Cancro da próstata pode ser sexualmente transmissível

lintmachine / Flickr

-

O cancro da próstata pode ser uma doença sexualmente transmissível causada por uma infecção vulgar, mas muitas vezes silenciosa, transmitida durante a relação sexual, de acordo com um grupo de investigadores americanos.

Apesar de vários tipos de cancro serem causados por infecções, a organização britânica Cancer Research UK, que faz investigação sobre a doença, diz que é muito cedo para acrescentar o cancro da próstata a esta lista.

Cientistas da Universidade da Califórnia testaram células da próstata humana em laboratório e descobriram que uma infecção sexual chamada tricomoníase ajudava no crescimento do cancro.

Agora, mais pesquisas são necessárias para confirmar essa ligação, diz a generalidade dos cientistas na PNAS, Proceedings of the National Academy of Sciences, publicação da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos.

Infecção sexual

Acredita-se que cerca de 275 milhões de pessoas no mundo estejam infectadas pela tricomoníase. É a infecção não-viral mais comum transmitida sexualmente.

Muitas vezes, a infecção não apresenta sintomas e a pessoa não está ciente de que está contaminada.

Os homens podem sentir prurido ou irritação dentro do pénis, ardor após urinar ou ejacular, ou um corrimento branco no pénis.

As mulheres podem sentir prurido ou dor na região genital, desconforto ao urinar ou um cheiro desagradável.

Esta investigação não é a primeira a sugerir uma ligação entre a tricomoníase e o cancro da próstata. Um estudo realizado em 2009 descobriu que um quarto dos homens com cancro da próstata mostrou sinais de tricomoníase, e estes indivíduos eram mais propensos a ter tumores avançados.

O estudo agora publicado na PNAS sugere uma explicação para a forma como a doença sexualmente transmissível poderia tornar os homens mais vulneráveis ao cancro da próstata, embora não seja uma prova definitiva dessa ligação.

Os autores do estudo, a professora Patricia Johnson e colegas, descobriram que o parasita que causa a tricomoníase, o Trichomonas vaginalis, produz uma proteína que causa inflamação e invasão de células benignas e cancerígenas da próstata.

Os autores do estudo dizem que mais estudos devem, agora, explorar esse dado – especialmente diante do facto de que a causa do cancro da próstata continua a ser desconhecida.

BBC

Trichomonas vaginalis

Trichomonas vaginalis

Quebra-cabeça

Nicola Smith, da Cancer Research UK, diz que este estudo sugere um possível caminho “através do qual o parasita Trichomonas vaginalis poderia estimular células cancerosas da próstata a crescer e desenvolver-se mais rapidamente”.

“Mas a pesquisa foi feita apenas no laboratório, e dados anteriores em pacientes não mostraram uma clara ligação entre o cancro da próstata e esta infecção sexualmente transmissível”.

“Há uma grande quantidade de pesquisas sobre o risco de cancro da próstata e estamos a trabalhar muito para juntar as peças do quebra-cabeça”.

Segundo Smith, ainda há factores de estilo de vida desconhecidos que parecem influencia o risco de desenvolver a doença, sem nenhuma prova convincente de uma ligação com a infecção.

“E o risco de cancro de próstata com a idade é conhecido”, recorda Smith.

O cancro da próstata é mais comum em homens com mais de 70 anos, e é possível que haja algum risco genético, já que a doença pode ocorrer em famílias.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Estado emprestou dois milhões à Cruz Vermelha para pagar salários

A Parpública SGPS emprestou dois milhões de euros ao Hospital da Cruz Vermelha, nomeadamente para fazer pagamento de salários. A Parpública SGPS, holding tutelada pelo Ministério das Finanças, libertou dois milhões de euros para permitir ao …

Ex-ministro francês François Bayrou acusado de cumplicidade na apropriação de fundos

O ex-ministro francês François Bayrou, dirigente centrista e próximo de Emmanuel Mácron, foi acusado na sexta-feira por "cumplicidade na apropriação indevida de fundos públicos" no caso dos assistentes parlamentares do seu partido. A acusação, "anunciada antecipadamente …

"Profundamente envergonhada", Merkel visitou Auschwitz pela primeira vez

A chanceler alemã, Angela Merkel, visitou esta sexta-feira pela primeira vez o campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau num "sinal de reconciliação com os judeus e o estado de Israel", considera o historiador René …

Capital do Natal de Algés avança com queixa-crime contra promotores

A organização da Capital do Natal, evento que decorre em Algés, Oeiras, vai apresentar uma queixa-crime contra os promotores turísticos que "adulteraram a oferta do parque", o que defraudou "um conjunto alargado de pessoas". Em causa …

Menino de 5 anos convidou todos os colegas do infantário para assistir à sua adoção

Um menino de cinco anos de Michigan, nos Estados Unidos, convidou a sua turma do infantário para testemunhar à sua adoção legal. A criança, identificada como Michael, foi adotada formalmente pela sua nova família na passada …

TDT vai mudar de frequência (outra vez)

A frequência da Televisão Digital Terrestre (TDT) está a ser alterada de forma faseada, o que significa que os portugueses que usem este serviço gratuito de televisão têm de sintonizar novamente os seus recetores e/ou …

Ruas de Águeda entre as "mais bonitas do mundo" para a CNN

As ruas do centro de Águeda, no distrito de Aveiro, decoradas com guarda-chuvas estão entre as 21 mais bonitas de mundo para a emissora norte-americana CNN. A distinção é avançada pelo jornal Público, que dá …

Hospitais vão poder pagar mais a médicos para garantir urgências no Natal

Os hospitais vão poder contratar médicos prestadores de serviço, vulgo tarefeiros, por valores superiores aos de referência durante o Natal e o Ano Novo. De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Médicos, Noel Carrilho, …

Jovem que abandonou bebé no lixo esteve 13 anos institucionalizada em Cabo Verde

A jovem que abandonou o filho recém-nascido no lixo, em Lisboa, esteve institucionalizada durante 13 anos em Cabo Verde. A sua mãe está agora a lutar pela guarda da criança. Numa entrevista ao programa Sexta às …

Último debate. Boris defendeu o Brexit e Corbyn falou da Saúde (pelo menos 15 vezes cada um)

No debate televisivo, transmitido pela BBC, o último antes das eleições da próxima quinta-feira, Boris Johnson defendeu que é o melhor preparado para concretizar o Brexit e terminar com o impasse no processo, prometendo ainda …