Cientistas desenvolvem plástico ecológico a partir de batatas

(dr) Biomebioplastics

Copo de plástico “verdadeiramente biodegradável” feito de fécula de batata da Biomebioplastics

O plástico é um dos maiores problemas que enfrentamos hoje em dia, representando uma grande ameaça para as espécies marinhas. O uso de materiais orgânicos, combinado com melhores técnicas de reciclagem, pode ser a solução.

O copo de café descartável é um dos inúmeros exemplos de objetos que nos passam pelas mãos no nosso dia-a-dia que consideramos inofensivos… mas na realidade, não o são. A camada de polietileno usada para tornar este tipo de copos impermeáveis, impede o reaproveitamento na hora de reciclar.

A startup Biome Bioplastics está a tentar mudar esse paradigma. Para isso, conta a BBC, desenvolveu um copo de café verdadeiramente reciclável, feito de fécula de batata. O plástico feito a partir da planta, chamado bioplástico, é completamente biodegradável.

Paul Mines, responsável da empresa, acredita que esta é a primeira vez que o bioplástico está a ser usado em embalagens descartáveis, completamente recicláveis e destinadas a líquidos quentes.

“Muitas pessoas compram copos descartáveis boa fé, achando que podem ser reciclados”, diz Mines, “mas a maior parte das embalagens descartáveis são feitas de papelão colado com plástico, o que faz com que não sejam adequados à reciclagem. E algumas são feitas de isopor, que também não pode ser reciclado.”

Todos os anos, são despejadas oito milhões de toneladas de plástico, e estima-se que em 2050 teremos mais plástico do que peixes nos mares – plásticos difíceis de eliminar do nosso quotidiano, que não são recicláveis.

A quantidade de plástico que flutua nos nossos oceanos é assustadora. Alguns plásticos depositados no mar podem demorar até cerca de mil anos para se decomporem por completo. Além disso, pedaços pequenos de plástico acabam por ser engolidos por animais.

É por estes motivos que o plástico é uma ameaça cada vez mais crescente e a comunidade científica está empenhada em lutar contra este problema, que põe em risco a saúde dos animais marinhos.

(dr) BioCellection

As estudantes Miranda Wang e Jeanny Yao montaram uma startup para tentar solucionar o problema de plásticos não recicláveis

Na Califórnia, nos EUA, a start up BioCollection transforma esses plásticos não recicláveis em químicos que podem ser posteriormente utilizados como matéria prima de vários produtos, como casacos de esqui ou peças automóveis.

“Identificamos um catalisador que corta as cadeias de polímero em pequenas cadeias. Uma vez que o polímero se divide em pedaços, o oxigénio do ar junta-se à cadeia e forma ácidos orgânicos que podem ser purificados e usados em diversos produtos”, explica Miranda Wang, uma das fundadoras da start up.

Wang e a colega Jeanny Yao lançaram a start up em 2016, na altura ainda estudantes em Vancouver, no Canadá, que pretendia criar uma bactéria que come o plástico dos oceanos e o transforma em água. A estimativa é que cada litro de solução com bactérias possa remover nove gramas de plástico das águas.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Mark Zuckerberg tem medo do TikTok (e já se sabe porquê)

Mark Zuckerberg já deixou claro, mais do que uma vez, que não gosta do TikTok. No entanto, agora sabemos o que está por trás desta hostilidade pelo rival: a aplicação está a crescer muito, mesmo …

A empresa mãe da Google já vale um bilião de dólares

Esta quinta-feira, a Alphabet, empresa mãe da Google, conseguiu uma cotação na bolsa de 1 bilião de dólares, cerca de 900 mil milhões de euros. A Alphabet tornou-se, esta quinta-feira, a quarta empresa norte-americana a conseguir …

Cientistas criam "cimento vivo" capaz de se "curar"

Uma equipa de cientistas dos Estados Unidos criou um "cimento vivo" juntando areia e bactérias num material de construção capaz de se auto-reproduzir, de absorver dióxido de carbono e manter a resistência. "Já usamos materiais biológicos …

Sporting 0-2 Benfica | Águia vence dérbi e foge na frente

O Benfica foi o grande vencedor do dérbi lisboeta. Na visita ao Sporting, os “encarnados” marcaram dois golos sem resposta, ambos na segunda parte, por Rafa Silva, entrado no decorrer da segunda parte, após ter …

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos e podem levam décadas até pedir ajuda, por nem sempre aceitarem e entenderem que sofreram violência sexual. Na maior parte dos …

"Messiah", da Netflix, reacende controvérsia sobre os limites da liberdade de expressão

A série Messiah, disponível na plataforma de streaming Netflix, acende a controvérsia em torno dos limites da liberdade de expressão e da criatividade no mundo das artes e do entretenimento. Messiah, uma série produzida por Michael …

Quadro encontrado por jardineiro era mesmo a obra desaparecida de Klimt

Em 1997, Retrato de uma Senhora desapareceu da Galeria de Arte Moderna Ricci Oddi, em Piacenza. Em dezembro, o quadro foi descoberto. Estava escondido numa parede da instituição. O quadro encontrado em dezembro, escondido na reentrância …

Terramotos modificaram a geografia de Porto Rico (e a NASA mostra como)

Os terramotos que Porto Rico tem sentido desde dezembro passado, que causaram pelo menos um morto e milhões de dólares em prejuízos, estão também a mudar a geografia desta ilha das Caraíbas. A agência espacial …

Maldivas desesperam por fundos enquanto continuam a afundar

As Maldivas correm o risco de desaparecer completamente a menos que o Governo consiga aceder a financiamentos para combater a subida das águas. Atualmente, 80% do país está um metro abaixo do nível do mar. "Não …

O avião-baleia da Airbus já fez o seu primeiro voo

https://vimeo.com/385554265 O BelugaXL, da Airbus, é um avião-baleia e é a aeronave com mais espaço de carga do mundo. O avião foi desenvolvido para transportar peças de aviões entre as várias fábricas da empresa europeia e …