Civilização prosperou no deserto do Atacama graças às fezes de uma ave marinha

Wescottm / Wikimedia

Deserto do Atacama, no Chile.

Uma civilização pré-Inca prosperou no deserto do Atacama, aquele que é um dos lugares mais secos do planeta. Isto foi possível graças a um fertilizante feito com fezes de uma ave marinha.

O deserto do Atacama, no norte do Chile, é um dos lugares mais secos do planeta – durante muitos anos não choveu absolutamente nada. Para as comunidades agrícolas sobreviverem e prosperarem, precisariam de água e nutrientes do solo, ambos escassos.

No entanto, havia pessoas a viver no Atacama muito antes da tecnologia moderna. A escassez de água foi resolvida com água de oásis e sistemas complexos de irrigação. Para os nutrientes do solo, a solução que encontraram – séculos antes da chegada dos incas, por volta de 1450 – foi trazer um superfertilizante da costa na forma de excrementos de uma ave marinha, conhecidos como “guano”.

Esta foi a principal descoberta de um novo estudo publicado na revista Nature Plants, no qual os investigadores analisaram os restos de 246 colheitas e plantas silvestres encontradas em 14 sítios arqueológicos no Atacama. Essas plantas cobrem um período de quase 3 mil anos, abrangendo várias civilizações antigas, seguidas pela Inca e, finalmente, o período da colonização europeia até 1800.

Uma forma de saber se o guano foi usado para fertilizar essas plantas antigas é procurar as proporções dos isótopos de azoto (15N / 14N) nos seus restos. Esses dois isótopos diferem apenas na massa atómica, mas, como resultado, comportam-se de maneira um pouco diferente nos sistemas naturais e, portanto, podem atuar como marcadores de processos bioquímicos naturais.

Os cientistas sabem que mesmo pequenas quantidades de fertilizante de guano têm um grande impacto nas proporções de isótopos de azoto no milho moderno, elevando-as muito acima do que é possível naturalmente ou usando qualquer outro fertilizante.

Quando os investigadores olharam para restos de colheitas arqueológicas, incluindo milho, abóbora e pimenta-malagueta, encontraram proporções de isótopos semelhantes em plantas que datam de cerca de 1000 d.C em diante.

Os rácios de isótopos de azoto encontrados em esqueletos humanos da região, bem preservados nas condições áridas, também mudaram dramaticamente em paralelo com as plantações. Anteriormente, os cientistas pensavam que isto mostrava que as pessoas comiam peixe, que são conhecidos por terem altas taxas de isótopos de azoto, especialmente aqueles na costa do Chile, graças às águas muito frias e ricas em nutrientes da Corrente de Humboldt.

Os autores deste novo estudo descobriram que as pessoas nas antigas comunidades do Atacama obtiveram estes altos valores de isótopos de azoto dos peixes – exceto que foi indiretamente, através de aves marinhas que comeram os peixes e cujas fezes eram depois usadas como fertilizante para as plantações.

Desigualdade de guano

Os investigadores também descobriram que nem todos parecem ter tido acesso a este superfertilizante. Embora houvesse sinais de que as altas taxas de isótopos de azoto aumentaram significativamente nos grãos de milho de 1000 d.C. em diante, indicando um aumento considerável na produtividade das colheitas e permitindo assentamentos maiores, alguns grãos careciam desta evidência. Em vez disso, mostraram sinais de outros fertilizantes, como esterco de lamas.

Esqueletos dos mesmos cemitérios e datando do mesmo período também mostraram diferenças dramáticas nas proporções de isótopos de azoto, sugerindo que não havia uma distribuição uniforme pela comunidade.

Pode ser que algumas famílias ou clãs tivessem ligações privilegiadas com a costa (a cerca de 90 km de distância) e pudessem obter guano de aves marinhas e usá-lo principalmente para o seu próprio benefício como fonte de poder e prestígio. O deserto floresceu – mas para alguns mais do que para outros.

  ZAP // The Conversation

PARTILHAR

RESPONDER

Ai-Da, a robô artista, foi detida no Egito antes da sua mais recente exposição

Ai-Da, a primeira robô artista ultrarrealista do mundo, foi detida pelas autoridades egípcias na alfândega por "questões de segurança". De acordo com o jornal The Guardian, está previsto que Ai-Da apresente o seu último trabalho na …

Albertina Museum, em Viena, na Áustria

Cansados de ver posts removidos por nudez, museus de Viena aderiram ao OnlyFans

Cansados de ver as obras de arte que partilhavam nas redes sociais removidas por serem demasiado "explícitas", vários museus austríacos decidiram abrir uma conta na plataforma mais liberal OnlyFans. No passado, tanto o Conselho de Turismo …

O pior desastre nuclear da história dos EUA pode ter sido fruto de uma brincadeira

O SL-1 era um reator nuclear experimental de baixa potência, localizado no Idaho, nos EUA, que tinha como objetivo fornecer energia a pequenas instalações militares remotas no início dos anos 1960. O reator acabou por ficar …

PJ deteve quarto suspeito da morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, ao final da tarde desta quinta-feira, um quarto suspeito da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Durante a tarde de hoje, em conferência …

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, a ministra da Cultura, Graça Fonseca, e a ministra da Saúde, Marta Temido

Saúde, Trabalho e Cultura. As medidas aprovadas pelo Governo para facilitar a negociação do OE

Novo Estatuto do Serviço Nacional de Saúde, Agenda do Trabalho Digno e a versão final do Estatuto dos Profissionais da Cultura foram os grandes destaques da conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta …

Banido do Facebook, Donald Trump aposta na criação da sua própria rede social

Nova rede social deverá estar disponível a partir do início do próximo ano e é uma resposta do antigo presidente às empresas que o decidiram banir. O antigo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump anunciou o …

Um cigarro aceso

"Fumar mata." Deputados britânicos querem que o aviso seja impresso em cada cigarro

Para desencorajar os fumadores, os deputados britânicos querem imprimir o slogan "Fumar mata" em cada cigarro de um maço de tabaco. Deputados britânicos apresentaram, no Parlamento, uma emenda à Lei de Saúde e Cuidados de Saúde …

Ludogorets 0-1 Braga | Horta bracarense dá frutos cedo

O Sporting de Braga conseguiu um importante triunfo por 1-0 na deslocação ao terreno do Ludogorets, no Grupo F da Liga Europa. A formação lusa não quis perder tempo e marcou logo aos sete minutos, por …

PJ admite mais pessoas envolvidas na morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) admitiu, esta quinta-feira, que estejam mais pessoas envolvidas na morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Os dados foram avançados esta tarde, em conferência de …

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo continua a "desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o OE passar"

O Presidente da República afirmou, esta quinta-feira, que continua "a desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o Orçamento passar" e considerou que os próximos dias, com reuniões partidárias até ao fim-de-semana, "são …