Cidades da América do Norte estão a substituir polícias por civis (e está a funcionar)

Desde que o assassinato de George Floyd por um grupo de polícias de Minneapolis desencadeou protestos internacionais no verão passado, cidades em todo o mundo começaram a procurar novas formas de lidar com episódios de saúde mental, dependência e pobreza que não envolvem a presença da polícia.

Em Toronto, esta conversa tornou-se especialmente pessoal após a morte de Regis Korchinski-Paquet – uma mulher negra de 29 anos que caiu 24 andares de uma varanda depois de a polícia de Toronto ter entrado no apartamento da sua família durante uma verificação de bem-estar – e Ejaz Chaudry – um paquistanês canadiana de 62 anos que foi morto a tiro pela polícia durante um exame de saúde.

Ambos os incidentes, ocorridos semanas após o assassinato do Floyd, juntaram-se a uma longa lista de casos em que negros e indígenas canadianos foram mortos pela polícia ou morreram na sua presença durante um episódio de saúde mental.



Na semana passada, de acordo com o Vice, o conselho municipal de Toronto votou para aprovar o lançamento de um programa que veria os polícias substituídos por equipas lideradas por civis especializadas em saúde mental e dependência para chamadas não violentas para o 911 (número de emergência equivalente ao 112 em Portugal).

A medida ocorre semanas depois de a polícia de Toronto – em resposta aos protestos em toda a cidade no verão passado a pedir o reembolso da agência policial – ter apresentado um orçamento de 1,076 mil milhões de dólares, um aumento de 0% em relação ao ano anterior.

“No ano passado, vimos e ouvimos falar de um número recorde de pessoas que desejam ver um serviço policial reformado, modernizado e eficiente”, disse o chefe de polícia interino James Ramer ao Conselho de Polícia de Toronto. “Esta é uma prioridade que partilhamos em conjunto.”

Embora os detalhes exatos do programa, incluindo o financiamento, permaneçam ocultos, um teste-piloto está programado para ser lançado em 2022, com a implementação total do programa prometido até 2025. Isso significaria que já no próximo ano, algumas ligações relacionadas com a saúde mental, sem-abrigos e/ou vício podem não envolver polícias.

Asante Haughton, cofundador da Reach Out Response, organização que defende soluções alternativas para o policiamento, considerou a decisão da cidade uma mudança bem-vinda de direção e expressou otimismo de que tanto os políticos como a polícia estão a começar a aceitar a ideia de que uma resposta policial não é adequada para um grande número de situações de emergência.

“A nossa principal preocupação é destacar que uma emergência de saúde mental não é um crime, portanto, precisamos de pessoas equipadas com as ferramentas para responder a emergências de saúde mental, que não são a polícia.”

Nos meses que se seguiram aos protestos do Floyd, políticos e defensores de todos os lados do corredor argumentaram que a polícia não está devidamente equipada para lidar com pessoas em crise.

Há inúmeras razões para essa crença, mas todas se resumem ao facto de os polícias receberem pouco ou nenhum treino em saúde mental e ao relacionamento historicamente tenso entre a polícia e as comunidades marginalizadas.

Rachel Bromberg, co-fundadora da Reach Out Response Network, trabalhou com grupos nos Estados Unidos que já lançaram ou estão em vias de lançar programas semelhantes. A maioria dos programas é baseada no sistema CAHOOTS, que significa Assistência à Crise Ajudando Nas Ruas, e foi projetado em 1989 pela Clínica White Bird em Eugene, Oregon.

O CAHOOTS fornece “intervenção móvel em crise”, enviando equipas de médicos especialistas (de paramédicos a enfermeiras) e trabalhadores de crise (que são treinados para comunicar com pessoas em crise) para chamadas de emergência que são consideradas pelo 911 de natureza não violenta. Isso inclui desde a prevenção do suicídio ao abuso de substâncias, violência doméstica, sem-abrigos e outros serviços baseados na pobreza, como fornecimento de acesso a transporte, alimentação e moradia.

Em Olympia, Washington, onde uma equipa inspirada no CAHOOTS está ativa há quase dois anos, os resultados têm sido nada menos que “notáveis”, de acordo com a coordenadora Anne Larsen.

Em Portland, por exemplo, a poucos passos de distância do local de nascimento de CAHOOTS, a iniciativa vai ser lançada em 16 de fevereiro.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pandemia continua a "empurrar" reclusos para fora das grades. Já saíram 2850

As cadeias portuguesas continuam a soltar reclusos que ainda não cumpriram toda a pena, numa altura em que não existem praticamente casos de infecção por covid-19 no sistema prisional. O regime especial de perdão das penas, …

Condutor de carrinha atropela participantes em desfile LGBT (e faz um morto)

O condutor de uma carrinha atropelou pessoas que desfilavam numa marcha de "orgulho gay" em Wilton Manors, perto de Fort Lauderdale na Florida, causando pelo menos um morto e ferindo outra. As autoridades estão ainda a …

Descoberta "pequena Pompeia" no sótão de um antigo cinema em Verona

Arqueólogos descobriram uma "Pompeia em miniatura" no sótão de um antigo cinema no centro histórico da cidade italiana de Verona. Segundo a agência italiana Ansa, autoridades da Superintendência de Arqueologia, Belas Artes e Paisagismo de Verona, …

Colapso de escola na Bélgica matou afinal quatro portugueses

As autoridades belgas confirmaram este domingo a morte de cinco pessoas, entre as quais quatro portugueses, no desabamento de uma escola em obras na cidade de Antuérpia. No balanço de sábado, as autoridades belgas registaram mais …

Chega e IL dizem que cerco na AML é "inconstitucional". Ventura recorre ao Supremo Tribunal Administrativo

André Ventura, líder do Chega, contestou a decisão do Governo de limitar a circulação na AML. Considerando que a medida é inconstitucional, entregou uma "Intimação para proteção de direitos, liberdade e garantias" no Supremo Tribunal …

Há 50 mil anos, humanos e neandertais relacionaram-se no deserto de Negev

Uma recente descoberta no deserto do Negev, no centro de Israel, revelou detalhes importantes sobre o desenvolvimento da cultura humana na região, de acordo com um novo estudo publicado na revista PNAS. Por toda a Ásia, …

Costa reeleito líder do PS com 94% dos votos aponta a vitória nas autárquicas

António Costa foi reeleito no sábado secretário-geral do PS, com 94% dos votos, para um novo mandato de dois anos, de acordo com resultados provisórios divulgados hoje pela Comissão Organizadora do Congresso (COC) do PS. O …

"Pessoas como nós". Presidente da República alerta contra indiferença no Dia Mundial do Refugiado

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, alertou contra a indiferença e os "discursos oportunistas" numa mensagem alusiva ao Dia Mundial do Refugiado, que hoje se assinala. “Este ano sob o mote ‘Juntos cuidamos, aprendemos …

Descoberto mecanismo que pode aumentar a expectativa de vida

Ao longo do tempo foram descobertas várias causas para o envelhecimento, mas permanece a questão de saber se existem mecanismos subjacentes comuns que determinam o envelhecimento e a expectativa de vida. Um equipa de investigadores do …

"Trabalhador atravessou faixa de rodagem". MAI diz que carro de Cabrita não se despistou

O Ministério da Administração Interna esclareceu que não existia sinalização para alertar os condutores dos “trabalhos de limpeza em curso" na autoestrada A6, no Alentejo, na sexta-feira, quando a viatura do ministro atropelou mortalmente um …