Cientistas identificam quantas mutações geram cada tipo de cancro

Annie Cavanagh / Wellcome Images

Células cancerígenas

Cientistas britânicos decifraram quantas mutações são necessárias para transformar uma célula saudável em cancerosa: entre uma e dez, dependendo do tipo de tumor.

As descobertas foram feitas por cientistas do Welcome Trust Sanger Institute e publicadas esta quinta-feira na revista científica Cell. Durante décadas, o assunto deste estudo foi alvo de calorosos debates entre cientistas que trabalham em investigações sobre o cancro.

Segundo os cientistas, as mais recentes descobertas podem agora aprimorar o tratamento contra a doença. Quando se compara uma célula saudável com uma cancerosa, é possível encontrar dezenas de milhares de diferenças, ou mutações, no ADN, avança a BBC.

Algumas dessas mutações fazem com que o cancro se desenvolva, enquanto outras não têm qualquer impacto no desenvolvimento. Por isso, os autores do estudo foram descobrir quais eram, de facto, importantes.

Para isso, os cientistas analisaram o ADN de 7.664 tumores, de forma a encontrar mutações perigosas, que transformam células saudáveis em cancerosas.

Com isso, os cientistas fizeram três importantes descobertas: uma única mutação é capaz de provocar cancro da tiróide e do testículo, quatro mutações são capazes de provocar cancro da mama e do fígado e dez mutações provocam cancro colorretal.

“Há décadas que tínhamos conhecimento sobre as bases genéticas do cancro, mas a discussão sobre quantas mutações são responsáveis pela transformação em célula cancerosa era controversa”, diz Peter Campbell, o autor principal do estudo.

“O que conseguimos nesta pesquisa foi fornecer os primeiros dados objetivos. Das milhares de mutações no genoma do cancro, só uma pequena porção é responsável por ditar o comportamento da célula, o que a torna cancerosa”, explica.

Metade das mutações identificadas ocorreu em conjuntos de genes que nunca tinham sido associados ao cancro antes. O objetivo do estudo, a longo prazo, é promover tratamentos mais precisos contra a doença.

Ao descobrirem quais as mutações, entre milhares, que estão a fazer o cancro avançar, os médicos poderão determinar os medicamentos mais eficazes para combater especificamente determinada mutação. Drogas como o herceptin e os inibidores BRAF já são usadas para atacar mutações em tumores.

A identificação das mutações capazes de transformar uma célula em cancerosa foi possível graças ao uso da teoria da evolução de Charles Darwin.

Geralmente, essas mutações deveriam aparecer com mais frequência nos tumores do que em mutações “neutras” – aquelas que não transformam células saudáveis em cancerosas.

Segundo os cientistas, isso ocorre porque as forças da seleção natural garantem uma vantagem evolutiva às mutações que ajudam as células a crescerem e dividirem-se mais rapidamente.

No entanto, Nicholas McGranahan, do Instituto de Pesquisa do Cancro do Reino Unido e do Instituto do Cancro da Universidade College London (UCL), faz ressalvas ao alcance da descoberta.

“O cancro é uma doença que está sempre em desenvolvimento e constante mudança. Faz sentido usar essas ideias de evolução das espécies para analisar falhas genéticas que permitem o crescimento do tumor, mas esse estudo foca-se apenas numa parte da evolução do cancro. Só ajuda a resolver parte do quebra-cabeça”, pondera.

Segundo o cientista, outros componentes do ADN acomodados nos cromossomas também são peças-chave na identificação das causas de surgimento do cancro e precisam de ser analisados para permitir uma resposta clara sobre a evolução da doença.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ator britânico esteve morto 7 minutos. Agora pinta o que viu no "além"

Shiv Grewal, ator britânico da companhia de teatro Royal Shakespeare Company, sofreu um ataque cardíaco há 5 anos, ficando durante 7 minutos em morte clínica. Agora, revela através da sua arte o que acredita ser …

Já há provas: Homem de Neandertal ocupou Vale do Côa antes do Homo sapiens sapiens

Uma equipa multidisciplinar colocou a descoberto, no Vale do Côa, provas que mostram "com clareza" que o homem de Neandertal ocupou de forma continuada aquele território antes da chegada do Homo sapiens sapiens. "A presença continuada …

Cristiano Ronaldo diz que foi "uma decisão fácil" escolher a Juventus

O futebolista português disse que escolher a Juventus "foi uma decisão fácil", tendo em conta a dimensão do clube campeão italiano, pelo qual assinou por quatro anos, após nove épocas no Real Madrid. "Como disse muitas …

Trump e Putin congratulam-se com cimeira "produtiva e útil"

Os Presidentes dos EUA e da Rússia congratularam-se, em Helsínquia, com a sua primeira cimeira, que consideraram produtiva e muito útil, respetivamente. “Acabo de concluir uma reunião com o Presidente Vladimir Putin sobre uma série de …

Apenas 9% da população idosa portuguesa é saudável

A população idosa portuguesa tem baixos níveis de saúde, em comparação com a de outros países europeus, de acordo com “o maior estudo” sobre envelhecimento realizado na Europa e esta segunda-feira divulgado pela Universidade de …

Câmara de Lisboa vai sortear casas a preços baixos para a classe média

A Câmara de Lisboa assina, nesta segunda-feira, um protocolo com o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social que lhe vai permitir sortear vários imóveis desta entidade, para arrendamento a preços baixos, por famílias da …

"Num país a sério, já havia chefes militares e um ministro demitido"

"O caso de Tancos é uma vergonha nacional." Palavras de Luís Marques Mendes que no seu habitual espaço de comentário na SIC, referiu ainda "se este fosse um país a sério, já havia chefes militares …

Adeptos da Juventus receberam Ronaldo em delírio (e com um pedido especial)

A loucura tomou conta da cidade de Turim, casa da Juventus, com a chegada de Cristiano Ronaldo. O jogador português é hoje apresentado oficialmente como reforço do clube italiano, após nove épocas no Real Madrid, …

Pensões atribuídas este ano pela Segurança Social vão ser recalculadas

As pensões atribuídas este ano pela Segurança Social vão ser recalculadas, de acordo com a portaria publicada esta segunda-feira em Diário da República, que permite revalorizar os salários que servem de base ao cálculo das …

Mergulhador disse-lhe para meter o submarino onde dói mais. Musk chamou-lhe "pedófilo"

Elon Musk, o multi-milionário da Tesla, envolveu-se numa acesa troca de insultos no Twitter com um dos mergulhadores que participaram no resgate das 12 crianças da Tailândia, chegando mesmo a chamar-lhe "pedófilo". O CEO da Tesla …