproduzidas pelo ZAP: “Não quero ser arrogante, mas …

Governo britânico expôs acidentalmente identidade de mais de 250 tradutores afegãos

Os endereços eletrónicos de mais de 250 afegãos que colaboraram com as forças britânicas e procuram realocação no Reino Unido foram divulgados por engano pelo Ministério da defesa britânico. O Ministério da Defesa britânico expôs as …

Etna volta a entrar em erupção. É a segunda vez em menos de um mês

O vulcão Etna, em Itália, voltou a entrar erupção, espalhando rapidamente uma nuvem de fumo na parte oriental da ilha italiana da Sicília. O vulcão mais ativo da Europa entrou em erupção esta terça-feira. Segundo o …