Conversa da treta evoluiu para nos ajudar a estabelecer laços sociais fortes

MightyPirateThreepwood / Flickr

-

Uma boa conversa fiada sempre foi uma maneira comum de passar o tempo ou quebrar um silêncio constrangedor, mas agora grupo de psicólogos evolucionistas sugere que esses diálogos superficiais são mesmo uma ferramenta de vínculo social transmitida através da evolução. 

A conclusão vem de um estudo com primatas sociais: a pesquisa descobriu que estes utilizam vocalizações de forma mais seletiva do que se pensava.

Os lémures-de-cauda-anelada (Lemur catta) vivem em grupos sociais e respondem primeiramente aos chamados dos indivíduos com os quais mantêm relações mais estreitas.

Enquanto o acariciamento é uma experiência de vínculo social comum entre os lémures e outros primatas, os investigadores descobriram que estes animais reservam as suas trocas vocais somente para os animais aos quais acariciavam com mais frequência.

Os lémures vocalizam para se manter em contato quando os membros do grupo estão separados, por exemplo, à procura de alimento.

“Os nossos resultados indicam que, quando os animais respondem a vocalizações, estão a trabalhar também na manutenção dos seus laços sociais”, afirmou Ipek Kulahci, doutor em Ecologia e Biologia Evolutiva da Universidade de Princeton, EUA, e principal autor do estudo.

Através da troca de vocalizações, os animais reforçam os seus laços mesmo quando estão longe um do outro. Esta seletividade é quase equivalente à forma como os seres humanos mantêm contacto regular com os amigos próximos e familiares, mas não com todos os que conhecem.

Evolução do discurso

Os resultados podem ter implicações na forma como os cientistas compreendem a evolução das vocalizações primatas e do discurso humano.

Algumas hipóteses existentes sobre a evolução da linguagem sugerem que as trocas vocais entre os primatas evoluíram com o tamanho do grupo. Quando há mais gente, acariciar para formar laços sociais leva demasiado tempo. Já o discurso economiza tempo, enquanto continua a expressar familiaridade.

No entanto, na nova pesquisa, as vocalizações ocorreram independentemente do tamanho do grupo. Estes resultados mostram uma ligação direta entre acariciamento – ou familiaridade – e vocalização que não tinha sido encontrada antes.

Os investigadores acreditam que conversar, mesmo que casualmente, é uma ferramenta evolutiva para o estabelecimento de proximidade.

Ao estudar as interações vocais e as redes de acariciamento de vários grupos de lémures, os cientistas compreenderam que as carícias só eram trocadas entre certos indivíduos. As vocalizações eram ainda mais seletivas – os animais só respondiam ao chamamento daqueles com quem se acariciavam bastante.

Os investigadores gravaram as vocalizações individuais e tocaram-nas para o grupo. Apenas os lémures que compartilhavam uma relação estreita com o indivíduo que emitiu a chamada responderam, mesmo se o lémure chamando não estivesse por perto.

Isto sublinha que os fortes laços sociais são indicados por trocas vocais, uma vez que o lémure vocalizando não podia ser visto ou cheirado pelo animal que respondeu.

O uso das duas interações em conjunto para estabelecer maiores níveis de familiaridade pode ajudar os cientistas a entender como as formas de comunicação estão inter-relacionadas. Como lémures, os seres humanos também interagem usando várias ações verbais e físicas complementares e contextuais.

HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

Pintura de Van Gogh de Paris nunca antes vista exibida pela primeira vez

Uma pintura de Vincent Van Gogh de uma rua de Paris foi exposta pela primeira vez depois de passar mais de 100 anos "escondida" pelos seus proprietários. Uma cena de rua em Montmartre, em Paris, pertenceu …

Imagens mostram construção de instalação nuclear secreta em Israel

Está a ser construída uma instalação nuclear secreta em Israel, diz a Associated Press depois de analisar imagens de satélite. Os trabalhos estão a decorrer a poucos metros do antigo reator do Centro de Pesquisa …

Supremo confirma prisão efetiva de cinco anos e oito meses de João Rendeiro

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou a nulidade do acórdão que proferiu em janeiro e confirmou, assim, a condenação do antigo presidente do BPP. Num acórdão datado da passada quarta-feira, e a que a agência …

Portugal regista mais 33 mortes e 1071 novos casos de covid-19

Portugal registou, este sábado, mais 33 mortes e 1071 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 1071 novos …

Ana Gomes revela que Europol está pronta para investigar o Chega

A Europol está disponível para "ajudar as autoridades portuguesas" a investigar eventuais ligações do Chega de André Ventura a "actividades criminais internacionais". É Ana Gomes quem o revela depois de ter enviado uma participação ao …

João Almeida termina Volta aos Emirados no pódio, o seu primeiro numa prova do World Tour

O ciclista português, da equipa Deceuninck-QuickStep, assegurou, este sábado, o primeiro pódio numa prova do World Tour, ao ser terceiro na Volta aos Emirados Árabes Unidos, após a sétima e última etapa. João Almeida concluiu a prova …

Alemanha vai autorizar vacina da AstraZeneca a maiores de 65 anos

A Comissão Permanente para a Vacinação na Alemanha vai alterar a recomendação que limitava o uso da vacina da farmacêutica AstraZeneca para maiores de 65 anos. O anúncio foi feito, este sábado, por Thomas Mertens, chefe da …

Éter, Teia e Tutti-Frutti. PS e PSD decidem "os bons e os maus" entre uma centena de autarcas suspeitos

PS e PSD estão na recta final da escolha dos candidatos às próximas eleições autárquicas e os dois partidos coincidem na forma como estão a avaliar os potenciais candidatos que estão envolvidos em processos judiciais. …

"Lei Khashoggi". Estados Unidos restringem vistos a 76 cidadãos sauditas

Os Estados Unidos anunciaram a restrição à atribuição de vistos a 76 cidadãos da Arábia Saudita acusados de "ameaçar dissidentes no estrangeiro", nomeadamente o jornalista saudita assassinado, em outubro de 2018, na Turquia. Segundo o secretário …

OMS quer isenção de direitos de propriedade intelectual para vacinas

A Organização Mundial da Saúde (OMS) reclamou, esta sexta-feira, o uso de "todas as ferramentas" para aumentar a produção de vacinas contra a covid-19, incluindo a transferência de tecnologia e a isenção de direitos de …