Crianças em instituições vão ter mais isenções de taxas moderadoras

Marcelo Camargo / ABr

-

O ministro da Saúde anunciou hoje que vai alargar as isenções de taxas moderadoras das crianças institucionalizadas e que vai abrir 200 vagas em medicina geral e familiar para médicos que trabalhem fora do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Relativamente às taxas moderadoras, o ministro Paulo Macedo disse que será alargada a isenção das taxas moderadoras para crianças institucionalizadas, mas sem adiantar mais pormenores.

Atualmente, estão isentas de taxas moderadoras no SNS as crianças até aos 12 anos.

Em declarações aos jornalistas no final da cerimónia que assinalou hoje o Dia Mundial da Saúde, Macedo recordou ainda que vão ser clarificadas as isenções totais de taxas moderadoras para os casos oncológicos, reconhecendo que “pontualmente” tem havido dúvidas sobre o assunto.

“Obviamente que a crise afeta as pessoas. O que estamos a fazer sistematicamente é [tomar] novas medidas no sentido de termos a certeza de que conseguimos cobrir em termos assistenciais os portugueses”, declarou.

O ministro da Saúde anunciou também que será publicada ainda hoje em Diário da República a abertura de 200 vagas em medicina geral e familiar para recrutar para o SNS médicos que atualmente estão fora do serviço público.

“Isto é dentro do princípio de que nós, no SNS recrutamos todos os médicos disponíveis de medicina geral e familiar que existam”, afirmou Paulo Macedo.

Esta medida visa, segundo explicou, combater “o grande problema que é a escassez” estrutural de médicos de medicina geral, bem como o problema das reformas de clínicos, sendo que só em dois meses já se aposentaram cerca de uma centena.

Na cerimónia que hoje assinalou o Dia Mundial da Saúde, o Ministério entregou 16 medalhas de méritos a profissionais que “deram contributos decisivos para a saúde em Portugal”.

Além destas medalhas foi entregue hoje ao médico Levi Guerra o Prémio Nacional de Saúde 2013, por ter contribuído para ganhos no setor que beneficiaram a população portuguesa.

Levi Eugénio Ribeiro Guerra nasceu em Águeda em 1930 e licenciou-se em Medicina. Foi diretor do Hospital de S. João, no Porto, entre outros cargos de direção, e em 1968 começou o programa de hemodiálises em doentes renais crónicos terminais no norte do país (Hospital de Santo António), onde criou o Serviço de Nefrologia.

Tem sido destacado pelo papel que lhe é atribuído na divulgação da diálise renal no norte e centro de Portugal.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Imigrante do Bangladesh em Itália encontra e devolve carteira com 2 mil euros

Mossan Rasal, um bangladeshiano de 23 anos que vive em Roma, encontrou na rua uma carteira com dois mil euros, documentos de identificação, cartões de crédito, carta de condução. Em vez de retirar o dinheiro e …

Austrália conclui que China foi responsável por ciberataque ao parlamento

A agência de inteligência cibernética da Austrália (ASD) concluiu que a China foi a responsável por um ataque informático, no início deste ano, contra o parlamento nacional. Os serviços de inteligência australianos (Australian Signals Directorate) concluíram …

"A bola apenas bateu no peito". VAR admite erro no penálti do Portimonense-FC Porto

O vídeo-arbitro do encontro entre Portimonense e FC Porto, Vasco Santos, admitiu esta quarta-feira que não existiu razão para assinalar grande penalidade a favor do clube portista. "No momento em que o árbitro apita fiquei com …

Na Índia, usar cigarros eletrónicos já pode dar prisão

O Governo indiano anunciou esta quinta-feira a proibição de cigarros eletrónicos no país, de 1,3 mil milhões de pessoas, numa ação que pretende ser a favor da saúde e contra os vícios. "A decisão foi tomada …

Iñaki Urdangarín pode sair da prisão dois dias por semana

Detido na cadeia de Brieva, Ávila, há 15 meses, Iñaki Urdangarín, cunhado do rei de Espanha, soube esta terça-feira que poderá sair da prisão duas vezes por semana para fazer voluntariado numa instituição que ajuda …

Criança com anemia aplástica grave submetida a transplante inédito em Portugal

Um menino de quatro anos com anemia aplástica grave foi submetido a um transplante com células estaminais de sangue do próprio cordão umbilical, um tratamento inédito em Portugal realizado no Instituto Português de Oncologia (IPO) …

Renováveis baixaram fatura da luz em 2,4 mil milhões na última década

A produção de eletricidade a partir de fontes renováveis permitiu ao sistema elétrico português acumular uma poupança de 2,4 mil milhões de euros ao longo dos últimos 10 anos. Esta é a principal conclusão de um …

Constitucional chumba barrigas de aluguer pela segunda vez

O Tribunal Constitucional chumbou, esta quarta-feira, pela segunda vez, o diploma do Parlamento sobre gestação de substituição, depois de um chumbo no ano passado. O BE apresentou uma proposta em que se previa "que a gestante …

Furacão Humberto ganha força a caminho das Bermudas

O furacão Humberto aumentou de intensidade nas últimas horas e atingiu a categoria 3 a caminho das Bermudas, informou o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC) nesta quarta-feira. O terceiro furacão da temporada no Atlântico, …

Brasil é o país lusófono com mais refugiados. Já Portugal tem as maiores remessas dos emigrantes

Um relatório das Nações Unidas (ONU) revelou que o Brasil é o país lusófono que acolhe mais refugiados, Portugal é o que recebe mais remessas dos emigrantes e Moçambique teve o maior aumento de estrangeiros …