Cientistas revelam como o álcool nos torna mais agressivos

No estudo participaram homens jovens a quem foi administrado dois copos de vodka para avaliar a reação do cérebro e níveis de agressividade em resposta a uma provocação.

Cientistas australianos identificaram com grande exatidão porquê e como é que as pessoas se tornam mais agressivas depois de beber álcool. E ainda que as mudanças químicas no cérebro causadas pelo álcool já tenham sido assinaladas como causa de violência durante décadas, o novo estudo vem confirmar isso mesmo.

Os especialistas, coordenados por Thomas Denson, professor de psicologia da Universidade de Austrália, chegaram à conclusão de que as bebidas alcoólicas podem promover um comportamento agressivo porque impede a ação de controlo do córtex pré-frontal, a área do cérebro desenhada para mitigar a agressividade.

O estudo foi publicado no início do ano na revista Cognitive, Affective & Behavioral Neuroscience.

Para corroborar a hipótese, no estudo participaram 50 homens jovens saudáveis, que foram divididos em dois grupos. O primeiro ingeriu dois copos de vodka – cada um com 2,42 mililitros da bebida destilada a 37,5% por cada quilo de peso corporal -, enquanto que ao segundo foi administrado um placebo, segundo a RT.

Depois, todos os participantes foram submetidos a uma ressonância magnética e a realizar uma série de tarefas competitivas com outras pessoas de forma a avaliar os níveis de agressão em resposta a uma provocação.

A ressonância magnética permitiu observar a ativação de áreas do cérebro passo a passo. Dessa forma, os investigadores perceberam que as provocações não tiveram qualquer efeito sobre as respostas neurais dos participantes. No entanto, durante os comportamentos agressivos, só os que beberam álcool mostraram uma clara diminuição na atividade do córtex pré-frontal médio e dorso-lateral, “incluindo com uma dose baixa”.

“Estas regiões podem apoiar diferentes comportamentos, como a paz em frente a uma agressão, dependendo se a pessoa está sóbria ou não”, assegura Denson.

Estas descobertas apoiam a teoria que considera a disfunção do córtex pré-frontal como um fator que catalisa a agressão nas pessoas com intoxicação etílica. Estima-se que o álcool está na origem de 50% dos delitos violentos.

Denson e os seus colegas afirmaram que levarão a cabo mais estudos em profundidade e com um maior número de participantes para confirmar a correlação entre o álcool e o “bloqueio” da função inibidora por parte do córtex pré-frontal.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Tribunal Superior Eleitoral do Brasil abre investigação à campanha de Bolsonaro

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do Brasil aceitou uma ação proposta pelo Partido dos Trabalhadores (PT) contra a candidatura de Jair Bolsonaro para investigar um suposto esquema ilícito de distribuição em massa de mensagens através …

Arábia confirma morte de Khashoggi no consulado. Foi durante "uma luta"

A Arábia Saudita reconheceu esta sexta-feira que o jornalista saudita Jamal Khashoggi foi morto no seu consulado em Istambul, na Turquia, durante uma luta, referindo que 18 sauditas estão detidos como suspeitos. "Investigações preliminares realizadas pelo …

Marido da nova ministra da Saúde renuncia a cargo que tinha no setor

O presidente do Conselho Nacional de Saúde, Jorge Simões, renunciou ao cargo invocando “motivos pessoais”, disse esta sexta-feira à agência Lusa fonte oficial do Ministério da Saúde. Numa resposta à Lusa, o gabinete da ministra da …

Ministério da Justiça tem “absoluta confiança” no sorteio da Operação Marquês

A Secretária de Estado da Justiça, Helena Mesquita Ribeiro, disse nesta sexta-feira que o Ministério tem "absoluta confiança" no sorteio de distribuição de processos aos juízes, reconhecendo, contudo, que é necessário averiguar as suspeições lançadas …

Fatura da eletricidade e do gás terá redução inferior a 2 euros

A redução do IVA na eletricidade e no gás natural prevista na proposta de Orçamento do Estado para 2019 deverá resultar numa diminuição da fatura mensal para as famílias inferior a dois euros, avançou hoje …

Cidade chinesa planeia criar uma lua artificial

As autoridades municipais de Chengdu, capital da província chinesa de Sichuan, anunciaram planos para a construção de uma lua artificial em 2020. Com um "brilho crepuscular", a nova lua iria iluminar a cidade num diâmetro …

Mineral ultra-raro descoberto em antiga cratera de meteorito na Austrália

Um mineral ultra-raro que apenas se forma quando rochas espaciais atingem a crosta terrestre com uma enorme pressão foi encontrado na Austrália. Até ao momento, só foram encontrados seis exemplares deste mineral, conhecido como reidite, …

Assange processa Equador por "violação de direitos fundamentais"

O co-fundador do WikiLeaks, Julian Assange, exilado na embaixada do Equador em Londres desde 2012, lançou esta sexta-feira uma ação legal contra o governo de Quito, alegando violação dos respetivos direitos fundamentais. Assange “acusa o governo …

O fóssil humano mais antigo da América foi encontrado nos escombros do Museu Nacional do Brasil

O crânio de Luzia, o fóssil humano mais antigo das Américas, foi encontrado por investigadores nos escombros do Museu Nacional do Brasil, que foi assolado por um enorme incêndio no passado mês de setembro. O fóssil …

Nascer no código postal certo (e ter uma boa mercearia) aumenta a esperança de vida

Segundo um estudo sobre a esperança de vida nos EUA, o local de nascimento importa. Se uma pessoa nascer no Mississipi, provavelmente não chegará aos 75 anos. Por outro lado, um natural de Nova Iorque …