Civilização prosperou no deserto do Atacama graças às fezes de uma ave marinha

Wescottm / Wikimedia

Deserto do Atacama, no Chile.

Uma civilização pré-Inca prosperou no deserto do Atacama, aquele que é um dos lugares mais secos do planeta. Isto foi possível graças a um fertilizante feito com fezes de uma ave marinha.

O deserto do Atacama, no norte do Chile, é um dos lugares mais secos do planeta – durante muitos anos não choveu absolutamente nada. Para as comunidades agrícolas sobreviverem e prosperarem, precisariam de água e nutrientes do solo, ambos escassos.

No entanto, havia pessoas a viver no Atacama muito antes da tecnologia moderna. A escassez de água foi resolvida com água de oásis e sistemas complexos de irrigação. Para os nutrientes do solo, a solução que encontraram – séculos antes da chegada dos incas, por volta de 1450 – foi trazer um superfertilizante da costa na forma de excrementos de uma ave marinha, conhecidos como “guano”.

Esta foi a principal descoberta de um novo estudo publicado na revista Nature Plants, no qual os investigadores analisaram os restos de 246 colheitas e plantas silvestres encontradas em 14 sítios arqueológicos no Atacama. Essas plantas cobrem um período de quase 3 mil anos, abrangendo várias civilizações antigas, seguidas pela Inca e, finalmente, o período da colonização europeia até 1800.

Uma forma de saber se o guano foi usado para fertilizar essas plantas antigas é procurar as proporções dos isótopos de azoto (15N / 14N) nos seus restos. Esses dois isótopos diferem apenas na massa atómica, mas, como resultado, comportam-se de maneira um pouco diferente nos sistemas naturais e, portanto, podem atuar como marcadores de processos bioquímicos naturais.

Os cientistas sabem que mesmo pequenas quantidades de fertilizante de guano têm um grande impacto nas proporções de isótopos de azoto no milho moderno, elevando-as muito acima do que é possível naturalmente ou usando qualquer outro fertilizante.

Quando os investigadores olharam para restos de colheitas arqueológicas, incluindo milho, abóbora e pimenta-malagueta, encontraram proporções de isótopos semelhantes em plantas que datam de cerca de 1000 d.C em diante.

Os rácios de isótopos de azoto encontrados em esqueletos humanos da região, bem preservados nas condições áridas, também mudaram dramaticamente em paralelo com as plantações. Anteriormente, os cientistas pensavam que isto mostrava que as pessoas comiam peixe, que são conhecidos por terem altas taxas de isótopos de azoto, especialmente aqueles na costa do Chile, graças às águas muito frias e ricas em nutrientes da Corrente de Humboldt.

Os autores deste novo estudo descobriram que as pessoas nas antigas comunidades do Atacama obtiveram estes altos valores de isótopos de azoto dos peixes – exceto que foi indiretamente, através de aves marinhas que comeram os peixes e cujas fezes eram depois usadas como fertilizante para as plantações.

Desigualdade de guano

Os investigadores também descobriram que nem todos parecem ter tido acesso a este superfertilizante. Embora houvesse sinais de que as altas taxas de isótopos de azoto aumentaram significativamente nos grãos de milho de 1000 d.C. em diante, indicando um aumento considerável na produtividade das colheitas e permitindo assentamentos maiores, alguns grãos careciam desta evidência. Em vez disso, mostraram sinais de outros fertilizantes, como esterco de lamas.

Esqueletos dos mesmos cemitérios e datando do mesmo período também mostraram diferenças dramáticas nas proporções de isótopos de azoto, sugerindo que não havia uma distribuição uniforme pela comunidade.

Pode ser que algumas famílias ou clãs tivessem ligações privilegiadas com a costa (a cerca de 90 km de distância) e pudessem obter guano de aves marinhas e usá-lo principalmente para o seu próprio benefício como fonte de poder e prestígio. O deserto floresceu – mas para alguns mais do que para outros.

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal regista mais 10 mortes e 3009 casos de covid-19

Portugal registou, esta quinta-feira, mais 10 mortes e 3009 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3009 novos …

Ministra da Coesão diz que Portugal vai precisar de imigrantes

A ministra da Coesão Territorial disse hoje que a perda de população é preocupante e que Portugal vai ter de trabalhar numa política de imigração muito ativa e acolhedora para fazer face aos investimentos previstos. "Estando …

Testes rápidos serão gratuitos até ao final de agosto

A comparticipação a 100% dos testes rápidos de antigénio (TRAg), que vigorava até final do mês, foi alargada até 31 de agosto, segundo uma portaria esta quinta-feira publicada em Diário da República. "Perante a atual situação …

Tiago Antunes acusa Rui Rio de usar Constituição como "moeda de troca" para agradar ao Chega

No podcast Política com Palavra do PS, o secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro, Tiago Antunes, acusou Rui Rio de propor a revisão da Constituição e do sistema eleitoral como "moeda de troca" para o …

Pedro Nuno Santos quer receitas da rodovia a ajudar a financiar a ferrovia

Há dois anos, o ministro defendia a possível separação da REFER das Estradas de Portugal. Agora, volta atrás e quer que as receitas de rodovia ajudem a financiar a ferrovia. O Ministro das Infraestruturas e da …

A China está a construir 110 novos silos nucleares. Estados Unidos estão preocupados

Na segunda-feira, a Federação de Cientistas Americanos (FAS) publicou um relatório no qual denuncia a existência de um campo de instalações nucleares perto da cidade de Hami, na província chinesa de Xinjiang. Estarão a ser …

Inglaterra desconfinou totalmente. Então, porque estão os novos casos a descer?

O fim das restrições a 19 de Julho fez soar alarmes por toda a Europa sobre o possível aumento exponencial de casos. Na verdade, o número de novos casos tem vindo a descer e a …

Siza Vieira admite possibilidade de "alargar" funcionamento das atividades económicas

O ministro de Estado e da Economia disse que o Conselho de Ministros desta quinta-feira vai analisar "todas as medidas restritivas" atualmente em vigor e terá a possibilidade de "alargar" o funcionamento das atividades económicas. "Eu …

Relatório do Novo Banco. Centeno, Costa e Ramalho ficam mal na fotografia

A versão final do relatório do Novo Banco apontou mais responsabilidades a Mário Centeno e António Costa, visto estarem ambos no governo durante a venda. A tese do Banco de Portugal sobre as injecções de …

OE. PSD fecha a porta a negociações, mas socialistas preferem mantê-la aberta

Rio remete a posição do PSD para declarações de António Costa em que o primeiro-ministro admitiu a intenção de se demitir caso o Orçamento só seja aprovado com votos dos sociais-democratas. Já José Luís Carneiro, …