Cientistas identificam quantas mutações geram cada tipo de cancro

Annie Cavanagh / Wellcome Images

Células cancerígenas

Cientistas britânicos decifraram quantas mutações são necessárias para transformar uma célula saudável em cancerosa: entre uma e dez, dependendo do tipo de tumor.

As descobertas foram feitas por cientistas do Welcome Trust Sanger Institute e publicadas esta quinta-feira na revista científica Cell. Durante décadas, o assunto deste estudo foi alvo de calorosos debates entre cientistas que trabalham em investigações sobre o cancro.

Segundo os cientistas, as mais recentes descobertas podem agora aprimorar o tratamento contra a doença. Quando se compara uma célula saudável com uma cancerosa, é possível encontrar dezenas de milhares de diferenças, ou mutações, no ADN, avança a BBC.

Algumas dessas mutações fazem com que o cancro se desenvolva, enquanto outras não têm qualquer impacto no desenvolvimento. Por isso, os autores do estudo foram descobrir quais eram, de facto, importantes.

Para isso, os cientistas analisaram o ADN de 7.664 tumores, de forma a encontrar mutações perigosas, que transformam células saudáveis em cancerosas.

Com isso, os cientistas fizeram três importantes descobertas: uma única mutação é capaz de provocar cancro da tiróide e do testículo, quatro mutações são capazes de provocar cancro da mama e do fígado e dez mutações provocam cancro colorretal.

“Há décadas que tínhamos conhecimento sobre as bases genéticas do cancro, mas a discussão sobre quantas mutações são responsáveis pela transformação em célula cancerosa era controversa”, diz Peter Campbell, o autor principal do estudo.

“O que conseguimos nesta pesquisa foi fornecer os primeiros dados objetivos. Das milhares de mutações no genoma do cancro, só uma pequena porção é responsável por ditar o comportamento da célula, o que a torna cancerosa”, explica.

Metade das mutações identificadas ocorreu em conjuntos de genes que nunca tinham sido associados ao cancro antes. O objetivo do estudo, a longo prazo, é promover tratamentos mais precisos contra a doença.

Ao descobrirem quais as mutações, entre milhares, que estão a fazer o cancro avançar, os médicos poderão determinar os medicamentos mais eficazes para combater especificamente determinada mutação. Drogas como o herceptin e os inibidores BRAF já são usadas para atacar mutações em tumores.

A identificação das mutações capazes de transformar uma célula em cancerosa foi possível graças ao uso da teoria da evolução de Charles Darwin.

Geralmente, essas mutações deveriam aparecer com mais frequência nos tumores do que em mutações “neutras” – aquelas que não transformam células saudáveis em cancerosas.

Segundo os cientistas, isso ocorre porque as forças da seleção natural garantem uma vantagem evolutiva às mutações que ajudam as células a crescerem e dividirem-se mais rapidamente.

No entanto, Nicholas McGranahan, do Instituto de Pesquisa do Cancro do Reino Unido e do Instituto do Cancro da Universidade College London (UCL), faz ressalvas ao alcance da descoberta.

“O cancro é uma doença que está sempre em desenvolvimento e constante mudança. Faz sentido usar essas ideias de evolução das espécies para analisar falhas genéticas que permitem o crescimento do tumor, mas esse estudo foca-se apenas numa parte da evolução do cancro. Só ajuda a resolver parte do quebra-cabeça”, pondera.

Segundo o cientista, outros componentes do ADN acomodados nos cromossomas também são peças-chave na identificação das causas de surgimento do cancro e precisam de ser analisados para permitir uma resposta clara sobre a evolução da doença.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Queda de helicóptero da TV Globo faz duas vítimas mortais

Um helicóptero da Rede Globo caiu, esta terça-feira, na Praia do Pina, no Recife, provocando duas vítimas mortais. Um helicóptero da TV Globo caiu esta terça-feira na praia do Pina, em Boa Viagem, na zona sul …

Tribunal de Beja pediu exame psiquiátrico a um morto

A Directora de Psiquiatria do Hospital de Beja nem queria acreditar quando recebeu do tribunal da cidade uma solicitação para realizar uma perícia médico-legal psiquiátrica a um morto. "Obviamente, não é possível", foi a resposta. Ana …

Erupção violenta no vulcão Mayon pode estar iminente. 40 mil pessoas procuram abrigo

O monte Mayon, o vulcão mais ativo das Filipinas, continuou esta terça-feira a emitir lava e cinzas, obrigando cerca de 40 mil habitantes a procurar abrigo em centros de evacuação. A lava foi projetada até 700 …

Polícia quer enviar cães pisteiros à Casa dos Horrores para procurar cadáveres

A polícia norte-americana quer enviar cães pisteiros nas novas buscas à casa do casal Turpin, acusado de ter mantido em cativeiro durante vários anos os seus 13 filhos, em Perris, na Califórnia, para procurar eventuais …

Portugueses fogem da Venezuela e refazem a vida em Madrid

Madrid é uma cidade de refúgio de muitos luso-venezuelanos, principalmente jovens da segunda e terceira geração de emigrantes portugueses, que falam melhor castelhano e que tiveram de sair da Venezuela. "Viemos para Madrid devido à situação …

Corrida para evitar a nova lei já esgotou os eucaliptos nos viveiros

A semente de eucalipto mais recomendada pelas celuloses, por crescer mais depressa, está esgotada nos viveiros devido à corrida dos proprietários que tentam fazer novas plantações antes da entrada em vigor da nova lei que …

"Tinham que meter Manuel Vicente no processo"

Orlando Figueira, o ex-procurador do Ministério Público (MP) acusado de ter recebido subornos de Manuel Vicente, o ex-vice-presidente de Angola, negou todas as acusações de que é alvo. Em tribunal, Figueira ilibou Manuel Vicente e …

Nem escondido num porta-bagagens Puigdemont vai poder regressar a Espanha

Espanha montou um sistema de vigilância para assegurar a prisão do líder independentista Carles Puigdemont no caso de este tentar regressar à Catalunha, mesmo que tente voltar escondido num porta-bagagens. O ministro da Administração Interna espanhol, …

Papa Francisco pede desculpa por ter "magoado" vítimas de abusos sexuais

Esta segunda-feira, Papa Francisco pediu desculpa às vítimas por ter usado uma expressão menos feliz ao exigir que apresentem provas de que o bispo chileno Juan Barros encobriu um sacerdote condenado por abusos sexuais. Durante a …

75 famílias afetadas pelos incêndios aceitaram indemnizações propostas

A Provedora da Justiça revelou que 75 famílias afetadas pelos incêndios de junho e outubro aceitaram as indemnizações propostas. De acordo com o Jornal de Notícias, até esta terça-feira, a Provedora de Justiça recebeu 162 requerimentos …