Cientistas descobrem anticorpo que pode retardar o Alzheimer

(dr) baycrest.org

Resultados de uma Ressonância Magnética Nuclear ao cérebro de um doente com Alzheimer

Um estudo realizado por investigadores da Suíça revelou um anticorpo que é capaz de reduzir as placas amilóides que se agrupam no cérebro de doentes com Alzheimer, que podem ser a causa da neuro-degeneração.

O aducanumab, um anticorpo desenvolvido pela empresa biotecnológica Biogen, ainda está nos estágios iniciais de desenvolvimento, mas já demonstrou resultados promissores.

Os investigadores administraram o anticorpo aos pacientes durante 54 semanas e, especialmente nos que receberam as doses mais elevadas, foi registada uma redução significativa na quantidade de proteína beta-amilóide presente no cérebro.

As placas amilóides são proteínas que se agrupam em depósitos no cérebro, bloqueando os neurónios e provocando a doença de Alzheimer.

O estudo, publicado na revista Nature, foi feito apenas em 165 pessoas com degeneração cognitiva – pelo que os resultados têm de ser analisados com cuidado – mas os investigadores garantem que a forma como o Alzheimer é prevenido e tratado, irá mudar de forma importante.

“Um dia, poderemos tratar as pessoas que ainda não têm sintomas, porque alguém que já tenha as proteínas amilóides no cérebro tem bastante probabilidade de desenvolver Alzheimer”, destacou o responsável da empresa Biogen, Alfred Sandrock, citado pela BBC.

O diretor de investigação da Alzheimer’s Society, James Pickett, afirmou que a parte mais interessante do estudo é que a amiloide foi “limpa” do cérebro das pessoas que ingeriram doses mais elevadas do medicamento.

“Não há tratamentos existentes para a doença de Alzheimer que interferem diretamente com o processo da doença. Assim, um medicamento que realmente retarda o progresso do Alzheimer, limpando as amilóides do cérebro, seria um passo significativo”, adiantou.

A comunidade médica está confiante com a nova descoberta, principalmente porque o último medicamento aprovado para o tratamento do Alzheimer surgiu há mais de dez anos.

Os cientistas pretendem, agora, realizar uma terceira fase do estudo, submetendo 2.700 pessoas em fase inicial de Alzheimer a vários testes com aducanumab.

BZR, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas descobrem um novo benefício de tomar chá

https://vimeo.com/366605754 Se já se sabia que beber chá era bom para a nossa saúde, uma nova investigação vem confirmar ainda mais essa ideia. Cientistas encontraram no chá um novo benefício para o nosso cérebro. Várias investigações apontam …

Governo da Escócia quer novo referendo sobre independência em 2020

A ministra principal da Escócia e líder do Partido Nacionalista Escocês (SNP), Nicola Sturgeon, afirmou esta terça-feira que quer um novo referendo sobre a independência em 2020 e abrir negociações com Londres até ao fim …

As bactérias contradizem Darwin: a mais apta não sobrevive

Uma recente investigação levada a cabo pela Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, revela que, no que diz respeito às bactérias, a "sobrevivência das mais cooperativas" excede a "sobrevivência das mais fortes". As bactérias são capazes de …

A Via Láctea roubou minúsculas galáxias à sua vizinha

Utilizando dados obtidos pelo Telescópio Gaia, os cientistas chegaram à conclusão que a Via Láctea "sequestrou" galáxias da Grande Nuvem de Magalhães, uma outra galáxia que a orbita. No nosso Universo, a regra é orbitar: a …

Pode ter sido encontrada (e ignorada) vida em Marte em 1976, defende antigo cientista da NASA

O antigo cientista da agência espacial norte-americana Gilbert V. Levin afirma que foram encontradas evidências de vida em Marte na década de 70. No entender do especialista, deviam ter sido levado a cabo mais investigações …

Era marketing. Fortnite voltou (e está diferente)

Depois de 10 temporadas, um buraco negro engoliu a ilha na qual diariamente milhões de jogadores tentavam sobreviver, matando-se uns aos outros. Durante um dia e meio, ninguém podia jogar. O susto acabou esta terça-feira, …

Cientistas determinam o que diminui a fertilidade das mulheres com o avanço da idade

Investigadores da Universidade de Copenhaga mapearam alguns dos mecanismos que podem afetar a fertilidade das mulheres desde a adolescência até a menopausa. A fertilidade natural das mulheres flutua entre altos e baixos na forma de uma …

Dono do Paris Saint-Germain quer comprar o Leeds (e torná-lo no novo Manchester City)

A Qatar Sports Investments (QSI), empresa que é detida por Nasser Al Khelaifi, quer dar o salto para o mercado inglês e adquirir o Leeds United, emblema que milita atualmente no segundo escalão. Na semana em …

Município italiano proíbe Google Maps. App faz com que muitas pessoas se "percam"

O autarca do município italiano de Baunei, na Sardenha, proibiu o uso do Google Maps na região, argumentando que "muitas" pessoas se perderam por causa de "sugestões enganosas" do serviço de localização. A informação é …

Pedalar mais dá direito a prémios. Tecnologia portuguesa desperta interesse de Copenhaga

Depois de se ter estreado em Matosinhos e de ter despertado interesse em Nova Iorque, um programa português que premeia comportamentos de mobilidade ambientalmente sustentáveis chamou a atenção em Copenhaga. O AYR, desenvolvido pela empresa CEiiA …