Congresso americano divulga relatório que liga o 11 de Setembro a dirigentes sauditas

(pd) Preston Keres / U.S. Navy

Bombeiro pede reforços, atentado de 11 de Setembro de 2001, World Trade Center

Bombeiro pede reforços, atentado de 11 de Setembro de 2001, World Trade Center

O Congresso norte-americano divulgou, pela primeira vez, um documento oficial que confirma ligações entre os terroristas dos atentados de Nova Iorque, a 11 de Setembro de 2001, e dirigentes da Arábia Saudita.

O relatório de 28 páginas, agora divulgado pelo Comité de Inteligência da Câmara dos Representantes dos EUA, foi mantido secreto para não perturbar as relações entre os EUA e a Arábia Saudita, maior produtor de petróleo do mundo.

O documento comprova diversas ligações entre os autores do atentados e elementos sauditas.

“De acordo com vários documentos do FBI e, pelo menos, um memorando da CIA, alguns dos terroristas do 11 de Setembro tiveram, aparentemente, contactos com indivíduos que podem estar ligados ao governo saudita, enquanto estiveram no EUA”, pode ler-se no documento.

Entre as descobertas reportadas no documento, está a de um número de telefone de uma empresa do Colorado, nos EUA, que terá ligações a um príncipe saudita, que era embaixador em Washington aquando dos atentados, e que foi encontrado na agenda telefónica de um dos terroristas.

O relatório ainda especula sobre a possibilidade de a família real saudita ter enviado dinheiro para os terroristas e inclui um testemunho que alega que um elemento do Ministério do Interior saudita esteve alojado no mesmo hotel que um dos terroristas, na Virgínia, em Setembro de 2001.

Também se nota que um alegado oficial da polícia secreta saudita, Omar al-Bayoumi, se terá encontrado com dois dos terroristas num local público e que viu o seu salário aumentado de 465 dólares para 3.700 dólares por mês, dois meses depois de os dois terroristas terem chegado à Califórnia.

Reagindo à divulgação do documento, durante uma conferência em Washington, o ministro dos Negócios Estrangeiros da Arábia Saudita, Adel al-Jubeir, disse que “o assunto está agora fechado”, diz a agência Reuters.

E apesar das dúvidas que o relatório levanta, nomeadamente em torno da família real saudita, Al-Jubeir considerou que o relatório iliba “absolutamente” o reino da Arábia Saudita.

SV, ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. se tivessem c**lhoes para investigar a serio eles divulgavam era a relação de george W BUSH (que era na época presidente dos EUA) com a família real saudita, e porque é que lhes foi permitido sair dos EUA num jacto privado quando todo o espaço aéreo dos EUA tinha sido encerrado.
    Isso sim é que seria divulgar a verdade!

RESPONDER

Imprimiram corais artificiais em 3D que podem salvar recifes

Uma equipa de cientistas inspirou-se na natureza para desenvolver estruturas em forma de coral, impressas em 3D, capazes de produzir grandes quantidades de algas microscópicas. Investigadoras da Universidade de Cambridge e da Universidade da Califórnia desenvolveram …

Avalanches submarinas prendem microplásticos no fundo do oceano

As avalanches de sedimentos submarinos transportam os microplásticos para o fundo do oceano e um projeto de colaboração entre as Universidades de Manchester, Utrecht e Durham e o Centro Nacional de Oceanografia acaba de revelar …

Aos 107 anos, Cornelia Ras conseguiu vencer a covid-19

Cornelia Ras, que contraiu o novo coronavírus em meados de março, pode ser a mulher mais velha do mundo a vencer a covid-19. Nunca se é velho demais para vencer o novo coronavírus e a holandesa …

Coreia do Norte pode estar a usar fábricas de fertilizantes para extrair urânio

Um novo estudo norte-americano mostra que a Coreia do Norte pode estar a utilizar fábricas de fertilizantes para produzir mais material nuclear, extraindo urânio de ácidos fosfóricos. Segundo noticiou o Newsweek, na opinião da investigadora Margaret …

Distância social de 1,5 metros é insuficiente para travar contágio

O estudo realizado por investigadores e engenheiros especializados em dinâmica de fluidos concluiu que a distância deve ser de, pelo menos, quatro metros. Um estudo divulgado esta quinta-feira alerta que a distância social de 1,5 metros …

Estados Unidos registam 9 desempregados por segundo

O desemprego está a atingir números preocupantes nos Estados Unidos: só na última semana, 6,6 milhões de pessoas declararam estar sem emprego para poder receber apoios, um número semelhante ao da semana anterior. De acordo com …

Chineses desistem de comprar o BNI Europa. Está agora em mãos angolanas

O contexto de incerteza, provocado pela pandemia de covid-19, levou o Grupo chinês KWG a desistir de comprar 80,1% da participação do BNI Europa. O grupo chinês KWG desistiu de comprar 80,1% da participação do BNI …

Tesla usa peças do Model 3 para construir um ventilador

A Tesla também está a tentar contribuir para colmatar a escassez de ventiladores com um novo protótipo, feito com partes do Model 3. A Tesla construiu um ventilador com recurso a componentes automóveis. A fabricante elétrica …

Há acordo no Eurogrupo: 500 mil milhões de euros "disponíveis imediatamente"

Os ministros das Finanças da Zona Euro chegaram a acordo, esta quinta-feira, sobre os apoios económicos para fazer face à pandemia de covid-19. O Eurogrupo chegou a acordo sobre o pacote de ajuda económica para a …

Se recebeu uma chamada da Tunísia, não devolva. É fraude

Clientes de várias operadoras nacionais têm recebido, nas últimas semanas, um "anormal" volume de chamadas internacionais. As operadoras suspeitam de fraude. Segundo o Jornal de Notícias, várias pessoas têm recebido chamadas de u número internacional que …